O Planeta pede socorro: concentração de gases de efeito estufa atinge recorde

O Planeta pede socorro: concentração de gases de efeito estufa atinge recorde

Os níveis de gases de efeito estufa atingiram números alarmantes. De acordo com a Organização Meteorológica Mundial (OMM) no boletim anual sobre gases de efeito estufa (dióxido de carbono, metano e óxido nitroso) da ONU, as taxas de concentração de gases na atmosfera atingiram um número recorde em 2020.

Segundo o relatório da OMM, todos os gases de efeito estufa aumentaram na última década, Atualmente, a concentração de dióxido de carbono (CO2), o mais abundante dos gases de efeito estufa, atingiu 413,2 partes por milhão (ppm) no ano passado.

A tendência é que estes números aumentem ainda mais e, como mostrado no relatório, a crise climática continua a piorar.

Boletim anual da OMM dá alerta

Para a OMM, o aumento da quantidade de gases de efeito estufa está diretamente ligado ao desmatamento da Amazônia.

Os dados também especificam que aproximadamente metade do CO2 emitido permanece na atmosfera, e a outra metade é absorvida pelos oceanos e ecossistemas terrestres. O boletim alerta:

“A abundância de gases de efeito estufa que retêm o calor na atmosfera voltou a atingir um novo recorde no ano passado, e a taxa de aumento anual registrada foi superior à média do período 2011-2020”.

Aumento da temperatura mundial

Se as emissões não pararem, a temperatura continuará subindo por várias décadas e gerações. O secretário-geral da OMM, professor Petteri Taalas, também chama atenção sobre o aquecimento global:

“Caso o ritmo atual de aumento das concentrações de gases de efeito estufa se mantenha, o aumento da temperatura no final deste século vai superar, de longe, a meta estabelecida em virtude do Acordo de Paris de limitar o aquecimento global a +1,5°C, ou a +2°C acima dos níveis pré-industriais”.

Repercussão negativa pré-COP26

A conferência da ONU sobre mudança climática COP26 começa no próximo domingo, 31 de outubro, em Glasgow, e vai até 12 de novembro.

Os dados divulgados sobre a alta concentração de gases de efeito estufa são preocupantes para o futuro do planeta.

Espera-se que com a COP26, os países assumam os compromissos com as causas climáticas e criem ações necessárias (em setores industriais, de energia e transporte) que tenham impacto sobre os gases que causam as mudanças climáticas.

A última vez que a Terra experimentou uma concentração semelhante de CO2 foi de 3 a 5 milhões de anos atrás, quando a temperatura estava 2 a 3 graus mais quente e o nível do mar estava entre 10 a 20 metros mais alto do que agora.

O planeta pede SOCORRO!

Leia também:

Historicamente, quais são os países responsáveis pela mudança climática? 

Greta Thunberg critica líderes globais: é tudo “blá, blá, blá” 

O futuro das crianças? Cenas assim serão o novo normal se nada for feito 

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *