Esta universidade em Portugal será a primeira a eliminar carne vermelha de suas cantinas

A renomada Universidade de Coimbra (UC) em Portugal acabou de anunciar que no próximo ano (a partir de janeiro de 2020) a carne vermelha será eliminada das suas cantinas universitárias. Uma decisão que é acima de tudo ecológica, um ponto de partida para um objetivo ambicioso: tornar-se a primeira universidade portuguesa neutra em carbono.

O anúncio foi feito por Amílcar Falcão, reitor da universidade que, em seu discurso de abertura da cerimônia de boas-vindas aos alunos, também explicou os motivos dessa escolha.

Todos os anos, nas 14 cantinas das universidades da UC, são consumidas cerca de 20 toneladas de carne bovina. Eliminá-la seria uma maneira concreta de reduzir as emissões de CO2 (sabe-se que esse tipo de carne é a que tem o maior impacto ambiental).

A carne será substituída por outros nutrientes e este é apenas o primeiro passo para a ecossustentabilidade total desta universidade.

O reitor enfatizou que:

“Vivemos um tempo de emergência climática e temos de colocar travão nesta catástrofe ambiental anunciada” (…) A carne de vaca será substituída ‘por outros nutrientes que irão ser estudados, mas que será também uma forma de diminuir aquela que é a fonte de maior produção de CO2 que existe ao nível da produção de carne animal’ (…) “Eu creio que o maior impacto é a consciencialização das pessoas para o problema. Aquilo que é mais dramático é ver os líderes mundiais a não perceberem que está em causa o futuro do planeta e dos nossos jovens, dos nossos filhos e netos e isso é demasiado preocupante para não alertarmos para o problema, mesmo que sejam pequenos gestos”.

Em seu discurso, totalmente focado no respeito ao meio ambiente, Falcão anunciou outras notícias interessantes para seus alunos: a universidade substituirá produtos plásticos e descartáveis por outros feitos com materiais menos impactantes. Também haverá uma política rígida contra o desperdício de alimentos, uma coleta separada precisa e um convite a todos os alunos para ingressarem no programa UC.Plantas, que consiste em plantar árvores no jardim botânico para depois serem usadas em programas de reflorestamento de áreas devastadas por incêndios ou inundações.

Uma universidade para ser realmente tomada como modelo, seja no que diz respeito ao compromisso com o meio ambiente, seja como um bom exemplo para os seus alunos.

Parabéns!

Talvez te interesse ler também:

PORTUGAL É O PRIMEIRO PAÍS DA EUROPA A RECEBER O TÍTULO DE ‘DESTINO TURÍSTICO ACESSÍVEL’

CONSUMO DE CARNE E QUEIMADAS NA AMAZÔNIA: TUDO A VER

ESPECIALISTAS ALERTAM: É HORA DAR UM CORTE À CARNE VERMELHA

greenMe.com.br é uma revista brasileira online, de informação e opinião Editada também na Itália como greenMe.it
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Instagram
Siga no Facebook