Aquecimento global e pobreza: crise climática será duas vezes pior que crise Covid

Aquecimento global e pobreza: crise climática será duas vezes pior que crise Covid

Se você achou que pior do que está não pode ficar, infelizmente talvez você esteja errado. Um estudo recente indica que a crise climática reduzirá as economias duas vezes mais que a Covid-19.

Se não contivermos as emissões causadoras dos gases de efeito estufa, as economias dos países mais ricos, o G7,  perderão US $ 5 trilhões por ano até 2050 por causa do aumento da temperatura global.

Se a temperatura subir 2,6 ° C, como é provável que aconteça, as maiores economias industrializadas do mundo perderão 8,5% de seus PIBs por ano, de acordo com pesquisas da Oxfam e do Swiss Re Institute, divulgados pelo The Guardian.

Não agir, não é uma opção, se intitula o estudo em tradução livre. Em outras palavras, não existe um planeta B (a não ser talvez para o Elon Musk e sua família: o homem mais rico do planeta está prestes a conquistar Marte).

Como assim a crise climática poderá fazer com que o povo fique ainda mais pobre do que a pandemia já deixou?

É simples de entender pois, com o aumento das temperaturas, as condições climáticas extremas nos levarão a secas, inundações, perdas para a produtividade agrícola (fome), doenças causadas ou favorecidas pelo calor e outros problemas relacionados à saúde e ao estresse térmico.

Covid x calor

Se com a pandemia a preocupação começou a esquentar, com o calor o fogo vai pegar pois as projeções estão avisando: “as mudanças climáticas são o risco número um a longo prazo para a economia global”, como explica Jerome Haegeli, economista-chefe do grupo Swiss Re.

Os países do G7 – Reino Unido, Estados Unidos, Japão, Canadá, França, Alemanha, Itália – e a UE se reunirão na Cornualha na sexta-feira, 11, para discutir a economia, vacinas Covid-19, impostos  e crise climática.

Os países precisam parar de ficar no blábláblá das promessas e botar em ação seus planos de limitar o aquecimento global a menos de 2° C, preferivelmente não mais que 1,5° C acima dos níveis pré-industriais.

Se os países menos desenvolvidos sentiram mais a crise Covid, a crise climática poderá ser uma triste revanche, pois não irá poupar os ricos. A única salvação é a união, afinal, o planeta é um para todos.

Talvez essa pandemia tenha sido o último dos alertas. Quem sobreviver verá!

Talvez te interesse ler também:

Covid-19 não é PANDEMIA, é SINDEMIA. É hora de reconhecer isso

Demônio-da-tasmânia: tudo sobre esse animal curioso que está em risco de extinção

A Mulher dos Bosques: a história da indiana que plantou cerca de 10 mil árvores

Dia da Terra 2021: salvemos a Terra da pandemia da ignorância ambiental

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *