Brasil é o 4º país que mais gera lixo plástico no mundo!

  • atualizado: 
lixo plástico

Um relatório feito pelo WWF (Fundo Mundial para a Natureza) chamado “Solucionar a Poluição Plástica – Transparência e Responsabilização”, enfatiza a urgência de um acordo global para conter a poluição por plásticos. Os números divulgados no relatório são impressionantes. 

"Segundo o estudo lançado pelo WWF, o volume de plástico que vaza para os oceanos todos os anos é de aproximadamente 10 milhões de toneladas, o que equivale a 23 mil aviões Boeing 747 pousando nos mares e oceanos todos os anos – são mais de 60 por dia. Nesse ritmo, até 2030, encontraremos o equivalente a 26 mil garrafas de plástico no mar a cada km2, lê-se no site da instituição.

Sobre essa dramática realidade, Marco Lambertini, Diretor-Geral do WWF Internacional, afirma:

“Nosso método atual de produzir, usar e descartar o plástico está fundamentalmente falido.
É um sistema sem responsabilidade, e atualmente opera de uma maneira que praticamente garante que volumes, cada vez maiores, de plástico vazem para a natureza.”

A necessidade de reduzir o uso do plástico

De acordo com esse estudo, toda essa problemática não é causada pelo plástico em si, mas pela forma como o utilizamos e abusamos de seu uso:

“O plástico não é inerentemente nocivo.
É uma invenção criada pelo homem que gerou benefícios significativos para a sociedade.
Infelizmente, a maneira com a qual indústrias e governos lidaram com o plástico e a maneira com a qual a sociedade o converteu em uma conveniência descartável de uso único transformou esta inovação em um desastre ambiental mundial.
Aproximadamente, metade de todos os produtos plásticos que poluem o mundo hoje foram criados após 2000.
Este problema tem apenas algumas décadas e, ainda assim, 75% de todo o plástico produzido já foi descartado.”

Brasil, um dos maiores produtores de lixo

O Brasil, infelizmente, está bem classificado na lista dos maiores produtores de lixo plástico no mundo, estando em 4º lugar, por conta dos 11,3 milhões de toneladas de lixo plástico que produz.

Nesta lista, estão em primeiro, segundo e terceiro lugares, respectivamente, os Estados Unidos,  a China e a Índia.

Nosso país recicla apenas 1,28% do total de lixo plástico produzido, um dos mais baixos índices da pesquisa, estando bem abaixo da média global de reciclagem plástica que é de 9%.

Esse levantamento foi realizado pelo WWF, com números do Banco Mundial, analisando a relação de 200 países com o plástico. 

Ainda foi apontado nesse levantamento, que o brasileiro produz, em média, 1 quilo de lixo plástico semanalmente.

Outros dados alarmantes no Brasil

Segundo informações do Banco Mundial, no Brasil, mais de 2,4 milhões de toneladas de plástico são descartadas de forma inadequada, em lixões a céu aberto, sem nenhum tratamento prévio.

Outros 7,7 milhões de toneladas são direcionados para aterros sanitários e mais de 1 milhão de toneladas não são recolhidos pelos sistemas de coleta de lixo.

Mauricio Voivodic, Diretor Executivo do WWF-Brasil, fez a seguinte abordagem sobre o uso e descarte do lixo plástico:

“É hora de mudar a maneira como enxergamos o problema: há um vazamento enorme de plástico que polui a natureza e ameaça a vida.
O próximo passo para que haja soluções concretas é trabalharmos juntos, por meio de marcos legais que convoquem à ação os responsáveis pelo lixo gerado. Só assim haverá mudanças urgentes na cadeia de produção de tudo o que consumimos.”

Acordo global

Segundo o estudo do WWF, mais de 104 milhões de toneladas de plástico poluirão nossos ecossistemas até 2030, caso não sejam tomadas as devidas providências, e caso nenhuma mudança ocorra para melhorar nossa relação com esse material e mudar essa realidade.

A proposta da WWF é a de um acordo global com a finalidade de alcançar o objetivo de reduzir a poluição por plástico. Esta proposta será votada na Assembleia das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEA-4), que se realizará em Nairóbi, no Quênia, de 11 a 15 de março/2019. 

Petição da WWF

Para obter apoio a nível mundial o WWF criou uma petição para que os líderes globais defendam esse acordo visando reduzir a poluição dos plásticos nos mares e oceanos.

Esta petição tem cerca de 200.000 assinaturas do mundo inteiro.

Para assinar é só acessar aqui a PETIÇÃO, OCEANOS SEM PLÁSTICO.

Consumo consciente

Cada um de nós pode fazer a sua parte reduzindo, reutilizando ou recusando o uso de material plástico.

nao compre plastico

Atualmente, existem  produtos feitos com materiais naturais, ecológicos e sustentáveis que servem para substituir os que são feitos de plásticos descartáveis, contribuindo para reduzir os danos à natureza, aos oceanos e aos animais, provocados pelo descarte do lixo plástico.

A cooperação de cada um de nós pode mudar essa triste e alarmante realidade e isso depende de nossa atitude!

Talvez te interesse ler também:

19 DICAS PARA REDUZIR O PLÁSTICO DA SUA VIDA EM 2019!

AS FOTOS CHOCANTES DE UM MAR DE PLÁSTICO…NO CARIBE!

OVOS DE AVES NO ALTO ÁRTICO CONTÊM ADITIVOS QUÍMICOS USADOS EM PLÁSTICOS

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!