Entulho não é reciclado no Brasil

Existem casos de ausência de um programa de reciclagem (independentemente do material) em que o país realmente não investe e ponto final. Existem outros que vão muito além do dinheiro. É o caso da reciclagem de entulho, que no Brasil ainda engatinha e isso é muito grave.

Entulho por todos os lados

O concreto é o segundo elemento mais utilizado pelo homem no planeta, só perde para a água. O que significa que se não há um reaproveitamento, o concreto é jogado aos montes em aterros gerando “rios Tietês” do material.

Obras que não caem

A questão é que o entulho pode ser reciclado e o problema se transformaria em solução. Mas o brasileiro possui a mentalidade de que concreto reciclável é, na verdade, resto de obra. Recentemente até houve um caso curioso entre as novas arenas do Palmeiras e do Corinthians. A primeira foi uma reforma, que teve de demolir a obra anterior e, a construtora responsável pelo estádio corintiano decidiu aproveitar o concreto do Palmeiras.

As brincadeiras tomaram conta da cidade de São Paulo. Com palmeirenses afirmando que o estádio do Corinthians poderia até desabar por ter sido construído com restos. Este exemplo demonstra o que acontece cotidianamente quando o assunto é o reaproveitamento de concreto, ninguém quer e, quando querem, ainda sofrem com as gozações.

Primeiro, concreto reciclado não é usado nos alicerces de um prédio novo e, segundo, qual o problema? As duas arenas são lindas e ninguém nota que parte do concreto do estádio do Corinthians usou material reciclado.

Mudando a consciência

Há também a falta de incentivo por parte dos governos, de todas as esferas. “Somente 36% dos municípios que têm um plano efetivamente, tem previsto o uso preferencial do agregado, esse é um dos grandes gargalos que a usina tem", diz Hewerton Bartoli, presidente da Associação Brasileira de Resíduos da Construção.

O resultado são poucas empresas especializadas neste ramo, afinal, não há um mercado forte para o bastante para gerar alta demanda, mesmo que material não falte para ser reciclado e construir novas obras.

Mas para quem arrisca, tem a garantia de que irá trabalhar com uma obra limpa, que não terá resíduos e entulho em todas as partes, afinal, a maior parte da própria retorna como tijolos e outros produtos reciclados.

Vida nova ao entulho

Lembre-se sempre, todo o aterro que você passar e observar uma montanha de entulho, que é gerado pelo conjunto de fragmentos ou restos de tijolo, concreto, argamassa, aço, madeira, etc., provenientes do desperdício na construção, reforma e/ou demolição de estruturas, como prédios, residências e pontes, pode se tornar em um fábrica de reciclagem que irá fornecer produtos mais baratos e que ainda ajudam a natureza e o visual das cidades que só ganham com aterros vazios ou até mesmo inexistentes.

Leia também: UM CIMENTO SUSTENTÁVEL, FEITO DE RESTOS DE CERÂMICA E AZULEJOS

Fonte foto: fotospublicas.com