Como é e vive o Lêmure e seu Simbolismo Espiritual

  • atualizado: 
lemure

O Lêmure é um primata nativo de Madagascar. A palavra lêmure vem do latim lemurs, que significa espírito. Este animal recebeu esse nome por causa de seu hábito noturno de aparecer entre as árvores da floresta. O lêmure tem hábitos e comportamentos muito interessantes. Temos muito o que aprender com esse animal pela forma gregária e expansiva que ele convive em seu grupo.

Saiba mais sobre os simpáticos e fofos lêmures com o que vem a seguir:

 

1. Classificação científica

  • Família: Lemurídeos
  • Nome comum: Lêmure
  • Nome Científico: Lemur
  • Tipo: Mamífero
  • Dieta: herbívora
  • Vida Média em Estado Natural: até 18 anos
  • Tamanho: A cabeça e o corpo, medem 17,75 centímetros e a cauda, 21,75 centímetro
  • Peso de 5 a 7,5 kg
  • Status perigo de extinção na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN)

2. Origem

Os lêmures são classificados sob a ordem dos primatas.
Eles têm origem dos ancestrais primatas que viveram aproximadamente 63 milhões de anos atrás.
Haviam cerca de 40 diferentes espécies de lêmures.

3. Características

O lêmure pertence à família dos Lemurídeos que compreende os gêneros Lemur, Hapalemur, Lepilemur, Cheirogaleus, Phaner e Microcebus em um total de 14 espécies e 24 subespécies.

São características dos Lemurídeos:

  • Corpo médio ou pequeno, de 12 a 44 cm de altura
  • Focinho alongado e proeminente
  • Dentição constituída por 36 dentes (32 no Lepilemur) dispostos da seguinte forma: oito incisivos, quatro caninos, doze pré-molares e doze molares.
  • Membros anteriores mais curtos que os posteriores.
  • Orelhas cobertas de pelos, cauda longa e pilosa (com muitos pelos)
  • Uma garra localizada no segundo dedo, que utilizam em conjunto com os dentes incisivos inferiores, para se pentear.
  • Todas as espécies vivem na ilha de Madagascar
  • O lêmure vive em grupos
  • Os grupos podem ser constituídos de 6 a 30 membros
  • Estes grupos são liderados pelas lêmures fêmeas

Vejam como vivem os lêmures nos 1º e 2º vídeos da Enciclopédia da Vida Selvagem Larousse:

4. Reprodução

Os acasalamentos e nascimentos acontecem de forma simultânea.
Vários filhotes de pais distintos podem nascer na mesma época.
O acasalamento começa em meados de abril e os nascimentos dos filhotes ocorrem nos meses de agosto e setembro.
As mães lêmures cuidam muito dos seus filhotes e os carregam nos seios ou nas costas.
Os filhotes são cuidados também por outras fêmeas do grupo.

5. Filhotes

lemure 2

No início, o filhote se agarra à barriga da mãe, mas com três semanas passa a se manobrar com facilidade nas costas da mãe.
Os filhotes começam a se alimentarem de alimentos sólidos após a primeira semana.
Iniciam os primeiros passos longe da mãe com 3 ou 4 semanas.
Eles são amamentados durante 5 ou 6 meses.

6. Comportamento

Os bandos de lêmures andam de árvore em árvore, para procurarem alimento ou encontrar um local para dormirem.
Eles têm o hábito de se sentarem reunidos.
Um lêmure cuida e higieniza o outro, existe reciprocidade e cooperação entre eles.
Quando um lêmure quer ser penteado, ele mostra uma parte de seu corpo para seu parceiro que entende o pedido e passa a lambê-lo ou raspar o dente para limpá-lo e depois, aquele que foi limpo e penteado, faz o mesmo com o que o ajudou nesta higienização.
Os lêmures são brincalhões, uma das recreações deles é perseguir um ao outro em círculos e pular um sobre o outro.
Eles são gregários e vivem em bandos de até 20 indivíduos.

Para se comunicar, os lêmures utilizam gritos que podem ter diferentes finalidades:

  • "Conversar" entre si
  • Alertar sobre a presença de predadores e até para marcar território.

Os lêmures são animais territorialistas.

7. Hábitos

Após acordar, o lêmure vai tomar o Sol da manhã, de olhos abertos e pernas estendidas, como se estivesse em meditação.
Depois da alimentação matinal, ele dá um cochilo se estendendo em um galho de árvore.
Os lêmures dormem em grupos.
Costumam saudar o pôr-do-sol com um coro de lamentações

8. Alimentação

 

lemure 3

O lêmure é herbívoro, se alimentando basicamente de várias frutas e vegetais.
Todos são vegetarianos e frugívoros (se alimentam principalmente de frutas).

Alimenta-se dos frutos de certos cactos, que descascam com o auxílio dos longos caninos. Seus alimentos favoritos são vagens de tamarindo.

Ele se hidratam lambendo o orvalho da manhã das folhas ou com o líquido das frutas.
Na estação seca, quando não tem água suficiente na vegetação, o lêmure vai em busca de um rio próximo para suprir sua sede.

Ele faz suas refeições pela manhã e após o cochilo.
Alimentam-se das bagas das árvores que podem alcançar e das frutas que caem no chão.

Devido à vegetação das florestas habitadas pelos lêmures ser esparsa e descontínua, eles percorrem distâncias caminhado em busca de alimento.

9. Habitat

O habitat natural dos lêmures se encontra na ilha africana de Madagascar e em algumas pequenas ilhas vizinhas.
Devido ao seu isolamento geográfico, esta ilha é o lar de muitos animais incríveis que só existem nela.
Devido ao risco de extinção, diversos lêmures vivem em parques de preservação ecológica na ilha de Madagascar.

10. Predador do lêmure

O principal predador do lêmure é o falcão-caçador-cinzento.

Quando um falcão sobrevoa próximo de onde estão os lêmures, eles emitem sons, como um alerta para os demais e descem para se esconderem nos arbustos. Se perceberem que foram descobertos, fogem velozmente.

Outros predadores do lêmure são o gavião, o cão e o gato.
Para espantar o predador em potencial, estes animais produzem sons sincronizados para assustá-lo e fazê-lo recuar.

Mas o predador mais perigoso do lêmure é o homem que o caça para comer ou comercializá-lo e devasta o seu habitat.

11. Lêmures, ameaçados de extinção

Existem indícios de que aproximadamente 14 espécies deixaram de existir, a partir do momento que os humanos habitaram a ilha de Madagascar.

Os lêmures são caçados pelos humanos para lhes servir de alimento. Triste mas tem gente que tem coragem de comer esses seres quase humanos!

Outra ameaça para os lêmures tem sido a devastação das florestas, diminuindo cada vez mais o seu habitat e a vegetação que é a fonte de sua alimentação.

O lêmure-gentil e o lêmure-de-colar-branco estão na lista dos primatas mais ameaçados de extinção.

Leia mais: LÊMURES DE MADAGASCAR: DAQUI A POUCO NÃO SOBRARÁ MAIS NENHUM DELES

12. O Simbolismo do Lêmure e seu Significado Espiritual

lemure 4

O arquétipo do lêmure representa sociabilidade, diversão e alegria e nos recorda que devemos aproveitar o melhor que a vida tem a oferecer, viver o que cada momento tem a oferecer.

Em Madagascar, o lêmure é considerado o Espírito da Floresta, principalmente pelos seus hábitos noturnos, parecendo "vagar" e "flutuar" de uma árvore à outra.

No Xamanismo, o totem animal do Lêmure é associado à positividade, expansividade, amizade e satisfação.

Sonhos com lêmure sinalizam que algo positivo está para acontecer.

Além dos simbolismos associados ao lêmure, ao observar sua simpatia, extroversão e docilidade, difícil de não se render ao seu encanto e graciosidade e perceber como ser simples é tão belo!

Talvez te interesse ler também:

setaCOMO VIVEM OS BEM-TE-VIS? CURIOSIDADES E IMPORTÂNCIA ECOLÓGICA

setaPAVÃO – ORIGEM, CURIOSIDADES E SIGNIFICADOS

setaO CAVALO E SUAS SIMBOLOGIAS ESPIRITUAL E MÍSTICA

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!