Tudo sobre Cavalos – Curiosidades, Raças e Muito Mais

  • atualizado: 
Cavalos

Cavalo é uma das subespécies da espécie Equus ferus, à qual pertence o cavalo doméstico. É um mamífero da família Equidae (asnos e zebras são seus parentes). É um dos animais mais explorados pelo homem desde sempre. Aliás, se não fossem os cavalos, hoje não seríamos quem somos.

Algumas raças são tratadas como verdadeiros objetos de luxo enquanto a maioria das espécimes serviram e servem ao homem como transporte, para puxar carruagens e até bondes, para transportar mercadorias e pesos em geral, até para arar terras.

Os cavalos foram explorados pelos sapiens de todo o jeito possível e imaginário: nos esportes equestres: corrida, adestramento, polo, enduro e salto; no turismo; para exposições militar e em zoológicos e, até em circos para embelezar o picadeiro!

Acredita-se que os cavalos tenham sido domesticados antes de Cristo (6.000 anos) ou antes disso, ou seja, foram (e ainda são) muitos anos de exploração desta espécie!

cavalo carroca

Além disso, há culturas onde comer cavalo é normal. Na Itália por exemplo, por incrível que pareça, algumas papinhas industrializadas para bebê têm cavalo como ingrediente principal, pois dizem que é uma carne muito rica em ferro.

No Japão come-se carne de cavalo crua no sushi. A China também come carne de cavalo e, no Brasil, apesar de acharmos que cavalos são amigos e não comida, assim como cães e gatos, somos grandes produtores de carne de cavalo para consumo. Isso mostra como somos levianos na escolha de quais animais comer, e quais não. É só uma questão cultural, se pensarmos bem, são todos amigos, certo?

CAVALOS, 10 CURIOSIDADES

 

1. Velocidade é a característica deles

São animais velozes (Equus significa “veloz” em grego), pois esta é característica que os cavalos desenvolveram pra fugir de seus predadores. A raça mais rápida de cavalo é a famosa Puro-sangue inglês que alcança, em média, a velocidade de 60 km/h.

2. Éguas, potros, capões e garanhões

Nem todos sabem, mas as fêmeas dos cavalos se chamam éguas; os machos castrados, capão; os não castrados, garanhão; os filhotes são potros.

3. As raças mais caras

As raças de cavalos mais valorizadas são, entre outras, o Quarto de Milha, o Puro-sangue inglês, o Appalooza, o Bretão e o Árabe. Uma potra de Quarto de Milha pode valer mais de 10 mil reais! Um Puro-sangue inglês, mais de 15 mil reais!

4. Hans o cavalo que sabia contar

Hans foi um cavalo famoso no começo do sec XX que “sabia contar”. Ele batia sua pata no chão o número de vezes certa, dando a resposta exata para simples problemas de aritmética. Depois de tanta especulação sobre sua incrível capacidade, descobriu-se que Hans era na verdade incrível em decifrar minúsculas feições no rosto humano (os cavalos usam esta habilidade para se comunicarem entre si) e isso o ajudava a parar de bater a pata quando Wilhelm, seu dono, levantava imperceptivelmente as sobrancelhas ou os ombros indicando a Hans que ele tinha chegado ao resultado correto.

5. Detalhistas e inteligentes

A história acima demonstra que cavalos são detalhistas e inteligentes. Além disso, eles possuem ótima memória, pois conseguem reconhecer pessoas muito tempo depois de tê-las visto pela última vez.

6. Bons ouvidos

Cavalos têm bons ouvidos, reconhecem vozes conhecidas e sons a longas distâncias

cavalos

7. Como dormem os cavalos?

Eles se deitam, mas podem dormir em pé apoiando a maior parte do seu peso sobre as pernas da frente, o restante do peso eles alternam entre as pernas traseiras. Essa sua postura se chama “estação livre”.

8. Sociedade matriarcal

Cavalos são animais sociais e a sociedade deles é matriarcal.

9. “A cavalo dado não se olha os dentes”

A origem do termo vem do fato que, para saber a idade dos equinos, olha-se os seus dentes. Aos dois anos de idade, os cavalos mudam a dentição e nascem dentes amarelados. Quanto mais velho for o animal, mais serão desgastados da mastigação os seus dentes.

10. Cavalos selvagens

Em diversas partes do mundo, existem cavalos selvagens que, para a sorte deles, ainda não foram domesticados pelo homem. Há esperança!

RAÇAS DE CAVALOS

Imagina-se que existam mais de 80 raças de cavalos, ainda que o termo "raça" seja controverso, visto que não há uma definição científica mundialmente aceita sobre a definição do que seria uma "raça".

Na taxonomia dos animais (Reino · Filo · Divisão · Classe · Ordem · Família · Gênero · Espécie · Subespécie) não existe o táxon raça.

Aceita-se porém que uma raça animal é aquela onde os indivíduos possuem características específicas e transmissíveis a outras gerações. Os "puro-sangue" de uma raça  seriam os animais com as mesmas características de seus ascendentes. 

Agora conheça algumas das raças mais famosas de cavalo:

Mangalarga

cavalo mangalarga

Por Mangalarga diz-se duas raças de cavalo: o Mangalarga marchador e o Mangalarga paulista, ambas raças brasileiras.

O marchador é também conhecido como Mangalarga mineiro. São cavalos descendente dos Alter-Real (de origem portuguesa trazidos aqui pela da Corte daquele país), e que foram cruzados com os cavalos crioulos dos fazendeiros do sul de Minas Gerais.

O paulista, como diz o nome tem origem neste estado brasileiro. 

Ambas as raças são de cavalos de sela, usados para montar, para fazer esportes hípicos, para o transporte, etc. São raças extremamente resistentes, que percorrem grandes ditâncias.

Quarto de milha

cavalo quarto milha

Esta raça é de origem norte-americana. No Brasil, infelizmente é muito usado em vaquejadas pois, dizem ser o melhor nesta "atividade recreativa". Esta raça também é muito usada em corridas e para o trabalho no campo. É um cavalo lindo, doce, robusto e veloz.

Cavalo árabe

cavalo arabe

O porte super elegante desta raça, também conhecida como Puro-sangue árabe (cabeça delicada, olhos expressivos, orelhas pequenas, focinho curto, pescoço longo, arqueado e sua garupa reta com cauda alta) fez com que ela fosse muito usada para melhorar outras raças, dando-lhes beleza e refinamento mas também velocidade, resistência e forte estrutura óssea.

Dada a sua resistência e sua capacidade de galope, este cavalo é muito utilizado em corridas.

Estes são os cavalos, algumas raças tratadas como reis, outras como burros de carga, conforme a necessidade e a vontade do homem. Aliás diz-se por aí..."trabalha como um cavalo" em referência a um semi-escravo dos dias atuais, o trabalhador médio, que muito faz e pouco recebe.