Conheça as Ameaças ao Bioma Mata Atlântica

  • atualizado: 
Bioma Mata Atlântica

A Mata Atlântica mudou muito desde a chegada dos portugueses ao Brasil. Comparada com outros biomas brasileiros, é o que mais sofreu com a exploração e destruição de seus recursos naturais, sendo sua mata substituída sistematicamente por ecossistemas artificiais como cidades, e campos para agropecuária.

São aproximadamente 145 milhões de pessoas que habitam em sua área. Desmatamentos sucessivos desde a época da extração do pau-brasil e ciclo econômicos como o do cultivo da cana-de-açúcar, extração de ouro e cultivo de café, colocam esse bioma em um histórico de ameaças.

Hoje, as ameaças mais comuns são a agropecuária, a expansão urbana desordenada, a exploração predatória de madeiras e diversas espécies vegetais, comercialização de animais silvestres, fragmentação das áreas preservadas, a industrialização, pesca predatória, turismo desordenado, o consumo excessivo, produção de lixo e poluição.

mata atlantica 1

Todo esse conjunto de ameaças resultou na destruição de suas florestas, mudando de tal forma a Mata Atlântica, que se compararmos como esse bioma era com os dias atuais, podemos concluir que ele está praticamente irreconhecível.

A Mata Atlântica é um região que concentra uma das maiores biodiversidades do planeta. Além disso, várias dessas espécies são endêmicas. Sua importância é tão grande, que a Unesco a reconhece como Reserva da Biosfera e Patrimônio Nacional.

A maior parte das espécies que correm risco de extinção no Brasil estão concentradas nesse bioma.

Com a diminuição e fragmentação de suas áreas, várias espécies já foram extintas. Podemos definir espécie extinta como aquela que já não existe mais nem na natureza nem no cativeiro.

Nos últimos 50 anos, o ritmo da extinção só tem aumentado com o avanço de um "progresso" sem planejamento.

Dentre as espécies que já foram extintas podemos destacar:

  • Limpa-folha, Philydor novaesi
  • Gritador, Cichlocolaptes mazarbarnetti
  • Caburé-de-pernambuco, Glaucidium mooreorum
  • Perereca-verde-da-fímbria, Phrynomedusa fimbriata
  • Arara-azul-pequena, Anodorhynchus glaucus
  • Mutum-do-nordeste, Pauxi mitu
  • Araraúna , Anodorhynchus glaucus
  • Perereca-de-Santo-André , Phrynomedusa fimbriata
  • Rato-Candango , Juscelinomys candango
  • Maçarico-Esquimó , Numenius borealis
  • Rato-de-Fernando-de-Noronha, Noronhomys vespuccii

foto

Esses são apenas alguns exemplos de animais que foram extintos. O fato é que há muitas espécies em processo de extinção. Se o crescimento desordenado continuar, várias espécies terão o mesmo destino.

Entre as espécies que correm risco de extinção podemos destacar:

  • Araucária, Araucaria angustifolia
  • Imbuia, Ocotea porosa
  • Pau-brasil, Caesalpinia echinata
  • Palmito-juçara, Euterpe edulis
  • Onça-pintada, Panthera onca
  • Casar, Humiriastrum dentatum
  • Ipê-roxo, Handroanthus impetiginosus
  • Arara-azul, Anodorhynchus hyacinthinus
  • Mico-leão-dourado, Leontopithecus rosália
  • Tamanduá-bandeira, Myrmecophaga tridactyla
  • Jaguatirica, Leopardus pardalis

Apesar de todas as agressões que esse bioma vêm sofrendo, milhões de brasileiros dependem da Mata Atlântica para viver. Seja para a produção de água através de seus mananciais, no controle de enchentes e erosões, como fonte de alimentos e produtos medicinais, ou mesmo na manutenção do equilíbrio climático.

Bibliografia:

Coimbra-Filho, A. F. 1984. Situação da fauna na Floresta Atlântica. B. FBCN, Rio de Janeiro, v. 19, p. 89-110.
Câmara, I. de G. 1991.Plano de ação para a mata atlântica. São Paulo: Fundação SOS Mata Atlântica, 152p
Mata atlântica, disponível em: http://www.ib.usp.br/ecosteiros/textos_educ/mata/biblio/biblio.htm. Acessado em 16 de outubro de 2017.
Biomas Brasileiros, disponível em: https://planetabiologia.com/os-principais-biomas-brasileiros. Acessado em 21 de outubro de 2017.
Tabarelli, Marcelo et al. Desafios e oportunidades para a conservação da biodiversidade na Mata Atlântica brasileira. Megadiversidade, v. 1, n. 1, p. 132-138, 2005.
Rocha, A. A. , Costa, J. P. de O. 1998. A Reserva da biosfera da Mata Atlântica e sua aplicação no Estado de São Paulo. Terra Virgem, Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo. São Paulo.

Escrito por Daniel Pereira do PlanetaBiologia.com

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!