2016: o ano das soluções locais para os problemas globais

Esperança Natureza

Enquanto os principais líderes mundiais discutem como solucionar os problemas globais lá do topo da geopolítica mundial, existem pequenas mudanças de estilo de vida que nós, dentro da nossa própria rotina, podemos fazer para contribuir.

Essa é a ideia que o International Year of Global Understanding (Ano Internacional do Entendimento Global, IYGU, em tradução livre) quer promover. O intuito é evidenciar as relações existentes entre ações locais, do dia-a-dia, e os maiores desafios que enfrentamos atualmente, como mudanças climáticas e segurança alimentar. Somente serão apresentadas conexões que já foram comprovadas cientificamente.

O IYGU trará, em cada dia de 2016, uma nova forma de desempenhar alguma atividade diária que já tenha sido provada como mais sustentável do que a prática atual.

A iniciativa está sendo apoiada por três órgãos científicos globais: International Council for Science (Conselho Internacional para a Ciência), International Social Science Council (Conselho Internacional de Ciência Social) e International Council for Philosophy and Human Sciences (Conselho Internacional para a Filosofia e as Ciências Humanas.)

O custo será de aproximadamente €1,5 milhão, mas os idealizadores contam conseguir patrocínios para financiar uma parte deste valor. Serão espalhados 50 centros regionais ao redor do mundo, cuja tarefa será promover eventos locais.

Proposto pela International Geographical Union (União Geográfica Internacional), o IYGU tem atraído a atenção de proeminentes cientistas e políticos, na sua tentativa de traduzir e levar a ciência para questões do dia-a-dia. Alguns têm pontuado que o ano pode ser uma ótima oportunidade de disseminação científica, como meio para aumentar o conhecimento das pessoas e elevar seu interesse pelo assunto.

Entre aqui caso queira saber mais sobre essa iniciativa. (E vamos esperar 2016, que já está batendo na porta, para ouvirmos todas essas recomendações que eles têm para nos dar.)

Leia também: 10 DICAS PARA DIMINUIR O LIXO PLÁSTICO NO DIA A DIA

Fonte foto: freeimages