Projeto pede suspensão do pacote de veneno liberado na mesa dos brasileiros

  • atualizado: 
agrotóxicos

Com o festival de agrotóxicos promovido pelo atual governo federal com a liberação de um químico diariamente, uma resposta para acabar com essa farra veio de um Projeto de Decreto Legislativo (PDL).

O PDL nº 43/2019, de autoria do deputado e ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha, foi apresentado no fim de fevereiro com o propósito de suspender os registros liberados de mais de 60 químicos usados em agrotóxicos, como informa o site do IDEC (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor).

O nutricionista do IDEC, Rafael Arantes, avalia que:

“Historicamente, o Instituto atua contra o uso indiscriminado de agrotóxicos em virtude dos perigos para a saúde humana e impactos ambientais que esses produtos ocasionam. Agora, com essa avalanche de aprovações pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) não seria diferente. Vamos continuar apoiando medidas que assegurem o bem-estar de todos, como é o caso desse projeto”.

As liberações publicadas no Diário Oficial da União (DOU) autorizando a comercialização de diversos agrotóxicos no Brasil não foram acompanhadas por um amplo debate sobre segurança alimentar com a sociedade brasileira, bem como sobre os seus efeitos para o meio ambiente e para a saúde de trabalhadores rurais e de consumidores.

Conforme salienta Arantes:

“Por interferir diretamente na saúde da população e nos recursos naturais, as autoridades e agências competentes precisam estar empenhadas em ampliar o monitoramento, avaliação e pesquisas de forma autônoma acerca dos impactos dos agrotóxicos”.

O PDL precisa, ainda, ser analisado pelas comissões de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, e de Constituição e Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados.

Participe da vida política do país

Você sabia que você pode votar, no site da Câmara, nos projetos de lei em tramitação?

A Câmara que saber a opinião dos cidadãos brasileiros sobre o PDL proposto pelo deputado Alexandre Padilha. Informe-se e diga o que você acha do PDL AQUI.

#Chegadeagrotóxicos

Para dar um basta nas liberações de agrotóxicos no Brasil, o Idec se associou, já em 2017, à plataforma #ChegaDeAgrotóxicos, cujo objetivo é impedir o Pacote de Veneno e promover a Política Nacional de Redução de Agrotóxicos (Pnara).

É fundamental que toda a sociedade brasileira esteja engajada em uma política de segurança alimentar e de respeito ao meio ambiente, já que o contexto é totalmente desfavorável. Em apenas 10 dias de governo, foram aprovados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) quarenta novos agrotóxicos. Em 42 dias, essa lista aumentou para 57 novos produtos, sendo um número expressivo deles classificado como “extremamente tóxicos”, o maior grau na escala toxicológica.

Saiba mais sobre a liberação de agrotóxicos nos links abaixo.

Talvez te interesse ler também:

1 AGROTÓXICO POR DIA É LIBERADO PELO NOVO GOVERNO. MUITOS EXTREMAMENTE TÓXICOS

BRASIL: NÚMERO DE CASOS DE CÂNCER DE CÓLON AUMENTA POR CAUSA DOS AGROTÓXICOS, REVELA ESTUDO

A EXPOSIÇÃO AO GLIFOSATO E A ESSES DOIS INSETICIDAS AUMENTAM O RISCO DE CÂNCER. NOVO ESTUDO

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!