Pau-tenente, planta boa para tratar diabetes, malária, câncer e outras doenças

Pau-tenente, planta boa para tratar diabetes, malária, câncer e outras doenças

É muito bom poder contar com o poder de cura das plantas medicinais, melhor ainda é que novas descobertas são feitas diariamente, ou melhor, redescobertas, pois muitas das plantas que estão surgindo na mídia atualmente, já foram de conhecimento de nossos avós há muito tempo.

O Pau-tenente é uma dessas plantas, já ouviu falar? De nome pode parecer um pouco estranho, mas pode ser que já tenhamos visto essa planta em algum lugar e não lembramos. O fato é que muitos estudos foram realizados com ela, os quais comprovaram que esta planta medicinal é eficaz no tratamento de muitas doenças, dentre elas a malária, o câncer, rosácea e diabetes.

Por isso, vamos aprender que planta é essa, quais são suas propriedades medicinais e como usá-la.

pau tenete 2

Que planta é essa?

O Pau-tenente (Quassia amara L.) pertence à família Simaroubaceae, é um arbusto nativo do Norte do Brasil, principalmente da região do Baixo Amazonas. Conhecido também como Quassia, Murubá, Pau Amargo e Quina de Caiena, ele é composto por alcalóides, terpenóides e cumarinas, o que faz com que ele seja indicado farmacologicamente como um tônico para tratar tanto problemas estomacais como para abrir o apetite.

O Pau-tenente cresce como um arbusto grande de 2 a 5 metros de altura, com copa estreita e rala. Seu caule não é muito grosso e a parte mais utilizada são as lascas da madeira, por isso o nome “Pau-tenente”, mas também pode-se utilizar as folhas, depende do caso.

O arbusto de Quassia amara possui cachos de flores vermelhas que são também muito utilizadas em paisagismos.

Usos medicinais

Diversos estudos realizados com o Pau-tenente em animais, apresentaram resultados relevantes no tratamento de diversas doenças, o que fizeram com que ele passasse a ser considerado um poderoso antibiótico, com capacidade inibidora de bactérias, e ainda é extremamente eficaz no tratamento das seguintes doenças:

Anemia

Um estudo nigeriano demonstrou que o uso do Pau-tenente eleva a quantidade de glóbulos vermelhos e hemoglobina, o que é positivo no tratamento deste tipo de problema.

Dermatite

Um estudo argentino demonstrou que uma pomada com apenas 4% de extrato de Pau-tenente foi mais eficiente do que os medicamentos convencionais utilizados para este fim.

Rosácea

Outro estudo argentino demonstrou que a mesma pomada teve efeitos iguais ao dos medicamentos convencionais, sem qualquer efeito tóxico.

Problemas estomacais e intestinais

Uma pesquisa realizada na Costa Rica demonstrou que extratos da casca e madeira de Pau-tenente tiveram a capacidade de reduzir a formação de úlceras gástricas aumentando a cobertura das mucosas estomacal e intestinal.

Malária

Um estudo francês e um estudo nigeriano demonstraram que o extrato das folhas de pau-tenente tem uma ação inibidora do desenvolvimento do Plasmodium.

Diabetes

Um estudo indiano demonstrou que o uso do extrato do caule de Pau-tenente teve a capacidade de controlar a glicemia e melhorar a tolerância ao açúcar em animais com diabetes tipo 2, melhorando ainda a obesidade associada à doença. Um estudo brasileiro, demonstrou que o extrato da madeira do Pau-tenente conseguiu normalizar a glicemia de animais diabéticos com a mesma eficiência que a Metformina, um medicamento químico para este problema.

Leucemia

Um estudo americano demonstrou que algumas das substâncias presentes no Pau-tenente tem ação contra o desenvolvimento da leucemia.

Câncer

Um estudo francês, comprovou-se que o pau-tenente também tem uma potente ação antitumoral, evitando a formação de tumores em vários tipos de câncer, com efeitos tão eficientes quanto o quimioterápico convencional.

Como usar?

Devido às propriedades medicinais do Pau-tenente, ele pode ser utilizado para diversas finalidades, mas para conseguirmos extrair esses benefícios, aconselha-se a utilizá-lo como infusão, decocção, extrato, extrato fluido, pó, tintura, elixir, vinho ou xarope.

Para fins terapêuticos são utilizadas as folhas secas, pó ou óleo. Veja como preparar:

DECOCÇÃO

Coloque 2 colheres de sopa de cascas de Pau-tenente picadas em um litro de água. Deixe cozinhar por cerca de 10 minutos a partir do momento em que se inicia a ebulição. Após esse tempo, retire do fogo e deixe repousando, tampada, por 10 minutos. Coe e está pronto para o uso. Tomar de 2 a 3 xícaras ao dia.

INFUSÃO

Coloque 6 colheres de sopa das folhas de Pau-tenente em um litro de água fervente. Faça banhos em caso de sarampo ou piolhos.

Contraindicações

Apesar do chá de Pau-tenente não ter contraindicações e ser muito utilizado popularmente, recomendamos que consulte o seu médico antes de fazer uso dele para tratar qualquer um dos problemas de saúde listados acima.

Mesmo ele sendo muito eficaz, nenhum medicamento fitoterápico deve ser utilizado sem a consulta de um profissional.

Talvez te interesse ler também:

ALCARÁVIA: 14 PROPRIEDADES E 18 BENEFÍCIOS!

FRUTA-DO-MILAGRE: BOA PARA PERDER PESO! ANTICÂNCER, ANTIDIABETES E MUITO MAIS

CHÁ DETOX DE ALFAVACA: RECEITAS E CONTRAINDICAÇÕES

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

9 comentários em “Pau-tenente, planta boa para tratar diabetes, malária, câncer e outras doenças”

  1. Avatar
    Maria Sandra

    Nossa estou surpresa, com os benefícios que esse produto trás…Já estou tomando a alguns dias e já sinto a diferença em minha saúde estomacal está de parabéns…

  2. Avatar

    Bom dia.
    Outro dia fiz um teste:
    Medi a glicemia e estava 160
    Tomei a agua de pau tenente e em duas horas estava em 85, funciona mesmo

  3. Avatar

    Posso tomar chá de pau tenete todos os dias? pois tem alguns meses que tomo todos os dias e minha glicemia esta boa.

    1. Daia Florios
      Daia Florios

      Luiz, parece que sim, mas o site é só de informação mesmo e não substitui a consulta médica. Ou sejam pergunte ao teu médico para seguir fazendo um uso seguro. um abraço <3

    1. Avatar

      Eu deixo na água de um dia pra outro , na garrafa ,tomo durante o dia ,minha diabetes foi 190 ,tô quase chegando lá, tava 300 ,tô controlando ,conheci uma pessoa que era 500 , baixou tanto, que o médico pediu pra ela começar comer doce ,um abraço

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *