Suíça: chega de guloseimas nos caixas de supermercados. Frutas no lugar delas! 

Frutas no lugar de guloseimas nos caixas de supermercados

Para você ver como existem soluções muito simples para grandes problemas. Na Suíça, doces, balas e guloseimas em geral, vão desaparecer dos caixas dos supermercados da rede Lidl; e serão substituídos por alimentos mais saudáveis​​, como frutas frescas e secas. Então, adeus às barras de chocolate, doces, gomas de mascar e outros doces e petiscos que atraem principalmente as crianças e pior, na hora da fila do caixa, o que é de fato uma covardia conosco e principalmente com elas.

Trata-se do projeto "caixa alternativa", destinado a proibir a exposição nos caixas de qualquer tipo de produto insalubre, doces ou salgados. A mudança se será principalmente nos caixas principais e mais movimentados dos supermercados, com uma sinalização clara indicando os caixas alternativos, para que o cliente se oriente bem.

Na Suíça, a venda de frutas e verduras diretamente no caixa é uma novidade. A oferta dos caixas alternativos incluirá também produtos não alimentares.

Nos caixas alternativos dos supermercados Lidl, os consumidores suíços encontrarão além das frutas frescas ou secas, alimentos naturais e bebidas saudáveis​​. A estratégia já está sendo administrada em 600 lojas no Reino Unido, como resultado de um inquérito destinado aos clientes. 68% dos pais afirmaram que seus filhos eram muito atraídos pelos snacks disponíveis nos caixas, e quase sempre os pais atendem aos pedidos dos filhos (imagino que para evitar que a criança faça AQUELE escândalo).

"Com os caixas alternativos nós respondemos aos desejos de tantos pais para que, fazer as compras com crianças, deixe de ser sinônimo de estresse. Agora nossos clientes terão uma opção alternativa", explicou o porta-voz cadeia de supermercados.

Compras compulsivas no caixa, na verdade, graças a esta estratégia se tornará menos prejudicial para a saúde dos consumidores.

Lidl declarou que estava disposta a aceitar uma perda da sua receita econômica no início por causa desta mudança, e garantiu que no momento, o mais importante é ser capaz de oferecer uma alternativa sustentável aos consumidores. O projeto envolverá toda a Suíça com seus 95 pontos de venda.

Muito bom! Você conhece no Brasil algum supermercado que já esteja aplicando esta ideia?

Leia também: Ensine as crianças a dizerem não ao consumismo

Fonte foto: theguardian.co.uk