Poeira doméstica: conheça as substâncias tóxicas que respiramos todos os dias

poeira-casa

Não somente aos ácaros, a poeira doméstica nos expõem a uma ampla gama de substâncias potencialmente tóxicas provenientes de produtos de nosso uso diário. É o que revela um novo estudo conduzido por especialistas do Milken Institute School of Public Health da George Washington University.

Amostras de poeira coletadas em diferentes áreas dos Estados Unidos foram usadas como dados para a primeira meta-análise feita sobre esta tema, para que os pesquisadores pudessem identificar as 10 substâncias mais frequentemente encontradas na poeira domiciliar.

A primeira substância da lista, que é a mais comum, é chamada DEHP e faz parte dos compostos químicos da família dos ftalatos. Os ftalatos, em geral, são as substâncias mais encontradas na poeira doméstica, seguidos dos fenois e dos retardadores de chama.

O estudo é a primeira análise das substâncias químicas provenientes dos produtos de uso diário, como detergentes e produtos de beleza, que permanecem na sujeira da casa. E mostra que crianças e adultos são expostos diariamente à estas substâncias, que podem ser potencialmente tóxicas, e causar problemas de saúde.

Corremos o risco de engolir, inalar ou mesmo de absorver através da pele, toda a poeira doméstica que se repousa na mobília e nos pisos, conforme alertam os especialistas.

As substâncias químicas presentes na poeira doméstica vêm principalmente dos detergentes, dos produtos de limpeza, de beleza, dos revestimentos sintéticos em pavimentos, dos materiais de construção e dos móveis.

Em particular, o estudo revela que:

1. Numerosas substâncias potencialmente tóxicas foram identificadas em 90% das amostras de pó analisadas, incluindo um agente cancerígeno conhecido, o TDCIPP, um retardador de chama que é frequentemente usado em mobiliário e em produtos para bebês.

2. A poeira doméstica contêm 4 classes de substâncias potencialmente perigosas em grandes quantidades: ftalatos, fenóis, retardadores de chama e compostos fluorados que são usados ​​na produção de panelas antiaderentes (teflon).

3. Os retardadores de chama usados em berços, e em outros produtos para bebês, podem representar uma ameaça para a saúde das crianças.

4. Os ftalatos, que podem estar presentes especialmente nos detergentes e nos produtos de beleza, são susceptíveis de interferir no nosso sistema endócrino e na produção dos nossos hormônios. Estas substâncias têm sido associadas ao declínio intelectual e a problemas respiratórios em crianças.

5. Substâncias como o PFOA podem estar presentes nas caixas de pizza, nos produtos com revestimentos antimancha ou impermeáveis e nos smartphones. Eles poderiam causar problemas nos sistemas imunológico, digestivo e endócrino.

O que podemos fazer para nos proteger?

De acordo com os especialistas, os consumidores que desejarem reduzir sua exposição às substâncias indesejáveis ​​presentes na poeira doméstica, devem tentar reduzir o acúmulo de poeira usando um aspirador de pó com filtro HEPA, e devem evitar o uso de detergentes e de produtos de beleza que contenham tais substâncias potencialmente perigosas.

Os detergentes comuns podem ser substituídos por muitos produtos caseiros, não-tóxicos, que utilizam matérias-primas ambientalmente amigáveis, como o bicarbonato de sódio, o ácido cítrico, o sabão natural, a borra de café e o suco de limão para limpar a casa.

Também não se esqueça da importância de escolher as plantas que ajudam a purificar o ar.

Leia mais: 

AS 5 PLANTAS MAIS EFICIENTES PARA PURIFICAR O AR DA SUA CASA

10 PRODUTOS DE LIMPEZA QUE VOCÊ NUNCA MAIS DEVERÁ COMPRAR

COSMÉTICOS NATURAIS - FAÇA VOCÊ MESMO UM KIT COMPLETO (VÍDEO)

A meta-análise "Consumer product chemicals in indoor dust: a quantitative meta-analysis of U.S. studies" acaba de ser publicada na revista científica Environmental Science & Technology.

Leia mais sobre substâncias tóxicas presentes em produtos de uso diário: 

OS INGREDIENTES MAIS TÓXICOS PRESENTES NOS COSMÉTICOS

VELAS PERFUMADAS: EXISTEM RISCOS PARA A SAÚDE?

PRODUTOS QUÍMICOS PERIGOSOS: PFC ATÉ MESMO NOS LUGARES MAIS REMOTOS

TINTURA PARA CABELOS: MAIS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO SANGUE DOS CABELEIREIROS