Como plantar bucha vegetal para ter lindas, orgânicas e multiuso buchas em casa

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Querendo fazer bem ao planeta e a si mesmo usando bucha vegetal em vez de esponjas multiuso, feitas de plástico poluente?

São muitos os usos e benefícios da bucha vegetal:

E o melhor, trata-se de uma planta fácil fácil de plantar. Vamos saber como?

A esponja é da família dos cucurbitáceos, a mesma do pepino, chuchu, abóbora, morango, melancia, mas a forma de florescimento é muito parecida com a do chuchu. São plantas trepadeiras e precisam de apoio para se desenvolver, principalmente nas espécies de bucha cumprida, no caso as esponjas, porque ficam muito pesadas e tendem a derrubar a planta no chão se não estiverem com base de apoio ou sustentação.

A média de semeadura e colheita é de 120 dias, posteriormente é possível colher frutos semanalmente, dependendo do potencial do fruto, variedade e condições físicas e climáticas.

A bucha é extremamente fácil de ser cultivada, podendo ser encontrada até em margens de estradas e quintais de casas, bastando usar as sementes presentes dentro do fruto, pretas ou brancas, mas é preciso secá-las antes de plantar.

Como plantar

Segundo explica Milton Batelochi, agricultor de Rio Claro-SP, existem duas formas de plantar a bucha vegetal. A primeira, mais simples, é através de mudas, que já cultivadas, basta replantar agarradas ou próximas em outra árvore para subir com um “cipó” ou pode ser amarrada a uma cerca, muros, varões, postes ou pergolados, e crescer como trepadeiras.

A segunda, em forma de sementes, encontradas dentro do fruto, ou seja, da própria bucha vegetal.

  • Devem ser retiradas da planta e deixadas ao sol até ficarem bem sequinhas.
  • Depois, deixe hidratar por algumas horas numa bacia ou copo com água, dependendo da quantidade, não é obrigatório, mas esse processo ajuda bastante o broto a sair da casca.
  • Depois plante em terra adubada se for em vaso, ou se for no chão, “prepare” a terra, removendo-a e deixando “fofa”, para o broto conseguir romper a superfície dura.
  • Regue com pouca água todo dia, deixando ao sol, em algum momento do dia.

Hora de colher

O momento certo de colher o fruto é quando a bucha estiver com a casca bem amarelinha. Atente-se, quando ela estiver com a casca preta é porque “passou” do ponto.

Quando o fruto está no ponto certo, a casca está amarela e quando retirada, a bucha estará um pouco úmida. Bata numa superfície dura para retirar as sementes, elas irão cair pelos buraquinhos, e por causa da umidade, é possível que saia também uma “baba”.

Depois disso, lave bem a bucha e deixe secar.

Pronto, você terá uma linda, orgânica e multiuso bucha vegetal para usar, além de várias sementes para plantar.

Tingimento das buchas

Quer deixar suas buchas mais bonitas e diferentes. Que tal colocar uma cor nelas. Basta tingir com corantes naturais. Você pode usar a cúrcuma, urucum, páprica, clorofila (maceração de hortaliças verdes, como couve), beterraba, escolha um, mergulhe na água, coloque a bucha, aguarde e depois deixe secar.

Por se tratar de um procedimento simples, sem fixador, é possível que a cor saia com o uso, mas no início, vale a pena!

Talvez te interesse ler também:

Como plantar limão em uma taça, para perfumar e decorar sua casa

A esponja de lavar louças é o objeto mais sujo da cozinha?

Casca da laranja: não jogue fora! Veja receitas e ideias para usá-la de muitas maneiras

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Juliane Isler, advogada, especialista em Gestão Ambiental, palestrante e atuante na Defesa dos Direitos da Mulher
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Instagram
Siga no Facebook