Como plantar maracujá: dicas práticas de cultivo

como-plantar-maracuja
O maracujá, Passiflora edulis, dá no maracujazeiro (ramada de maracujá, trepadeira). É uma planta espontânea, que nasce sozinha, típica das matas tropicais e subtropicais do continente americano.

A flor do maracujá

Por sua flor, a Flor da Paixão, o maracujá também é cultivado como planta ornamental, apoiado em pérgolas ou suspenso, amarrado a muros, ou recobrindo algum canto de jardim ensolarado.

flores maracuja

Flores de maracujá

Dicas antes de plantar Maracujá

O maracujá prefere solo leve e profundo, com boa drenagem, que não encharquem nos períodos chuvosos pois as raízes apodrecem facilmente. Também não tolera geadas e ventos frios - a temperatura ideal para o maracujá dar suas lindas flores e saborosos frutos é uma média de 25º C. Esta é uma planta bianual, que cresce o ano todo e, caso o inverno seja mais frio, dá uma parada, uma adormecida.

Mas, ter maracujá no jardim é se preocupar com o regime de chuvas - bem distribuídas - e suprir sua falta com regas (nunca regue com sol forte, espere o anoitecer, é sempre melhor). Mas, se a sua região é muito úmida, apesar da abundância de chuvas, a umidade dificultará o florescimento e aumentará a ocorrência de pragas.

Bem, ter um maracujazeiro no quintal é poder conviver com abelhas, mamangavas e outros polinizadores de todo tipo, e não só. Também com uns lindos insetos furta-cor, os percevejos do maracujá, que colocam seus ovos nos frutos em formação - e lá se vai a colheita. Os percevejos sugam a seiva da planta e a matam por exaustão, caso não sejam impedidos.

Em casa, o jeito é catar os bichos com a mão e dar um fim digno.

Para evitar algumas pragas que podem atacar seu pé de maracujá, não plante o mesmo perto de pepino, melancia, abóbora, melão, ervilha e tomate pois, estas hortícolas são atrativas para muitas espécies de pulgões.

percevejo do maracujá

Foto - Percevejo do Maracujá 

Como plantar maracujá

A melhor época para plantar maracujá é entre julho e agosto. Semeie, de 3 a 4 sementes, em caixas tretrapak ou sacos plásticos. Depois de 20 dias as sementes germinarão e é bom retirar aquelas mudinhas mais fracas deixando uma por recipiente. As mudas podem ser colocadas no local definitivo depois de 60 a 80 dias, com 20 a 25 cm de altura. Mantenha a irrigação abundante, sem encharcar a terra, até que estejam perfeitamente enraizadas, ou seja, soltando folhas e brotos novos.

Antes do transplante para o local definitivo, adube bem o solo da cova - saiba que você precisará de um adubo que forneça matéria orgânica (estrume bem curtido, por exemplo), calcário, fósforo e potássio. Se for plantar mais de uma muda, deixe um espaço de 2 a 3 metros entre elas. Faça o transplante em um dia chuvoso e proteja as mudas novas do sol direto. O pé de maracujá só vai aguentar o sol pleno depois que estiver bem pegado.

Na mata, o maracujá nasce por baixo das árvores e, só encontra o sol, frutifica e dá frutos, quando alcança o topo destas.

O pé de maracujá é mole e suas ramas vão se enrolando onde encontram sustentação, é assim que ele sobe para encontrar o sol. Então, faça uma estrutura, de madeira ou arames lisos, para o seu maracujazeiro se apoiar e subir. Deixe o pé crescer e se estender, livremente, ou vá direcionando, amarrando frouxo, as ramas para os lados que te interessam ter plantas e flores.

Sem pragas

Para evitar as pragas será preciso retirar, à mão, as ervas concorrentes com o maracujazeiro, deixando a base da planta limpa. Também é aconselhável não plantar o maracujá ao lado das hortaliças pois, eles têm os mesmos predadores. Dê uma lida aqui  e aqui  se quiser conhecer melhor as pragas do maracujá. Mas, evite usar produtos químicos para controlá-las, senão a coisa perderá sua graça e qualidade, não é?

Leia mais: 11 FERTILIZANTES E PESTICIDAS ORGÂNICOS FEITOS EM CASA

Mas, vale a pena o esforço de ter um pé de maracujá no quintal, ou no canto ensolarado da varanda, para onde você poderá deslocar sua muda plantada em vaso, quando ela já estiver bem fortalecida.

Você poderá plantar o maracujá comum, daquele amarelo, grande, que se encontra em qualquer supermercado, o roxo, o pequeno, o doce, o de suco e até alguma variedade nativa mais adaptada ao clima da sua região, como é o maracujá da caatinga ou o maracujá do cerrado cujo cultivo a Embrapa está incentivando.

Especialmente indicado para você:

setaMARACUJÁ: BENEFÍCIOS NUTRICIONAIS E REMÉDIO NATURAL

setaFARINHA DE MARACUJÁ E SEUS BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE‏

setaCOMO FAZER MOUSSE DE MARACUJÁ? A RECEITA PASSO A PASSO