Fofura, este macaco-da-noite é o jupará, espécie semeadora de cacau, em risco de extinção

Você já ouviu falar do jupará? Este animal também conhecido como macaco-da-noite é o Potus flavus.

Essa fofura de animal, apesar da denominação “macaco-da-noite”, não é um primata. Seu nome se deve aos hábitos noturno e arborícola (vive em árvores) da espécie, que frequenta florestas fechadas e com copas de árvores entre 20 e 30 m de altura. 

Características 

O jupará é um animal da família Procyonidae, a mesma dos quatis e dos guaxinins e é muito parecido com o lêmure

Ele é um mamífero de pequeno porte, com tamanho médio de 58 cm de comprimento de corpo e 48 cm de cauda preênsil, ou seja, uma cauda que serve para esse animal se pendurar e manter a estabilidade nos galhos das árvores, como um quinto membro do corpo.

Dieta alimentar

Basicamente, o jupará é frugívoro, quer dizer, se alimenta de frutos, mas pode ocasionalmente se alimentar de insetos e pequenos vertebrados. 

Ele também se alimenta de néctar e mel e para isso o animal utiliza sua língua longa e flexível. Esse hábito alimentar lhe rendeu outro nome curioso pelo qual ele também é conhecido, o urso-do-mel

Veja neste vídeo o jupará se alimentando de uma jaca na região da Mata do Passarinho, entre Minas Gerais e Bahia.

Habitat

Estes animais ocorrem nas Américas do Norte e Central. No Brasil, o jupará vive mais intensivamente na região da Amazônia, porém pode ser encontrado na Mata Atlântica litorânea do leste do Brasil. 

Infelizmente, devido ao desmatamento da Amazônia, o habitat desse animal está ameaçado e, por consequência, também a preservação da sua espécie!

Outro perigo que o jupará vem sofrendo em seu habitat é a ação de traficantes de animais silvestres, que capturam esse animal para comercializá-lo como pet.

Comportamento

jupara wwf

Fonte foto: WWF

O jupará costuma ter um comportamento solitário, mas também pode ser encontrado em grupos de até quatro indivíduos, principalmente quando estão se alimentando.

Procriação

Sua procriação varia entre 1 e 2 filhotes por gestação e os nascimentos costumam ocorrer no verão, com intervalo de um a dois anos entre uma gestação e outra. 

A duração da gestação é de 98 e 120 dias e, ao nascerem, os filhotes podem pesar entre 150 e 200 gramas, abrindo os olhos entre o 7º e o 19º dia e se alimentando de comida sólida a partir de 7 semanas, quando já começam a se pendurar com a cauda nas árvores.

O macho da espécie adquire a capacidade de reproduzir com a idade de um ano e seis meses, em contrapartida, isso só ocorre na fêmea quando ela está com dois anos de idade.

Tempo de Vida

Em cativeiro o jupará pode alcançar até cerca de 24 anos, embora haja quem diga que esta espécie pode viver por volta de até 40 anos de idade.

Jupará, um semeador de cacau

O jupará aprecia se alimentar do cacau e por isso acaba espalhando as sementes desse fruto para outros locais, sendo assim, este animal desempenha o importante papel de “semeador de cacau”.

O jupará precisa das árvores para viver!

Esta é mais uma espécie que precisa de atenção pois, por viver basicamente nos galhos das árvores, o desmatamento da Amazônia representa um perigo à sua preservação!

Talvez te interesse ler também:

LOST AND FOUND: ESPÉCIE ANIMAL CONSIDERADA EXTINTA, FOI ENCONTRADA DEPOIS DE 30 ANOS

10 FAMOSAS MULTINACIONAIS DO RAMO DOS COSMÉTICOS QUE AINDA TESTAM EM ANIMAIS

MINHOCAS: CURIOSIDADES E A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DELAS

Professora, alfabetizadora, formada em História pela Universidade Santa Cecília, tem o blog A Vida nos fala e escreve para GreenMe desde 2017.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Instagram
Siga no Facebook