Dragões-de-Komodo roubados por turistas de uma ilha na Indonésia!

  • atualizado: 
Dragões de Komodo

Uma ilha turística que faz parte do Parque Nacional de Komodo, na Indonésia, será fechada para visitação a partir de janeiro de 2020, por 12 meses.

O porta-voz do Ministério do Meio Ambiente de East Nusa Tenggara, província da Indonésia, Marius Jelamud, explicou que o motivo dessa decisão são os constantes roubos dos Dragões-de-Komodo, que vivem na ilha e estão em perigo por conta disso.

Nos últimos dias, após a polícia ter descoberto uma rede que contrabandeava os Dragões-de-Komodo, foi necessário tomar essa decisão.

Através dessa rede de contrabando, 41 Dragões-de-Komodo foram traficados e comercializados, sendo cada um vendido a um valor de cerca de U$ 35.000,00 (R$135.000,00).

"Os criminosos pretendiam enviar os animais para três países do Sudeste Asiático via Cingapura", disse Akhmad Yusep Gunawan, chefe da unidade de crimes especiais da polícia de Java.

Os compradores que contribuem para esse contrabando, utilizam o animal para criar um tipo de antibiótico alternativo, sem comprovação nem apoio científico.

Essa situação na Indonésia deixa o Dragão-de-Komodo mais ameaçado, pois, de acordo com dados da União Internacional para a Conservação da Natureza-IUCN, essa espécie foi classificada como vulnerável à extinção.

Infelizmente, se esses exuberantes répteis continuarem sob esse risco poderão desaparecer.

Segundo os dados da UNESCO, atualmente existem 5700 Dragões-de-Komodo espalhados no Parque Nacional de Komodo, habitat natural deles e considerado Patrimônio da Humanidade.

Os Dragões-de-Komodo são os maiores lagartos do planeta e existem  há centenas de milhares de anos.

Eles são animais extraordinários e se assemelham aos dragões mitológicos, não são agressivos e raramente atacam humanos, a não ser que se sintam ameaçados ou em perigo.

Com o fechamento da ilha de Komodo, as autoridades esperam deter o contrabando e tráfico desses animais, para assim efetivamente implementar um programa de conservação, visando aumentar a população dessa espécie, que cada vez mais vem se reduzindo.

Mais uma espécie em perigo e, ao que parece, fechar a ilha por um ano poderá não ser o suficiente para a sua preservação. Pelo visto, mais medidas precisarão ser tomadas para livrá-los da ganância e da ignorância humana.

Talvez te interesse ler também:

JACARÉ: SIMBOLOGIA, SIGNIFICADO NOS SONHOS E IMPORTÂNCIA NA VIDA

EM MEMÓRIA DE DAPHNE SHELDRICK, A MULHER QUE PASSOU A VIDA SALVANDO ELEFANTES ÓRFÃOS NA ÁFRICA

MORTA UMA DAS ÚLTIMAS 4 TARTARUGAS YANGTZE. AS GIGANTES DA NICARÁGUA TAMBÉM EM RISCO

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!