10 animais marinhos em extinção

  • atualizado: 
tartaruga-marinha

Baleia, golfinho, tubarão, peixe-boi, boto do mar. Criaturas marinhas facilmente encontradas nos oceanos. Mas talvez não por muito tempo. A ameaça de extinção há muito saiu das superfícies terrestres, hoje os seres vivos que habitam nas águas também têm que conviver com esse risco.

E o grande responsável por essa ameaça é a espécie humana, com seus equipamentos cada vez mais modernos, e sua mentalidade autocentrada. Ninguém percebeu ainda, mas um estudo da Universidade de Stanford traz o alerta: se as coisas continuarem iguais, criaturas marinhas de grande porte vão sumir da terra igual os dinossauros de outrora.

Leia também: A MUDANÇA CLIMÁTICA ESTÁ REDUZINDO O TAMANHO DOS PEIXES

Algumas espécies correm mais riscos que outras. Conheça abaixo quais são elas.

1. Vaquita (Phocoena sinus

vaquita pesca

A vaquita é um boto da mesma ordem das baleias e golfinhos (Cetacea). Ele é um dos animais que mais correm risco de extinção, se igualando aos pandas, e é considerada o menor boto do mundo. O grande problema, nesse caso, é a pesca ilegal. Alguns povos consideram a carne da vaquita uma iguaria, com poderes medicinais, como é o caso dos chineses. O Comitê Internacional para a Recuperação da Vaquita estima em 30 o número remanescente destes seres aquáticos.

2. Baleia-azul (Balenoptera musculus)

baleia azul

Considerada o maior animal do planeta, Existem pelo menos três subespécies de baleia-azul Balenoptera musculus que vivem nos mares da Antártica e nos oceanos Índico, Pacífico e Atlântico.  A IUCN (International Unior for Conservation of Nature), classifica a baleia-azul como "em perigo" o que significa que esses seres correm sério risco de extinção. Atualmente, as estimativas globais dão conta de 10.000-25.000  indivíduos dessa espécie, correspondente a aproximadamente 3-11% da sua população em 1911.

3. Peixe-boi marinho (Trichescus manatus Linnaeus)

peixe boi

O peixe-boi marinho é um mamífero que habita as águas do continente americano (norte, sul e central). Na lista IUCN ele está classificado como "vulnerável" mas a espécie no Brasil é considera a do mamífero aquático mais ameaçado de extinção. Em várias localidades ele já está extinto (Antígua e Barbuda; Aruba; Barbados; Dominica) etc.

4.Tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea

tartaruga de couro

Essa tartaruga-gigante, que pode medir até 2 metros e pesar 900 quilos, é protegida pelo Projeto Tamar, iniciativa brasileira que atua na preservação das espécies de tartarugas marinhas, ameaçadas de extinção. Esta é uma espécie “criticamente em perigo”.

5. Tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata

tartaruga de pente

Também protegida pelo Projeto Tamar, a tartaruga-de-pente está criticamente ameada, segundo classificação da IUCN. O maior risco, nesse caso, deve-se a procura pelos ovos e cascos das fêmeas.

6. Toninha (Pontoporia blainvillei)

toninhaFonte foto: oglobo

A toninha é o golfinho mais ameaçado de extinção em todo Atlântico Sul pois sofre das consequências da pesca desenfreada. É um golfinho muito “tímido” e só visita a superfície para respirar, quando fica mais vulnerável à capturas. Está como "vulnerável" na lista vermelha da IUCN. 

7. Scaturiginichthys vermeilipinnis (Scaturiginichthys vermeilipinnis)

scaturiginichthys vermeilipinnisFonte foto: rainbowfish.angfaqld.org.au

Esse pequeno peixe australiano, que costuma medir até 3 centímetros de comprimento, também corre risco de extinção. Segundo estimativa da IUCN, restam de 2 a 4 mil exemplares desta espécie, atualmente classificada como "criticamente em perigo".

8. Tubarão-baleia (Rhincodon typus) 

tubarao baleia

É o maior peixe não extinto e sofreu redução pela metade de sua população, nos últimos 50 anos. Além da caça ilegal, eles são alvo também dos propulsores das embarcações pesqueiras, por ser um peixe lento.

9. Tubarão-branco (Carcharodon carcharias)

tubarao brancoConsiderado o maior peixe predador, em termos de tamanho, o tubarão-branco pode chegar a 7,51 metros e pesar cerca de 2,5 toneladas. Ele é encontrado em todos os oceanos e é protegido em vários países. O maior risco a esses animais é a pesca esportiva.

10. Tubarão-frade (Cetorhinus maximus)

tubarao frade

Segundo maior peixe conhecido, o tubarão-frade pode chegar a 10 metros de comprimento. É encontrado em todos os oceanos e está ameaçado de extinção, principalmente, por causa da pesca predatória.