Junho - mês de verdura na mesa e batata-doce no forno

frutas-verduras-junho

Em junho estamos chegando no frio. Quer dizer, pode ser que cheguemos ao frio, o que é muito necessário para as plantas também mas, com as mudanças climáticas que já se observam as temperaturas ainda prometem estarem altas.

No entanto, tradicionalmente junho é um mês rico em verduras folhosas. Aproveite junho para variar, ainda mais, as verduras do seu dia a dia e tomar sucos frescos de folhas, em cada manhã.

Ainda corresponde à estação de outono, com certeza mas, pouco a pouco vamos nos preparando para as férias escolares e as festas de fogueira com os doces tradicionais juninos, muita pipoca, quentão e batata-doce assada na fogueira. O cheiro da fumaça é mais constante pois, neste mês também começam a cair as folhas das árvores e o povo, que tem seus costumes ancestrais, queima, aqui e ali, o excesso de folhas nas calçadas.

Veja na lista abaixo o que você encontrará mais barato nas feiras e mercados. Mas, com certeza, dada a variedade de produtos agrícolas disponíveis no nosso país, outras frutas, verduras e legumes também estarão com bons preços por estarem no final, ou no começo da safra. Na lista que preparamos mostramos somente aquelas que estão em plena safra e, por isso, são as mais aconselháveis.

Frutas de junho

abacate-junho

Abacate

Maçã fugi

Uva Niágara

Verduras de junho

verduras junho

Agrião

Alface

Almeirão

Broto de bambu

Couve-manteiga

Escarola

Espinafre

Mostarda

Repolho

Rúcula

Legumes de junho

legumes-junho

Batata-doce

Mandioca

Inhame

Chuchu

Jiló

Quiabo

Com essa fartura de verduras folhosas você deverá privilegiar a maior variedade diária, o que fará um grande bem à sua saúde já que as verduras são ricas em sais minerais, vitaminas, fibras e, principalmente, em ferro. E poderá combinar, nas refeições, verduras folhosas em saladas cruas com legumes cozidos, aumentando a ingestão de batata-doce, que é a rainha daqui para adiante.

Jiló cortadinho, temperado com azeite de oliva e orégano, é uma boa pedida para quem precisa dar uma reciclada nas funções hepáticas e reduzir, de quebra, o colesterol no sangue. O jiló, que é da família do pimentão e da berinjela, tem uma qualidade especial: ajuda no controle da pressão arterial, seu gosto amargo aumenta a salivação o que ajuda na digestão e, mais ainda, é um alimento que produz saciedade.

Então, na refeição que tem jiló você não sente necessidade de comer tanto, e emagrece. E o jiló pode ser comido tanto cru como cozido, assado ou frito, em uma infinidade de receitas gostosas. Se você cortar o jiló em 4 partes e deixar de molho em água fria com sal, por 15 minutos, o seu sabor amargo se reduz. Mas tudo é uma questão de costume.

Já a batata-doce, nem é preciso falar, uma delícia de qualquer maneira: cozida, assada, frita e em doce. E saudável: dá um “up” no sistema imunológico, nos traz maior sensação saciedade por sua quantidade de fibras, é rica em vitaminas e sais minerais e ajuda no controle do açúcar no sangue. Você também pode acrescentar batata-doce cozida à massa do pão, ao bolo, fazer biscoitinhos. Tudo fica muito bom com batata-doce.

Biscotinhos de Batata Doce

 
  • Ingredientes
    2 xícaras de batata ­doce cozida e espremida
    1 xícara de açúcar mascavo
    2 xícaras de farinha de trigo branca
    2 xícaras de farinha de trigo integral
    2 colheres de sopa de manteiga
    Sal a gosto
  • Modo de preparo
    Misture todos os ingredientes até conseguir uma massa boa de modelar com as mãos. Numa forma untada, ponha os biscoitinhos, redondos ou compridos, bem separados uns dos outros. Asse em forno médio (185º C) até que fiquem dourados. Sirva com café fresquinho ou o chá de sua preferência.

Leia também:

BATATA-DOCE: USO E BENEFÍCIOS

SUCOS CENTRIFUGADOS: 10 RECEITAS PARA DESINTOXICAR E EMAGRECER

ABACATE: 10 BENEFÍCIOS QUE TALVEZ VOCÊ AINDA NÃO CONHEÇA