ALCAPARRA, Condimento Cheio de SABOR e SAÚDE (Propriedades e Receitas)

  • atualizado: 
alcaparra

A alcaparra, salgada e de sabor peculiar, nos traz a lembrança das comidas da Mamma ou da Nonna (no meu caso), não é verdade? Um condimento italiano de raiz muito usado em São Paulo e outros lugares pela influência dos imigrantes de todos os tempos. Mas, não só sabor tem a alcaparra - ela também é benéfica para a saúde.

Capparis spinosa, a alcaparreira, é uma arbustiva nativa do clima semi-árido da Bacia do Mediterrâneo, rica em ferro e cálcio, e que saiu pelo mundo nos alforges romanos. E a alcaparra é o botão floral desta planta.

O Marrocos (região de Fez) é o maior produtor mundial de alcaparras e esta é uma cultura fundamentalmente orgânica, de produção familiar, manual e bastante rentável.

Na Itália, as alcaparras mais famosas são das ilhas de Pantelleria e Eólias. No Brasil, imagine só, já se produz alcaparra no sul de Minas Gerais, em Brazópolis.

ALCAPARRA É MEDICINAL?

Bom, a gente afirma que sim e não somente nós pois, já há uma série de estudos científicos que o atestam, ou buscam atestar a propriedade medicinal das alcaparras.

Mais especificamente, se te interessar aprofundar, dê uma lida neste estudo sobre os efeitos, reais, da infusão de alcaparras e o óleo essencial desta planta na apoptose de células cancerígenas.

O QUE É QUE AS ALCAPARRAS TÊM?

  1. vitaminas e sais minerais
  2. flavonoides
  3. ácido cáprico

1. São plantas ricas em sais minerais e vitaminas das quais se usam os botões florais na culinária e, na medicina popular, a raiz.

2. Também é rica em flavonoides (dentre estes, a rutina e quercetina, potentes antioxidantes, com ação protetora do sistema circulatório, analgésica, anti-inflamatórias, antibacterianas e anti-cancerígenas). A quercetina das alcaparras é tudo de bom.

3. As alcaparras são ricas em ácido cáprico, uma das gorduras essenciais à nossa vida e que estimula o apetite e a boa digestão.

Os botões florais também possuem um óleo essencial de formulação semelhante ao da mostarda. Veja mais abaixo as indicações médicas de uso.

ALCAPARRA FAZ BEM PRA QUÊ?

Fora ser saborosa e despertar o nosso apetite pelo estímulo da salivação, para que mais serve a alcaparra?

Pelos vistos, o que mais atrai nas alcaparra é seu conteúdo em quercetina, fora todo o resto, é claro! Mas, veja só, um punhado de alcaparras ao dia (na comida, sim) te ajudará a:

  1. manter longe as viroses
  2. desintoxicar o organismo, pela diurese
  3. aumentar sua capacidade pulmonar
  4. proteger os pulmões da poluição do ar
  5. proteger os vasos sanguíneos
  6. tratar hemorróidas, varizes e gota

Com alcaparras também se tratam as alergias respiratórias originadas em pólen e poeira ou, de alimentos e produtos químicos (no caso, esse benefício é por conta da rutina).

INDICAÇÕES MÉDICAS

Veja alguns dos benefícios das alcaparras na nossa saúde na indicação do médico Patrick Rocha, do Instituto Nacional de Estudos da Obesidade e Doenças Crônicas (INEODOC). 

Segundo esse médico, o consumo frequente de alcaparras contribuirá para:

  1. manter a saúde de ossos e dentes, por conta do cálcio e magnésio que aportam à nutrição.
  2. controle do diabetes, por ter carboidrato de fácil digestão e assimilação que não irão beneficiar o acúmulo de açúcares e gorduras no organismo.
  3. bom funcionamento do sistema digestório, pelas altas doses de fibras, que vão favorecer o bom trânsito intestinal.
  4. redução da retenção de líquidos, barriga inchada e pernas pesadas: por seus efeitos diuréticos e reguladores das funções venosas.
  5. efeito anti-inflamatório e combate ao câncer: principalmente pelo seu teor em rutina e quercetina, o médico recomenda o consumo de alcaparras contra o câncer de mamas, intestino e colo de útero.
  6. na pressão alta, com parcimônia devido o excesso de sal que pode conter, a alcaparra, por seu teor de quercetina, é um poderoso agente facilitador da circulação sanguínea.
  7. para emagrecer: o Dr. Rocha afirma que sim, que consumir alcaparras pode favorecer o processo de perda de peso pois, é hipocalórico, tem muitas e boas fibras alimentares (o que produz saciedade) e tem carboidratos de absorção rápida. Mas, não há milagre: será preciso você mudar seus hábitos alimentares e de gastos energéticos para emagrecer.

Segundo o Plantas que curam, as alcaparras têm ainda as seguintes propriedades medicinais: adstringente, afrodisíaca, antiespasmódica, aperiente, calmante, diurética, estomáquica, tônica, vermífuga. E as seguintes indicações nas curas pesquisadas pelo site indicado acima:

  1. aumentar a diurese
  2. tratar afecções hepáticas
  3. reduzir a flatulência
  4. abrir o apetite
  5. como calmante
  6. nas dores nevrálgicas (ciático)
 

PROPRIEDADES NUTRICIONAIS

Este é um alimento hipoproteico. Cada 100 gramas de alcaparras contêm:

● Energia: 23 calorias

● Gorduras totais 0,9 g

● Gorduras saturadas 0,2 g

● Gorduras poliinsaturadas 0,3 g

● Gorduras monoinsaturadas 0,1 g

● Colesterol 0 mg

● Carboidratos 4,9 g

● Fibra alimentar 3,2 g

● Proteínas 2,4 g

● Cálcio 40 mg

● Ferro 1,7 mg

● Magnésio 33 mg

● Sódio 2.769 mg 

● Potássio 40 mg 

● Vitamina A 138 UI

● Vitamina B6 0,5 mg

● Vitamina B12 0,1 µg

● Vitamina C 4,3 mg

● Vitamina D 0,03 UI

Um porém é preciso levantar: alcaparras têm alto teor de sódio (o meio de cura usado) e não devem, por este motivo, ser consumidas em demasia. Mas, de pouco em pouco, em pequenas doses como condimento diário, os bons efeitos já serão conseguidos.

ALCAPARRA EM CASA

Alcaparras são plantas de se ter em casa, à mão de colher (nos verões), e você pode até plantar seu pezinho - um pedaço de ramo ou raiz bastará) em um burado de parede, uma fenda entre as pedras, uma caixa de turfa ou areia) desde que ao sabor do sol pleno e protegida do excesso de chuvas brasileiras - ao alcance da janela da cozinha.

Os botões de alcaparras não são usados frescos: em geral, devem ser curadas em sal e conservadas em óleo ou vinagre (por até 5 anos). Ou também podem ser usados em vinagrete após sua secagem ao sol.

Mas, as folhas da alcaparra costumam ser usadas na cozinha, cozidas, em saladas ou como tempero.

AS RAÍZES DA ALCAPARREIRA

As raízes da alcaparreira tem efeitos adstringentes e anti-espasmódicos e seu chá, decocto ou tintura, é usado na medicina popular para tratamentos tópicos ou internos. Estes preparados são feitos com a casca da raíz mas, também podem ser usadas as raízes mais novas, maceradas em veículo alcoólico ou óleo.

Na antiguidade se preparava uma cerveja (bebida fermentada) com raízes e brotos novos de alcaparra muito usada no alívio das dores reumáticas e o decocto das raízes, para lavar úlceras e feridas.

ÓLEO DE ALCAPARRAS

Esta é uma das boas formas de você poder ter alcaparras em casa, para uso culinário ou curativo. Basta colocar um bom punhado de alcaparras lavadas (para retirar o excesso de sal da cura), secá-las em pano limpo e colocá-las em uma garrafa de vidro com azeite de oliva de boa qualidade e deixar que os princípios ativos da planta se incorporem no azeite.

Use para xícara de azeite, 1/2 xícara de alcaparras.

Este azeite você poderá usar para temperar seus pratos e também para massagear locais doloridos no seu corpo.

ALGUMAS RECEITAS COM ALCAPARRAS

Praticamente quem gosta de alcaparras pode colocá-las em tudo. Ela combina com tomates, pimentões, berinjelas, batatas. Seu uso é muito conhecido em receitas que levam peixes mas a alcaparra fica ótima nas verduras.

Vejamos algumas receitas rápidas:

1. SPAGHETTI ALLA PUTTANESCA

putanesca

 

Muito simples esta receita.

Calcule 100 gr de spaghetti para cada pessoa.

Em uma frigideira coloque

 
  • um fundo raso de azeite de oliva na frigideira e acrescente
  • tomates-cereja (uns 6 para cada pessoa)
  • azeitonas-pretas (umas 4 para cada pessoa)
  • alcaparras (uma colher de chá para cada pessoa)
  • 1 dente de alho inteiro e descascado para cada pessoa
  • sal a gosto (bem pouco porque seja a alcaparra que a azeitona são já salgadas)
  • orégano a gosto
 

Modo de fazer

Leve o spaghetti para cozinhar em água abundante e levemente salgada com sal grosso.

Enquanto isso, acenda o fogo e coloque os ingredientes todos juntos na frigideira para cozinharem.

Primeiramente tampe a frigideira e deixe em fogo médio.

Os tomates soltarão água formando o molho. Regule a consistência dessa água (não deve ser muito aguado) e, se estiver seco, acrescente, usando uma concha, a água do cozimento do próprio macarrão ou, aumente o fogo se o molho resultar muito aguado.

A receita leva uns 10 minutos de preparação. Se o macarrão precisar de menos de 10 minutos de cozimento, coloque um pouco antes o molho no fogo antes de jogar o macarrão na água.

Retire o macarrão bem al dente e coloque-o na frigideira com o molho para temperá-lo.

É muito bom! Experimente!

2. CAPONATA

caponata

A caponata é um prato típico da cozinha siciliana (Itália). Trata-se de um mix de verduras (mormente berinjela), molho de tomate, aipo, cebola, azeitonas e alcaparras, cozidas em salsa agrodolce. Ela pode ser usada como entrada, antepasto ou como acompanhamento em outros pratos.

Existem várias receitas e variantes, cada família siciliana, ou italiana em geral, tem a sua. A receita também muito frequentemente leva pimentões. Escolhemos o vídeo abaixo que mostra em italiano (em português não encontramos nenhum similar à receita verdadeira italiana e colocamos abaixo os ingredientes traduzidos).

O modo de fazer dá para seguir no vídeo mesmo não entendendo o italiano, com a ajuda da nossa tradução:

Ingredientes

 
  • 2 berinjelas
  • 3/4 de um ramo de aipo
  • 200 gr de azeitonas verdes
  • 1 cebola
  • 100 gr de alcaparras
  • molho de tomate (quantidade suficiente, a olho. de preferencia molho feito em casa)
  • 1/2 copo de vinagre de vinho branco
  • 1/2 copo de açúcar
 

Modo de fazer

 
  • Corte a berinjela em cubos grandes
  • Deixe-as de molho em agua salgada para que não fiquem pretas
  • Corte o aipo eliminado suas folhas
  • Em uma panela com água e um pouco de sal leve o aipo, as azeitonas e as alcaparras para cozinharem.
  • Frite as berinjelas, seque-as em toalha de papel e espere esfriar
  • Retire os caroços das azeitonas
  • Corte a cebola grossamente
  • Em uma frigideira coloque o azeite e leve a cebola para dourar
  • Quando a cebola estiver dourada, acrescente as azeitonas e as alcaparras, por último as berinjelas
  • Quando estiver tudo bem misturado, acrescente o molho para colorir (nem muito branca nem muito vermelha, fique de olho na quantidade)
  • A última parte, mais complicada, é criar o agridoce. O açúcar e o vinagre devem ser usados na mesma quantidade. Misture bem até que o açúcar se dissolva bem. Deixe-a resfriar bem. Veja o vídeo e bom apetite!
 

 

3. PIMENTÕES COM ALCAPARRAS

 

Ingredientes

 
  • 3 pimentões coloridos
  • 2 dentes de alho descascados e inteiros
  • 2 colheres de sopa de farinha de rosca
  • azeite de oliva,
  • azeitonas pretas,
  • salsinha bem picadinha (opcional)
  • alcaparras a vontade (umas duas colheres de chá está bom!)
 

Modo de fazer

pimentao alcaparras

Corte em tiras os pimentões depois de tê-los lavados bem e retirado as partes de cima e as partes brancas internas com suas sementes.

Coloque um fio abundante de azeite em uma frigideira e leve os pimentões com os dentes de alho inteiros para cozinharem em fogo médio.

Quando os pimentões estiverem levemente murchos, ou seja, cozidos mas não moles, retire os dentes de alho,

Coloque as azeitonas e as alcaparras, controle o sal pois as alcaparras e a azeitona são já saladas e provavelmente não precisará de mais sal,

Deixe pegar um pouco de sabor, desligue o fogo e polvilhe a farinha de rosca por cima, a salsinha bem picadinha, mexa bem e sirva.

Uma delícia! Bom apetite!