CACAU → Todos os Benefícios comprovados!

  • atualizado: 
cacau

Cacau é Theobroma cacao, uma árvore das florestas tropicais do continente americano cujo centro de origem é a Amazônia. Há cacau nativo em todos os países da Centroamérica e também nos países latino-americanos da bacia amazônica - Brasil, Equador, Colômbia, Peru, Bolívia, Venezuela e Guianas.

Esta é uma das frutas mais antigas domesticadas pelo ser humano.

O cacau já era cultivado pelos astecas e maias, considerado uma planta sagrada e, suas sementes eram usadas como moeda. Também é uma planta usada na medicina ancestral por suas propriedades nutricionais e curativas. No idioma maia o cacau é chamado de xocolatl, nome que assumiu também em português e espanhol, chocolate.

Cacahuatl (cacau) ou cacahuaquahuitl (cacaueiro); o da bebida, chocoatl (chocolate).

Cacau, fruta

O fruto do cacau é uma baga grande, com 15-25 cm de comprimento, com 20 a 50 sementes, envoltas por uma polpa adocicada e esbranquiçada, sendo a casca amarela ou roxa. Pelo rendimento médio, para obter-se 750 kg de cacau, usam-se 1.875 kg de sementes frescas, podendo-se obter vários produtos residuais, tais como mel, geleia, vinagre, polpa, néctar e outros.

Apesar de as sementes serem a parte principal do fruto do cacau, há crescente interesse pela sua polpa. Segundo o tipo e a forma da semente, há diferentes tipos de cacau, chamados criolo, forasteiro e trinitário, além do comum, este mais amargo que o primeiro.

Os frutos das variedades tipo criolo são grandes, com casca mais fina e rugosa, cor amarela ou alaranjada quando maduros, com sementes grandes, de cor branca a violeta pálida, com alto teor de polpa dando produto superior de qualidade. No Brasil, a CEPLAC (Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira) é a instituição que mais estudou o cacaueiro e tem vários híbridos; recentemente, obteve variedades resistentes a doenças.

cacau beneficios 3

Valores nutricionais do cacau

Alguns componentes da semente do cacau são os seguintes

35% de umidade

proteínas 12,92 g

gorduras 48,15-60,5 g

carboidratos 9,23 g

fibras – 4,9 g

Os principais ácidos graxos são:

oleico 31-35 g

esteárico 33-35

palmítico 25-28

linoleico 2 a 3,5.

Em 100 g de chocolate, há:

56 g de glicídios

24 g de lipídios

6 g de proteínas

0,5 g de celulose

50 calorias.

Minerais – Os mais comuns são o potássio, com 418 mg; o cálcio, com 216 mg (6 mg na polpa); o magnésio, com 58 mg; o fósforo, com 41 mg; e o ferro, com apenas 4 mg.

Vitaminas – B1 – 0,10-1,8 mg; B2 – 0,35 mg; PP – 0,80 mg; e C – 21 mg.

Fonte: DONADIO, L.C.; ZACCARO, R.P. Valor nutricional de frutas

valor nutricional cacau

Fonte foto

Cacau, da fruta ao chocolate e outros usos

Para a obtenção das sementes do cacau para a indústria de chocolate, há uma série de fases, desde a colheita até o final, passando pela quebra dos frutos, fermentação em cochos, secagem e armazenamento por até 90 dias.

A retirada da polpa das sementes é semelhante à de outras frutas. Pode ser feita pelo liquidificador, com retirada da lâmina e substituição por disco com orifícios ao longo da borda. A polpa e as sementes são colocadas com água e o liquidificador é ligado e desligado por 1 a 2 minutos e depois o suco é peneirado. Também pode ser só peneirado em peneira de malha grossa manual. A polpa é rica em teobromina e antioxidantes.

O cacau é um produto agrícola com um larga faixa de utilidade e de aproveitamento em benefício do homem. Com ele pode-se fabricar não apenas o chocolate, mas também geléia, vinho, vinagre, licores, aguardente, além de sabonetes, cosméticos, e produtos farmacêuticos.

Basicamente, entretanto, destina-se à fabricação de chocolate, nas suas diversas formas. Diferindo de outros produtos como o café, o açúcar e o milho, que podem ser consumidos isoladamente, o chocolate resulta, principalmente, de uma mistura de massa e manteiga de cacau com açúcar e leite. Constitui-se, assim, num alimento compacto, de excelente paladar e alto valor nutritivo e energético.

A polpa fresca do cacau passou a ser utilizada como suco recentemente, e o seu consumo tem crescido devido às suas qualidades, tais como sabor, aroma e valor alimentar.

Produção de cacau - do Brasil para o mundo

Do Brasil, o cacaueiro foi introduzido na África, sendo que as primeiras plantações ocorreram nas ilhas de São Tomé, Príncipe e Fernando Pó. Posteriormente, foi introduzido em Gana, expandindo-se por diversos países como Nigéria, Costa do Marfim, Camarões e Malásia, de onde provêm hoje cerca de 70% da produção mundial de cacau.

No Brasil, o cultivo do cacaueiro estende-se por nove estados da Federação, sendo que a Bahia participa com cerca de 81% da produção nacional, o Espírito Santo com 2% e outros estados, principalmente na região amazônica, contribuem com 17%.

Os Benefícios comprovados do cacau

cacau beneficios 2

Em alguns outros artigos nós já falamos sobre alguns dos benefícios comprovados cientificamente:

Melhora a circulação e ajuda a prevenir obesidade e diabetes

COMER CHOCOLATE AMARGO MELHORA A CIRCULAÇÃO E AJUDA A PREVENIR OBESIDADE E DIABETES

Atua na proteção do pâncreas em caso de câncer

CHOCOLATE AMARGO E MAGNÉSIO: UMA AJUDA CONTRA O CÂNCER DE PÂNCREAS

Previne a formação de placa bacteriana e cárie dentária

O CHOCOLATE PREVINE A FORMAÇÃO DE PLACAS E A CÁRIE DENTÁRIA

Reduz o risco de ataques cardíacos e derrames

CHOCOLATE PARA REDUZIR O RISCO DE ATAQUES CARDÍACOS E DERRAMES

Ajuda a emagrecer

O CHOCOLATE AJUDA A EMAGRECER: A NOTÍCIA QUE TODOS ESPERAVAM

Outros benefícios reconhecidos para o cacau

● é antioxidante

● melhora o humor e reduz a ansiedade

● melhora a memória e tranquiliza o sistema nervoso

● preserva as células intestinais da formação de tumores

● traz alívio às dores musculares

● reduz os sintomas da TPI

● aumenta os níveis de energia e resistência física - recomendado para atletas

● melhora a resistência à insulina em diabéticos

Como consumir cacau

Fruta fresca

Come-se o interior da fruta e a polpa que envolve as sementes. O mais comum é raspar o interior da casca do cacau com uma colher e comer diretamente, in natura.

As sementes podem ser chupadas até que se limpem completamente dos restos adocicados da polpa.

Também se faz suco da polpa do cacau que e é muito saboroso

Semente seca e moída

Usa-se para preparar bebida quente ou fria (este é o precursor das bebidas com chocolate adoçado ou achocolatado, ou o cacau em pó).

Em alguns países (América Central) se faz um pó de sementes de cacau e milho, moídas no pilão, que é batido com água ou leite. Este é o achocolatado tradicional, pinol ou pinolilho.

Manteiga de cacau

Gordura extraída das sementes de cacau, usada em produtos cosméticos dermatológicos para os lábios e hidratantes para o corpo.

Chocolate

È um produto que usa as sementes fermentadas e secas, do cacau, em misturas diversas (veja aqui as diferentes composições dos chocolates que existem) onde pode entrar leite, gorduras e açúcar, num total de até 300 elementos químicos. Mas, aqui, estamos falando do cacau, fruta e semente, que não é fabricado industrialmente.

Excesso e contraindicações

O cacau, fruta, não tem contraindicações ao uso exceto no que tange a tomar a bebida feita com as sementes secas e moídas, pelo seu elevado teor em teobromina, um alcalóide primário da família das metilxantinas, grupo em que estão também a teofilina e a cafeína.

Apesar da teobromina não ser nefasta como a cafeína (que também existe no cacau), o excesso pode gerar alterações derivadas do excesso de energia que estes alcalóides incorporam ao nosso organismo.

A teobromina é um vasodilatador que protege o músculo cardíaco, usado como medicamento em casos de hipertensão, angina pectoris, arteriosclerose e na prevenção de alguns casos de câncer. Já a cafeína é um vasoconstritor que tem ação contrária. Porém, os dois alcalóides são energizantes.

No chocolate preparado, o teor de teobromina varia de 0.5-2.7% (a teobromina se dilui nos outros constituintes).

Especialmente indicado para você:

setaCACAU NO BRASIL: CULTIVO SUSTENTÁVEL, RENDA E RECUPERAÇÃO DE ÁREAS FLORESTAIS

seta9 MULTINACIONAIS DO CHOCOLATE QUE EXPLORAM CRIANÇAS

setaDESFAZENDO 10 MITOS SOBRE O CHOCOLATE