Embalagens de alimentos e bebidas: qual é o material mais seguro?

Embalagens de alimentos e bebidas

Os consumidores estão cada vez mais atentos à segurança alimentar e aos problemas de saúde que os alimentos embalados podem causar se mal conservados. A importância da embalagem, neste ponto de vista, é de importância vital.

Um pesquisa independente proposta por Friend of Glass e realizada com 8.000 pessoas revelou que, entre os consumidores europeus, há uma preocupação crescente com os produtos químicos que possam migrar da embalagem para o alimento. Dois terços dos entrevistados (66%) admitiram que estavam preocupados com a contaminação dos alimentos. 8 em cada 10 consumidores temem que as substâncias químicas utilizadas na embalagem possam alterar comida e bebida, tornando-as perigosas para a saúde.

As principais preocupações estão relacionadas com as confecções de plástico, que são mais temidas do que outras tipologias listadas na pesquisa, entre as quais, o metal, o papelão, o papel e o vidro. Para maior segurança, os consumidores tendem a comprar mais alimentos e bebidas conservados em embalagens de vidro. Para 61% dos entrevistados, o vidro é o material mais seguro para a saúde. Este dado é crescente em 48% com relação à pesquisa feita em 2010.

Os consumidores de hoje não são atentos somente aos rótulos, mas também aos materiais das embalagens. Entre os mais cautelosos são os pais de crianças pequenas. 77% preferem manter comida para bebê em recipientes de vidro e evitar a compra de alimentos ou bebidas em confecção plásticas.

Dieter Schrenk, especialista em farrmacologia e toxicologia da Universidade de Kaiserslautern, na Alemanha, apontou que o problema da migração de substâncias de embalagens para alimentos e bebidas é uma questão a ser considerada. Plástico, metal, papel e cartão, no passado, apresentaram fontes relevantes de produtos químicos indesejáveis ​​no alimento. Na sua opinião, no entanto, o risco de contaminação dos alimentos, em tais casos é baixo, mas são necessárias mais pesquisas para examinar o assunto do ponto de vista científico.

O vidro é considerado o material mais seguro para a embalar alimentos e bebidas. Ele atua como uma barreira natural e impermeável e não interage com os alimentos sólidos ou líquidos. Nos Estados Unidos, o vidro é o único material considerado muito seguro do ponto de vista de embalagem de alimentos pela Food and Drug Administration.

Quando a União Europeia, em 2011, decidiu proibir o BPA para a produção de mamadeiras, indicaram o vidro como uma alternativa segura para a saúde. Enquanto isso, a Comissão Europeia está trabalhando para reforçar a legislação sobre resíduos de substâncias químicas das embalagens nos alimentos. As preferências de segurança podem indicar mesmo o vidro, um material inerte do ponto de vista químico que pode proteger os alimentos e bebidas da contaminação externa.

Quer se aprofundar sobre o tema? Consulte aqui a pesquisa.