A Força e o Poder do Sagrado Feminino. Como resgatar essa força divina em você

A Força e o Poder do Sagrado Feminino. Como resgatar essa força divina em você

Muito provavelmente você já ouviu falar do Sagrado Feminino mas não sabe exatamente do que se trata, se é uma religião, uma filosofia de vida, uma modalidade de feminismo ou o quê. Nesse conteúdo você vai entender tudo sobre esse termo e como resgatar o Sagrado Feminino existente em você.

Vivemos em uma dimensão regida pela dualidade, na qual se manifestam duas forças que, nos ensinamentos do TAO, são denominadas Yin e Yang. Essas forças atuam em toda a Criação e também influenciam nosso desenvolvimento. Na forma espiritual e mais elevada, são representadas pelos “Pai Céu” e “Mãe Terra”.

Deus – ou o nome que se queira denominar essa Força Geradora de Vida, como por exemplo Absoluto, Campo Quântico, Fonte Divina – é UNO, um Núcleo ou Centro de Energia que se expande, se divide e se multiplica para manifestar toda a Criação.

Dessa manifestação advém a dualidade, como por exemplo dia/noite, calor/frio, luz/sombra, alegria/tristeza, nascimento/morte, ascensão/declínio e assim por diante.

Além disso, em cada ser se manifesta as polaridades como a energia feminina e a energia masculina. Entretanto, a energia masculina tem sua sede no homem ou no animal macho e a energia feminina tem sua morada na mulher ou fêmea animal, porém, essas duas forças agem em ambos os casos de forma essencial.

A Centelha Divina e o Sagrado reside em cada ser humano. Porém, nem sempre ele se dá conta disso e segue adormecido para essa realidade elevada, identificado-se com a materialidade e vivendo em desequilíbrio com a dualidade.

No caso das mulheres essa manifestação divina se dá com a expressão da força feminina e todo seu potencial de doação, sensibilidade, proteção, compaixão, intuição, amor e cura, virtudes inerentes ao Sagrado Feminino.

Através de um novo olhar e postura para si mesmo e à vida, é possível despertar e liberar a força sagrada que há em cada ser humano.

No caso das mulheres, a energia feminina tem seu domicílio e canal de manifestação, podendo expressar o poder do Sagrado Feminino.

O que significa o Sagrado Feminino

O Sagrado Feminino, como ensinamento, faz parte da Sabedoria Ancestral e é uma forma de se ver a vida conectando-se à força feminina da Vida e da Natureza.

Através da compreensão do Sagrado Feminino é possível lidar melhor com os processos naturais femininos e sua relação com a Natureza e os ciclos da Vida, por isso, é importante dar maior atenção à força natural da mulher com sua fertilidade, capacidade de gestação e criação.

Ligar-se ao Sagrado Feminino é fortalecer a conexão com o coração, tornando assim a feminilidade e a sexualidade manifestações divinas desta energia.

Nesse processo interno, é possível se libertar dos padrões ilusórios da sociedade, ter maior comunhão com a Natureza, saber ouvir a intuição, desenvolver a Consciência, e agir tendo o coração como guia, podendo assim, purificar a mente de pensamentos distorcidos.

Como expandir o Sagrado Feminino?

Existem grupos femininos que se unem com a proposta de vivenciar o Sagrado Feminino.

Esses grupos são chamados de Círculo Sagrado Feminino, através do qual realizam vivências, músicas, danças, estudos, meditação em contato com a Natureza.

A intensificação desse conhecimento voltado para o Sagrado Feminino se deu com a Wicca, uma religião ancestral que atua com as Forças da Natureza.

Na Idade Média, muitas praticantes da Wicca foram perseguidas e mortas na fogueira por serem consideradas hereges pela Igreja Católica mas, na realidade, elas se dedicavam ao estudo e prática do Sagrado Feminino.

Elas desenvolviam a prática da medicina natural, do uso das forças curativas da Natureza, da relação e conhecimento das energias sutis universais.

Benefícios do Sagrado Feminino

A vivência e o conhecimento do Sagrado feminino pode trazer muitos benefícios, como:

  • Equilíbrio psíquico
  • Maior autoconhecimento
  • Revitalização e fortalecimento da energia feminina
  • Valorização e despertar do Sagrado que existe em cada Ser
  • Eliminação de bloqueios causados por culpas, ressentimentos, medos, dúvidas, fraquezas, inseguranças e críticas
  • Mais força e coragem para lidar com desafios
  • Domínio sobre a ansiedade
  • Conexão maior com a Natureza

Nessa Jornada de autoconhecimento, autovalorização e reconhecimento da Força do Sagrado Feminino, revela-se um Poder que a mulher desconhecia e que existe nela!

Para se compreender o Sagrado Feminino é preciso parar de acreditar e alimentar crenças que recebemos através de condicionamentos de paradigmas familiares, culturais, educacionais ou sociais, que incutiram nas pessoas, desde a infância, que os homens são superiores às mulheres, e que eles podem e devem mandar nelas e dominá-las.

Como valorizar o Sagrado Feminino?

Existem formas de reconhecer, valorizar e exaltar o Sagrado Feminino em cada mulher, reconhecendo como ela é importante para a Criação e a Vida, assim como o homem, porém, de forma distinta com o uso da força de Natureza Feminina.

Outra forma é resgatar o Divino que existe em cada mulher, e isso algumas religiões ancestrais e milenares já faziam, considerando a força feminina um poder amparado por Deus e pelo Universo.

Feminismo e Sagrado Feminino

Para evitar mal-entendido sobre se há relação entre Feminismo e Sagrado Feminino, que fique claro que nem sempre isso pode ocorrer pois, as mulheres que defendem o feminismo, participando de movimentos que lutam pelos direitos da mulher na sociedade, podem desconhecer a força do Sagrado feminino nelas mesmas.

O que existe em comum entre o Feminismo e o Sagrado Feminino é que ambos buscam a valorização da mulher, o primeiro sob o enfoque material e o segundo sob uma perspectiva psíquica e espiritual.

Os princípios do Sagrado Feminino

Para facilitar a exaltação e compreensão do Sagrado Feminino, que habita em cada mulher, seguem alguns Princípios Fundamentais:

  • Procure ter um espaço onde possa relaxar, se pacificar e ter contato com o Sagrado que existe em você.
  • Cultive o contato com o belo, a Natureza e com tudo que promove bem-estar e harmonia.
  • Contemple a Vida, a Natureza, a Sabedoria e a Beleza que existe em toda a Criação, representada pelos animais, plantas, terra, chuva, Sol, Lua, estrelas, montanhas e mar. Isso trará sensação de Unidade com o Todo.
  • Expresse sua criatividade, não se reprima com medo de críticas ou julgamentos, se vier inspiração, coloque-a para fora da maneira que souber: escrevendo, pintando, desenhando, esculpindo, cantando, dançando ou inventando.
  • Ame-se cuidando de seu corpo e de sua saúde, com isso demonstrando gratidão e valorização pela dádiva da vida e da Energia Maternal Divina expressa em toda a Criação.
  • Confie em seu poder, pois o medo, a dúvida e a insegurança só te distanciam da sua Força Interior
  • Respeite os ciclos naturais de seu corpo e sua natureza

A importância de se resgatar o Sagrado Feminino

Com a necessidade de se inserir no mercado de trabalho, a mulher foi alimentando mais sua energia Yang e Masculina e se distanciando de sua Força Feminina, por isso, os desequilíbrios existenciais em sua vida como dificuldades de se relacionar com o sexo oposto, de se doar e amar mais livremente, sem bloqueios e até de lidar com a fisiologia de seu corpo.

O resgate do Sagrado Feminino é uma forma de valorizar a Energia Feminina, a sororidade e o respeito entre as mulheres.

Arquétipos do Sagrado Feminino

Com o estudo do Sagrado Feminino, as mulheres aprendem a lidar melhor com a sexualidade e a sensualidade, e passam a conhecer os arquétipos que simbolizam os aspectos femininos esquecidos ou adormecidos.

Esses arquétipos estão relacionados com:

  • A Jovem, associada à pureza, autenticidade e espontaneidade.
  • A Amante que tem relação com a sexualidade e sensualidade.
  • A Mãe que a acolhe, cuida e protege.
  • A Guerreira que defende e luta por seus objetivos e protege aqueles que ama.
  • A Velha que traz a sabedoria e a maturidade adquirida com o Tempo.
  • A Sombra que existe para que a Luz possa se manifestar e mostrar o seu Poder, e assim se reconheça o lado oculto.

A Força Divina do Sagrado Feminino

As Deusas ou Santas de algumas religiões representam e simbolizam o Sagrado Feminino, expressando as virtudes e a Força Divina que dele advém. A vivência do Sagrado Feminino traz à tona a expressão de valores existenciais apoiados por algumas religiões, como:

  • Respeito à Diversidade Humana e à Biodiversidade
  • Resgate da sabedoria ancestral feminina
  • A prática de uma linguagem compassiva e da comunicação não-violenta, sabendo falar e escutar por meio do coração.
  • As atitudes mais empreendedoras, criativas, conscientes, empoderadas, justas e sustentáveis.
  • Mais responsabilidade e compromisso com a vida do planeta e sua preservação.

O Equilíbrio entre o Sagrado Masculino e Feminino

A Criação é o resultado da interação entre as energias opostas-complementares: o Yin, que rege o feminino, e a Yang, que rege o masculino.

O Sagrado Feminino e Sagrado Masculino são instrumentos da vida, da existência e da Criação. Da manifestação dessa interação acontece a dança cósmica entre o Yin e Yang.

A energia Yin (feminina) tem na mulher sua Guardiã, e a energia Yang (masculina) tem o homem como seu Guardião, entretanto, ambas energias existem em cada ser e podem se alternar de acordo com as circunstâncias e necessidades do momento.

O importante é conhecer essas forças e saber utilizá-las de forma harmônica, para viver com equilíbrio.

Reequilíbrio entre as polaridades

Nosso atual momento é uma prova que nosso planeta e a humanidade vive uma fase de reequilíbrio entre as polaridades, pois, após milhares de anos do predomínio da força masculina na sociedade, a mulher e sua energia feminina vêm cada vez mais ganhando destaque e importância em nossa existência e esse resgate da vibração feminina tem gerado várias transformações positivas em nossas vidas.

Para se viver com sabedoria é necessário incluir o uso dessas dessas forças de forma equilibrada, manifestando o masculino (pólo positivo) através da assertividade, clareza, lógica, determinação, objetividade, coragem, iniciativa e praticidade; e também o feminino ( pólo negativo), com a sensibilidade, pacifismo, intuição, misticismo, criatividade, empatia, compaixão, inspiração e imaginação.

Quando estas forças estão em desequilíbrio, surgem desilusões, conflitos, egoísmo, guerras, disputa, frieza, indiferença, preconceito, autoritarismo, sectarismo, corrupção e outras distorções.

A interação entre essas duas forças, ou polaridades, é como a respiração: não é possível só inspirar ou expirar, é necessário ambos movimentos para nós existirmos.

A Força feminina que existe em cada um de nós

Independente do gênero e orientação sexual, a energia feminina está em cada um de nós e nos serve para desenvolvermos a Sensibilidade e a Generosidade.

Cultivemos a Paz e a Solidariedade, expressemos o feminino que há em nós, honrando a Força Maternal e Amorosa que existe em cada SER e se manifesta em todo o processo da Criação!

Talvez te interesse ler também:

A HISTÓRIA JAPONESA DO BAMBU QUE NOS ENSINA A SUPERAR AS ADVERSIDADES DA VIDA

ESTOICISMO, A FILOSOFIA DO VIVER EM PAZ. 10 ENSINAMENTOS PARA A VIDA

PATHWORK, O TRABALHO DO CAMINHO QUE NOS LIBERTA DAS MÁSCARAS SOCIAIS

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *