Acordo leva fabricantes de refrigerantes a diminuirem 20% das calorias

Acordo leva fabricantes de refrigerantes a diminuirem 20% das calorias

A indústria norte-americana de bebidas não-alcoolicas tomou uma decisão, visando a qualidade de vida do consumidor, conforme alega a própria indústria, de exigir que os refrigerantes fabricados no país fiquem 20% menos calóricos até o final de 2014.

A meta

Essa determinação surgiu na terça-feira, 23, em uma conferência da Fundação Clinton – criada pelo ex-presidente Bill Clinton. O próprio, estando presente no evento, declarou que refrigerantes oferecem riscos à saúde pela quantidade calórica que possuem, e ainda afirmou que, se houver uma redução de 1/5 nas calorias destas bebidas, isso pode se tornar uma importante arma no combate à obesidade.

Obrigações dos fabricantes de refrigerantes

As bebidas serão vendidas em embalagens de tamanho menor. Os fabricantes deverão também promover o consumo de água e ainda oferecerem novas opções de refrigerantes com menos calorias.

Inclusive, as menos calóricas ganharão maior destaque na posição em que ficam nos supermercados. A ideia é fazer com que, estando mais à vista dos clientes, o consumo seja ampliado.

A maior vantagem desse novo acordo com grandes fabricantes é que se trata se algo voluntário da própria indústria, que vê a sua própria responsabilidade no aumento da obesidade. A conclusão do acordo foi comemorada pelos responsáveis pela Associação Americana de Bebidas.

Pepsi, Fanta, Coca-Cola e Sprite são algumas das principais marcas a assumirem publicamente, o compromisso de tentarem deixar os seus produtos um pouco menos prejudiciais às pessoas.

Em nossa humilde opinião, trata-se de uma tentativa de alavancar as vendas depois do consumidor saber por A mais B que estas bebidas são péssimas, e as light e diet são um verdadeiro tiro que sai pela culatra.

Em vez disso, que tal rótulos com fotos chocantes sobre os malefícios destes e de outros alimentos? Existe quem já tenha pensado nisso.

Leia também:

É por isso que as bebidas lights podem engordar...

10 alimentos que é melhor não comprar