Microesferas de cremes dentais: dentistas americanos as encontraram nas gengivas de pacientes

Microesferas de cremes dentais

Dentistas dos Estados Unidos começaram a notar a freqüente presença de grânulos presos entre os dentes e a gengiva dos pacientes. Trata-se das microesferas de material sintético e não biodegradável típicos de alguns cremes dentais popularmente em venda. Em essência, os microgrânulos são verdadeiras partículas de plástico. Especialistas questionam, portanto, sobre os eventuais riscos para a sua saúde bucal da população.

Os dentistas estão preocupados com possíveis implicações dos grânulos presentes na pasta de dente, nas gengivites e doenças periodontais, embora ainda não tenham sido relatados casos nesse sentido. Os fabricantes de creme dental já teriam declarado a possibilidade de remoção dos grânulos em seus produtos, mas isso exigiria uma fase de transição.

É especialmente a falta de biodegradabilidade dos microgrânulos que preocupam os dentistas. O dentista Justin Philips disse que os grânulos podem levar a capturar bactérias na gengiva e isso poderia causar gengivite. Ainda em sua opinião, ao longo do tempo, a infecção poderia transitar da gengiva ao osso, o que levaria à doença periodontal.

Os grânulos, na opinião dos dentistas norte-americanos, não seriam tanto úteis para a limpeza dos dentes, e servem apenas para melhorar a qualidade estética dos produtos, um pouco como acontece com os cremes de esfoliação para o rosto e corpo. Além disso, a FDA não autoriza especificamente o uso do polietileno no creme dental, que nos Estados Unidos é considerado um fármaco (e não um produto alimentar) mas, considera o polietileno seguro para o contato com alimentos. Como resultado, nesta altura, foi aceitável para ser usado na pasta de dentes.

Dentistas já apelaram para as empresas. Aqui estão algumas respostas das marcas mais conhecidas: Colgate disse que nenhum de seus cremes dentais atualmente contém microesferas. Procter & Gamble diz que vai remover os grânulos de muitos produtos dentro de seis meses, com a eliminação total a partir de março de 2016.

Microgrânulos contidos em cosméticos é um poluente que representa uma verdadeira ameaça para a vida aquática. Por esta razão, nos Estados Unidos, há vários meses, as empresas de cosméticos mais conhecidas tinham anunciado a intenção de remover os grânulos de seus produtos em 2015. Depois deste alarme lançado pelos dentistas, a eliminação desta substância não biodegradável será mais rápida? As empresas estão prontas para reformularem seus cremes dentais?

Evitar estes produtos é a coisa mais simples que se tem a fazer. Normalmente, a sua presença é claramente indicada na embalagem do creme dental e na lista de ingredientes. Evite os produtos que contenham polietileno e polipropileno. Se possível, substitua os detergentes e materiais para limpeza clássicos dos supermercados, pelas alternativas ecológicas disponíveis em muitas lojas especializadas. Ou faça você mesmo alguns destes produtos :)

Leia também:

Receitas de produtos para a limpeza (sustentável) da cozinha

Receitas de produtos para a limpeza (sustentável) da casa

Fonte foto: beverlyhillsladentist.com