Cortisona: 5 alternativas naturais

Cortisona: 5 alternativas naturais

Alternativa natural para a cortisona - Os medicamentos a base de cortisona são freqüentemente usados ​​para tratar diferentes tipos de doenças, principalmente as alergias, inflamações, problemas nas articulações, etc. A cortisona não é um medicamento para se odiar pois, em alguns casos, é realmente um "salva-vidas"; em situações menos graves, no entanto, muitas vezes esta substância pode ser substituída por algumas alternativas naturais.

Quanto possível, é melhor evitar a cortisona que, se de um lado dá uma resposta muito rápida ao problema para o qual está sendo administrada, por outro, efeitos colaterais (especialmente se o medicamento for usado por um longo período) são bem fastidiosos, como inchaço, aumento da pressão e do açúcar no sangue, irritabilidade, alterações no peso, diminuição das defesas imunológicas, e muito mais.

Com o que se pode substituir a cortisona (sempre depois de falar com o médico)?

Veja abaixo cinco alternativas naturais para a cortisona:

Ribes nigrum

O remédio cortison-like certamente mais conhecido e mais popular é o Ribes nigrum, ou groselheira preta, particularmente eficaz sob a forma de gemoterapia (remédios feitos principalmente de tecido embrionário de várias árvores e arbustos, bem como das partes reprodutivas (sementes e inflorescências) ou dos brotos das plantas). Existem vários estudos que demonstram sua ação semelhante à da cortisona, embora certamente mais lento. Esta planta é capaz de reduzir a inflamação e modular a resposta imune, em especial no caso de alergias. Dependendo da doença que você quiser curar é necessário realizar diferentes tratamentos, para obter bons resultados, e é necessário contar com a opinião de um especialista, que pode integrar a terapia com Ribes nigrum e algum outro remédio natural.

Curcumina

A curcumina é o mais importante ingrediente ativo presente na cúrcuma, uma especiaria que já falamos muitas vezes por causa de suas propriedades únicas. Os estudos sobre este ingrediente ativo, confirmam cada vez mais todos os benefícios que você já conhece: poderosos anti-inflamatórios e possíveis benefícios na luta contra o câncer. A eficácia anti-inflamatória da substância provou ser muito semelhante à das drogas, como cortisona e fenilbutazona, especialmente nas fases agudas da doença, e, obviamente, sem efeitos colaterais. Para ser vantajosa, no entanto, a dose deve a ser alta e apenas o consumo alimentar não é suficiente. Portanto, também neste caso, é necessário pedir ajuda a um especialista.

Cardiospermum halicacabum

Esta planta trepadeira da família sapindaceae, geralmente não são muito conhecidas, mas já na década de 70, os seus efeitos semelhantes à cortisona já eram conhecidos. Numerosos estudos têm tentado avaliar seus potenciais anti-inflamatório e antialérgico e os resultados sempre foram muito animadores. Suas propriedades encontram-se em fitoesteróis específicos presentes nas copas floridas da planta, que são principalmente usadas ​​para fazer cremes de uso tópico, adequados para o tratamento de alergias, de pele sensível e inflamações de vários tipos, tais como eczema. Ao contrário da cortisona, a Cardiospermum halicacabum pode ser usado por longos períodos, uma vez que é muito bem tolerada.

Reishi

O Ganoderma lucidum, ou reishi, é um cogumelo típico da China e do Japão, que há alguns anos tem sido o foco de diversos estudos científicos que destacou os potenciais anti-inflamatório e antialérgico, e por isso pode ser inserido entre as alternativas naturais à cortisona. Em particular, sua eficácia semelhante à do medicamento já foi testada na década de 90 pelo professor Stavinoha, um farmacologista da Universidade do Texas, que começou a comparar os efeitos do fungo com as do diclofenaco. Para obter bons resultados com o reishi é necessário ingeri-lo sob a forma de comprimidos, tendo o cuidado de comprar um produto de qualidade. É muito importante saber que as doses variam de acordo com a doença que se pretende tratar e dado o seu alto custo, é necessária a ajuda de um especialista que possa aconselhar o tempo e o modo de administração.

Gengibre

Vários estudos também demonstraram as várias propriedades benéficas do gengibre, incluindo a de ser um agente anti-inflamatório. Em particular, um estudo realizado na Universidade de Copenhagen quis comparar a sua eficácia contra a artrite (seja a reumatóide que a osteoartrite) comparando-o com medicamentos como o ibuprofeno e a cortisona. Os resultados mostraram que o ibuprofeno não é útil no caso destas doenças, enquanto excelentes benefícios foram obtidos com a cortisona tanto quanto com o extrato de gengibre. Parece, portanto, que os ingredientes ativos desta especiaria devam ser levados mais em consideração como remédios naturais para a inflamação, até porque seu uso não apresenta efeitos colaterais.

Leia também:

10 ALIMENTOS E ERVAS QUE SÃO VERDADEIROS ANTIBIÓTICOS NATURAIS

5 ESPECIARIAS ANTICÂNCER

O PARACETAMOL AUMENTA OS RISCOS DE AVC E ATAQUE CARDÍACO