Tumores: pesquisadores italianos descobriram uma molécula que previne metástases

  • atualizado: 
Tumores

Fala-se tanto dos tumores porque, infelizmente, eles afetam muitas pessoas. Embora as taxas de cura estejam aumentando, como o AIRC revela, ainda há muito a fazer.

Basta dizer que, em média, em um ano, somente na Itália, há 373.300 novos diagnósticos de câncer, distribuídos entre homens e mulheres. É por isso que uma descoberta como essa -- feita por pesquisadores italianos liderados por Alberto Mantovani e Massimo Locati -- é realmente importante em termos de prevenção.

O estudo, publicado no início de julho na revista científica Nature Immunology, foi dirigido e coordenado pela Humanitas e pela Universidade Estadual de Milão.  Os pesquisadores focaram na proteína MS4A4A e descobriram que é possível prevenir metástases.

É essa molécula que ativa o diálogo entre os macrófagos, que desempenham o papel de "policiais" quando o tumor ainda está em estado primitivo, e as células Natural Killer, sinalizando para estas últimas as células cancerosas, matando-as antes que se espalhem pelo corpo.

Portanto, sua presença em macrófagos é fundamental para ativar a resposta antitumoral do organismo antes que seja tarde demais.

Segundo os pesquisadores, a proteína poderia, portanto, ser empregada em novos métodos de imunoterapia, alterando radicalmente a situação atual. Porque se é possível prevenir o câncer, é evidente que a doença pode finalmente ser combatida tão logo surja.

Talvez te interesse ler também:

BEBER MUITO CAFÉ? NÃO CAUSA CÂNCER, MAS PODE DANIFICAR O CORAÇÃO

O CÂNCER SE TORNARÁ CURÁVEL NOS PRÓXIMOS 10 ANOS GRAÇAS AOS TRATAMENTOS DARWINIANOS

NÃO SE ADOECE DE CÂNCER POR AZAR, AS CAUSAS ESTÃO NO MEIO AMBIENTE, DIZ PESQUISA

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!