Pontas duplas: causas, o que fazer e o que não fazer com elas

Pontas duplas: causas, o que fazer e o que não fazer com elas

Pontas duplas fazem parte da realidade de muita gente. Estamos falando daqueles cabelos cujas pontas são esbranquiçadas, que se quebram e se dividem, dando aparência de cabelo maltratado, seco ou fraco.

As pontas duplas são consequência de danos causados aos fios, que se tornam quebradiços, gerando pontas que se partem.

E as pontas não são só duplas, elas podem se partir em três ou quatro partes.

Tricoptilose

Conhecida como tricoptilose, o problema ocorre em função das pontas serem a região do cabelo mais frágil às interferências externas.

Nessas situações, os fios perdem a camada protetora, ficam fracos e se partem.

Porém existem formas de evitar esse dano e dicas do que fazer para ter um cabelo saudável e livre dessas indesejadas pontas.

Conheça abaixo o que causa as pontas duplas, o que fazer e o que evitar.

As causas

As pontas duplas aparecem quando o cabelo está frágil e sem saúde, o que torna os fios secos e quebradiços.

Quase todas as pessoas passam por esse problema, tendo em vista que ele é causado por situações muitos comuns no cotidiano.

As principais causas das pontas duplas são: 

Falta de corte

Todo cabelo precisa ser cortado, com regularidade, para se manter saudável. A falta de corte pode favorecer o aparecimento de pontas mais frágeis, que geram pontas duplas.

Uso de produtos químicos

Alisar, colorir, relaxar, enrolar. As técnicas de mudança da textura dos fios são inúmeras e, muitas vezes, utilizam produtos extremamente agressivos, que mudam a estrutura dos fios, causando uma série de problemas capilares, como queda, ressecamento e… pontas duplas.

Uso de secadores e chapinhas

Embora não modifiquem a estrutura dos fios, como os produtos químicos, o processo de aquecer o cabelo, puxar ou enrolar pode danificar os fios, causando pontas duplas;

Má alimentação

Como todo o organismo, o cabelo também precisa de nutrientes para se manter saudável. Uma dieta pobre em vitaminas, proteínas e sais minerais pode favorecer fios mais quebradiços e ressecados.

O que fazer e o que não se deve fazer quando o cabelo apresenta bastante ponta dupla?

Vejas alguns mitos e verdades.

Arrancar pontas duplas faz mal?

Muitas pessoas têm o hábito de arrancar as pontas duplas, na esperança de que elas sumam. Embora pareça óbvio que isso possa acontecer, esse ato é desaconselhado por especialistas.

Na verdade, arrancar as pontas duplas causa efeito inverso, pois assim há uma agressão grande aos fios, que ficam ainda mais desiguais e doentes.

O que fazer e o que não fazer com as pontas duplas

Para evitar pontas duplas, existem algumas medidas que devem ser adotadas e outras que devem ser abolidas.

Evite

Arrancar as pontas duplas – O ato de arrancar as pontas duplas danifica ainda mais os fios, tornando-os frágeis e ressecados;

Técnicas sem comprovação de eficácia Existem técnicas que prometem acabar com as pontas duplas, como o corte da vela. Porém os especialistas na área dizem que não há comprovação de eficiência dessas técnicas e que pode causar um efeito inverso;

Lavar muito os cabelos – A frequência exagerada de lavagens pode tornar os fios frágeis e quebradiços, favorecendo pontas duplas;

Usar penteados “apertados” – Rabos de cavalo, coques ou outras amarrações que apertem muito os fios quebram o cabelo, causando pontas duplas.

Faça

Corte – Mantenha o hábito de cortar as pontas do cabelo a cada 3 meses. Assim, os fios ficam mais fortes e crescem mais saudáveis;

Hidrate – Máscaras capilares não fazem as pontas duplas desaparecerem, mas ajudam o cabelo a ficar mais saudável ao fortalecer os fios e devolver a umidade perdida. Procure por produtos com ingredientes, como óleos de amêndoa, de argan, de coco, babosa, azeite. O Pantenol (Pró-Vitamina B5) também é um excelente nutriente para o cabelo, pois fortalece os fios e restaura a umidade.

Muito cuidado ao pentear – Use sempre pentes de dentes largos, que têm a capacidade de deslizar pelos fios, sem danificar, como recomenda a Academia Americana de Dermatologia.  Penteie com delicadeza, sempre desembaraçando as pontas primeiro e depois a raiz;

Se for usar secador ou chapinha, proteja o cabelo – Caso realmente goste desses acessórios, existem produtos térmicos capazes de dar uma proteção extra aos fios durante o processo;

Tenha uma alimentação saudável – Consuma alimentos ricos em nutrientes para que os fios cresçam fortes e bonitos. Existem suplementos, como biotina e ácido fólico, que podem ajudar no fortalecimento dos fios.

Prevenção

Não há como se livrar completamente de pontas duplas, a não ser cortando os fios. Por isso, a melhor forma de evitar esse problema é prevenindo-o.

Por isso, siga essas dicas para ter um cabelo forte e saudável: 

Corte o cabelo regularmente – Não há outra forma de retirar as pontas duplas, a não ser cortando. O ideal é aparar as pontas a cada 3 meses;

Hidrate o cabelo regularmente – A hidratação com produtos específicos devolve a umidade que o cabelo perde no dia a dia, fortalecendo os fios e dando brilho;

Tenha uma alimentação saudável – Uma dieta rica em nutrientes benéficos ao organismo também ajuda na saúde do cabelo. Invista em frutas, verduras e legumes, produtos integrais e beba bastante água;

Evite produtos agressivos – Químicas e mesmo o secador, o babyliss e a chapinha agridem muito os fios, provocando ressecamento e pontas duplas. Se não der para ficar sem eles, tente usar produtos químicos com menos frequência, e sempre um por vez. No caso dos secadores e chapinhas, use um protetor térmico nos fios, quando for utilizá-los;

Trate os fios com delicadeza – Seja na hora de pentear, de amarrar ou de lavar, lembre-se que eles são frágeis. Penteie com cuidado, especialmente se eles estiverem molhados;

Na hora de dormir, dê atenção especial ao tipo de travesseiro – Há quem diga que travesseiros de algodão causam atrito nos fios, provocando quedas e danos ao cabelo. Por isso, a indicação seria usar fronhas de seda, que ajudam o cabelo a deslizar, sem prejudicar os fios.

Vale lembrar que a textura do cabelo também influencia no aparecimento de pontas duplas.

Cabelos crespos tendem a ser mais frágeis, principalmente pelo aspecto de curvatura dos fios. Eles também tendem a crescer mais lentamente e ter mais densidade. Tudo isso favorece quebras e mais pontas duplas. Por isso, o cuidado precisa ser redobrado nesses tipos de cabelo.

Assim como a textura, existem fases da vida que provocam mudanças maiores no cabelo, como é o caso da menopausa, tendo em vista que os níveis de estrogênio caem, diminuindo os óleos naturais dos fios.

Talvez te interesse ler também:

Cabelos Cacheados: 15 Remédios caseiros para uma hidratação perfeita

O que acontece com o corpo se você tomar biotina todos os dias?

Como fazer o cabelo parar de cair

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *