Bafômetro da saúde criado por jovens brasileiras detecta doenças com um sopro

Bafômetro da saúde criado por jovens brasileiras detecta doenças com um sopro

Em geral, as notícias sobre ciência e tecnologia costumam ter como protagonistas homens. Entretanto, cada vez mais mulheres têm ocupado esse espaço de pesquisa que, por muito anos, tem sido majoritariamente masculino.

Duas irmãs da Bahia têm feito ciência de cunho social ao desenvolverem o projeto OrientaMed, um dispositivo, que parece um bafômetro, capaz de detectar várias doenças infecciosas, informa o site do Simi.

O OrientaMed, desenvolvido pelas estudantes Júlia (26 anos) e Nathália Nascimento (31 anos), faz a triagem de cerca de 15 tipos de doenças a partir do sopro do paciente. Dentre as doenças que o dispositivo pode identificar estão pneumonia, gastrite e diabetes. A detecção das doenças é feita a partir da análise dos gases exalados pelos usuários. E o melhor: o aparelho entrega o resultado em apenas 5 minutos!

O dispositivo foi criado por meio de aplicações de inteligência artificial, como parte da pesquisa de doutorado em Computação de Nathália. Deu tão certo a eficácia do aparelho que foi criada a startup AinBio, que tem as duas irmãs como cofundadoras e o biotecnologista Rheyller Vargas.

O trio de pesquisadores está em busca de parcerias com hospitais para ampliar a produção do produto.

A empresa e o aparelho

O AinBio faz uso de conhecimentos em programação e biotecnologia para o desenvolvimento de soluções para interpretar cheiros por meio de inteligência artificial.

O OrientaMED é um dispositivo de teste rápido cujo propósito é levar o conceito da Triagem Digital a instituições de saúde. Ele cria um cenário no qual testes rápidos estão disponíveis em um único aparelho, que é leve, portátil, de baixo custo, fácil manuseio e de rápido resultado.

Para saber mais sobre o produto, acesse AQUI o site da AinBio.

Parabéns meninas!!!

Talvez te interesse ler também:

PELA PRIMEIRA VEZ UMA MULHER GANHA O PRÊMIO ABEL, O ‘NOBEL’ DA MATEMÁTICA

ENTRE OS 10 MELHORES PROFESSORES DO MUNDO, UMA É BRASILEIRA

BRASILEIRA VENCE PRÊMIO INTERNACIONAL POR PROJETO PARA DIMINUIR O NÚMERO DE ANIMAIS ATROPELADOS

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *