Doenças causadas por noites mal dormidas

Doenças causadas por noites mal dormidas

Que dormir é essencial todo mundo sabe, afinal, não há quem não durma. Mas, muito além de garantir um corpo descansado, dormir é fundamental para que todo o organismo funcione adequadamente. Uma noite mal dormida pode trazer consequências sérias para a saúde, comprometendo a mente e também o corpo. Veremos doenças que podem ser causadas por noites mal dormidas.

Por que devemos dormir?

Não há ainda uma teoria única a respeito do porquê devemos dormir, mas já se sabe que dormir é fundamental para que a mente possa se colocar em ordem e para que o corpo possa renovar as células e os músculos. Já diz o ditado: dormir é meio sustento.

Embora os motivos da existência do sono não sejam muito claros para a ciência, é sabido que as noites mal dormidas podem trazer consequências sérias para a saúde, tais como:

Doenças cardiovasculares

Em uma pesquisa realizada durante 14 anos com 657 homens entre 25 e 64 anos de idade, observou-se que todos os que apresentaram ataques cardíacos também sofriam com problemas e distúrbios no sono. Isso significa que a noite mal dormida pode desencadear casos graves de doenças cardiovasculares e aumentar as chances de ataques cardíacos.

Leia também: INFARTO: 20 SINTOMAS QUE NÃO DEVEMOS IGNORAR

Câncer de próstata

Em uma pesquisa recentemente publicada no periódico Cancer Epidemiology, foi mostrada uma assustadora relação entre o desenvolvimento de câncer de próstata em pessoas com problemas de sono. O estudo observou 200 homens por 3 anos e mostrou que os que não tiveram uma boa qualidade de sono aumentaram em 60 vezes as chances de desenvolver este câncer.

Leia também: CÂNCER DE PRÓSTATA: CAMPANHA DEIXARÁ OS SUPER-HERÓIS DA MARVEL AZUIS

Alzheimer

A falta de sono também pode trazer a progressão de Alzheimer segundo uma pesquisa publicada pela Universidade John Hopkins em 2013. Segundo os pesquisadores, o sono é essencial para se livrar de resíduos cerebrais que podem causar Alzheimer.

Leia também: ALZHEIMER: PEQUENOS SINTOMAS QUE PODEM INDICAR GRANDES PROBLEMAS

Diabetes e obesidade

Segundo o estudo coordenado pela Universidade de Chicago, a falta de sono gera um acúmulo de ácidos graxos que retardam o processamento do metabolismo, sendo responsável por casos de obesidade e também diabetes pela maior resistência que se terá à insulina.

Leia também: DIABETES: 10 SINTOMAS INICIAIS BASTANTE COMUNS

Suicídio

Um estudo da Universidade de Medicina de Stanford realizado durante 10 anos mostrou que há uma significativa relação entre a falta de sono e pensamentos suicidas em adultos. Isso foi observado inclusive em pessoas que não demonstravam sintomas de depressão.

Colite ulcerativa

Neste caso, pesquisadores da NHC descobriram que a colite ulcerativa (quadro inflamatório grave no aparelho digestivo) pode ser desencadeada tanto pela falta de sono quanto pelo sono em excesso. Pessoas que dormiam menos de 6 horas ou mais de 9 horas por dia apresentaram um expressivo aumento de risco de desenvolver colite ulcerativa.

Leia também: COLITE: O QUE COMER? A LISTA DE ALIMENTOS RECOMENDADOS E NÃO

Assim, de forma direta podemos dizer que a falta de sono pode acarretar os seguintes problemas:

• Doenças cardiovasculares

• Câncer de próstata

• Alzheimer

• Diabetes e obesidade

• Colite ulcerativa

• Pensamentos suicidas

sono

Quanto tempo devemos dormir por dia?

O tempo de sono depende de cada organismo. Como entendimento e exemplo, bebês recém-nascidos precisam geralmente de 14 a 17 horas de sono por dia, enquanto adultos de 26 a 64 anos precisam dormir entre 7 e 9 horas por noite.

Como melhorar a qualidade do sono?

Há quem não sinta sono de jeito nenhum e acredite piamente ter sido feito para viver durante a noite e dormir durante o dia. Embora cada organismo funcione de uma forma diferente, devemos ter ao menos o hábito de dormir sempre no mesmo horário.

Para que o sonho venha naturalmente, é importante que mantenhamos também uma boa qualidade de vida enquanto acordados. Isso significa a adoção de algumas das seguintes práticas diariamente, pois farão bem para o sono e para a saúde:

• Praticar exercícios físicos

• Beber entre 1,5 a 2 l de água por dia (a depender da recomendação médica)

• Alimentar-se de alimentos naturais e saudáveis sem adições químicas de conservantes

• Ter a cama limpa, asseada e bem cuidada

• Ter o quarto (ou ambiente para dormir) com iluminação adequadamente baixa

• Não fumar

• Não beber café ou álcool antes de se deitar para dormir

Orientações gerais sobre o sono

Caso tenha persistentes problemas de sono, é necessário buscar por orientação de um médico. Somente um profissional de saúde será capaz de orientar a respeito da melhor forma ou tratamento para melhorar a qualidade do seu sono.

Especialmente indicado para você:

INSÔNIA? CONHEÇA AQUI ERVAS QUE VÃO TE AJUDAR A DORMIR MELHOR

COMO É POSSÍVEL MELHORAR O SONO DO TEU BEBÊ (E O TEU TAMBÉM!)

COMO SE RECUPERAR DE UMA NOITE SEM DORMIR?

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *