→ Hepatite A - Tratamento, Transmissão e Prevenção

  • atualizado: 
hepatite a

Embora tenha evoluído muito a prevenção e tratamento das variadas formas de hepatite, ela ainda é bastante presente no Brasil. Entre 1999 e 2015, por exemplo, o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) registrou quase 515 mil casos de hepatites virais em território brasileiro, sendo que a incidência de hepatite A responde a 31,4% desse total.

Por esse motivo, é importante estar alerta a respeito da doença, bem como das formas de prevenção. Para começar, saiba exatamente o que é a hepatite A.

O que é hepatite A

A hepatite A é uma doença contagiosa transmitida pelo vírus VHA. Este vírus é extrememante resistente as variações de temperatura, e pode permanecer na pele por quatro horas.

Essa enfermidade causa inflamação do fígado, mas, geralmente, não apresenta complicações.

Somente em 1% dos casos a doença pode evoluir para hepatite fulminante, um quadro grave que faz o fígado parar de funcionar.

No entanto, a hepatite A costuma ser fácil de tratar. Uma vez infectada, a pessoa fica imune ao vírus.

Entre os sintomas estão: náuseas, vômitos, icterícia, fezes claras e urina escura, dor muscular, febre e perda de apetite. Porém a hepatite A pode não apresentar sintomas, ou ter sinais muito semelhantes a um virose.

Tratamento e transmissão da Hepatite A

O vírus da hepatite A é transmitido de pessoa doente para pessoa saudável, ou através de alimentos ou água contaminada.

Por essa razão é mais comum em lugares com saneamento básico insuficiente.

Com relação aos alimentos, os frutos do mar são especialmente propícios a transmitir a hepatte A, principalmente os moluscos que retém muita água e podem hospedar o vírus.

Não existe um tratamento específico para a hepatite A, mas o repouso, uma boa alimentação e a administração de medicamentos para minimizar os sintomas da doença, estão entre as recomendações.

No entanto, apenas o médico poderá saber qual a melhor forma de tratar a hepatite A.

Normalmente, a enfermidade desaparece em cerca de 2 meses, mas pode levar até seis meses para o vírus ser eliminado pelo organismo.

É importante também eliminar o álcool pelo menos por três meses, após o corpo voltar ao normal.

Como prevenir a hepatite A

Existe vacinação contra a hepatite A, mas uma série de medidas, principalmente, de higiene são importantes formas de prevenção da doença. Entre elas, estão:

  1. Lavar bem as mãos antes e depois de usar o banheiro e ao cozinhar
  2. Lavar os alimentos, antes do consumo
  3. Cozinhar bem os frutos do mar e evitar comê-los crus ou mal cozidos;
  4. As medidas de higiene devem ser redobradas, caso existam infectados morando na mesma residência e também em ambientes como creches, escolas, restaurantes, etc;
  5. Só consumir água filtrada, fervida ou mineral (em garrafa);
  6. Evitar exposição à águas potencialmente contaminadas, como riachos, valões, ou lugares com esgoto à ceu aberto;
  7. Evitar comer em ambientes nos quais não se sabe a procedência e modo de preparo dos alimentos;
  8. Conferir se os salões de beleza estão esterilizando os kits de manicure, antes de fazer qualquer procedimento ou leve os próprios instrumentais.

Especialmente indicado para você:

setaHEPATITES A, B E C: SINTOMAS E TRATAMENTOS

setaDIA MUNDIAL CONTRA A HEPATITE

setaMINISTÉRIO DA SAÚDE LANÇA CAMPANHA DE VACINAÇÃO ESPECÍFICA PARA INDÍGENAS