Úlcera → Tipos, Sintomas, Curas e Prevenção com a Dieta

  • atualizado: 
úlcera

A úlcera é uma ferida que se desenvolve na mucosa do esôfago, estômago ou intestino delgado. Ela ocorre quando o ácido estomacal danifica o revestimento do trato digestivo e é comumente causada pela bactéria H. Pylori, pelo uso de analgésico anti-inflamatórios como a aspirina e ibuprofeno, pelo estresse, por alguma alteração genética, excesso de bebida alcoólica, fumo e ou má alimentação.

TIPOS DE ÚLCERA

A úlcera se desenvolve em diferentes partes do sistema digestivo e por isso é divida em:

  • ÚLCERA PÉPTICA: Qualquer úlcera que está exposta à pepsina é chamada Úlcera Péptica. Ela se desenvolve no revestimento do estômago ou duodeno. A pepsina está presente juntamente com o ácido clorídrico no revestimento do estômago. Existem muitos sintomas da ulcera péptica que valem a pena verificar.
  • ÚLCERA GÁSTRICA: É quando a úlcera péptica está no estômago, seus sintomas são mais específicos.
  • ÚLCERA DUODENAL: É quando a úlcera péptica está no duodeno e se desenvolve na primeira parte do intestino delgado. Alguns dos sintomas são, curiosamente, opostos aos sintomas da úlcera gástrica. Ela é mais comum no ocidente.
  • ÚLCERA ESOFÁGICA: Se desenvolve no final do esôfago e geralmente está associada com o refluxo ácido.
  • ÚLCERA HEMORRÁGICA: Acontece quando uma úlcera péptica não é tratada e é o tipo mais grave de úlcera, por isso se você apresenta algum sintoma, é preciso consultar um médico imediatamente.
  • ÚLCERA REFRATÁRIA: É quando uma úlcera péptica não foi curada após três meses de tratamento.
  • ÚLCERA DE ESTRESSE: É um grupo de lacerações encontradas no esôfago, estômago ou duodeno. É encontrado em pacientes gravemente doentes ou severamente estressados.

SINTOMAS DA ÚLCERA

  • O sintoma mais comum da úlcera é a queimação no estômago, mas existem muitos outros sintomas.
  • A fome pode causar dores no estômago, o que ocorre entre as refeições e ao acordar.
  • A dor pode vir em forma de pontadas.
  • Ingerir aspirinas, suco de laranja ou café causa dor.
  • Antiácidos oferecem um alívio de curto prazo.
  • A dor pode ocorrer quando seu estômago está vazio ou logo após comer, o que determina o tipo de úlcera que você tem.
  • O tipo de úlcera também determina se a ingestão de comida ou antiácidos alivia a dor.
  • Arrotar frequentemente e apresentar inchaço na barriga também são sintomas comuns.
  • Já a evidencia de sangramento, vômito, perda do apetite e náuseas são sintomas menos comuns, mas que podem existir.

Se você apresentar qualquer um desses sintomas, deve se consultar com um médico.

CURAS E PREVENÇÃO COM A DIETA

A boa alimentação é fundamental para uma boa saúde, e ela também pode prevenir e até mesmo curar uma úlcera.

Por exemplo, uma dieta alcalina é excelente para todos os tipos de doença, pois ela balanceia o pH do nosso corpo, e um organismo muito ácido é propício para doenças.

Uma dieta alcalina é rica em folhas verdes, mas há uma extensão de alimentos liberados para esse propósito. Se você apresenta úlcera também é indicado que consuma leite, carne, peixes e ovos com pouca gordura, cereais, legumes e macarrão misturados com verduras e frutas bastante maduras.

Água também é de grande importância e alguns chás também podem ajudar, como os chás de ervas e o chá verde.

Já o que você deve evitar são alimentos ricos em açúcar ou gordura, queijos fortes e muito fermentados e tudo o que apresenta acidez elevada.

Também existem alimentos que tanto ajudam a tratar como previnem as úlceras. São eles:

Mel

O mel combate bactérias e por isso é um aliado na hora de tratar e prevenir úlceras causadas pela H. pylori. Você pode consumir uma colher de sopa por dia, espalhado em uma torrada ele permanece mais tempo no estômago. Como a bactéria H. pylori se desenvolve devagar, mantenha o consumo até que os sintomas sumam completamente.

Brócolis, couve de Bruxelas, couve-flor e couve

Esses vegetais são ricos em sulforafano, um composto que acaba com a Helicobacter pylori. Considere comer um copo de broto de brócolis por dia, ele não só vai começar a combater sua úlcera, como também fornecerá mais que a quantidade necessária de vitamina C e uma quantidade generosa de fibras, dois fortes aliados na luta contra as úlceras.

Repolho

Os cientistas acham que é o aminoácido glutamina que faz do repolho um alimento poderoso contra a úlcera. A glutamina ajuda a fortalecer o revestimento mucoso do intestino e a melhorar o fluxo sanguíneo para o estômago, o que não só previne úlcera como acelera a cura de feridas já existentes.

Você pode consumir dois copos de repolho cru por dia, adicionando-os em saladas e sanduiches.

Iogurtes com culturas vivas

Alimentos como o iogurte e o kefir possuem o que chamamos de “bactérias boas” que inibem a H. pylori e podem ajudar as úlceras a sararem mais depressa.

Um estudo feito na Suécia concluiu que pessoas que consomem leite fermentado pelo menos três vezes por semana são bem menos propensas a desenvolver úlceras. Você deve consumir um copo de iogurte, kefir ou outro leite fermentado com culturas vivas ativas por dia, mas evite as opções adoçadas pois são menos efetivas.

Banana da terra

Essa variedade de banana ajuda a acalmar mucosas inflamadas e irritadas e tem algumas propriedades antibacterianas. Consumida ainda verde ela tanto ajuda a curar como previne a formação de úlceras. Você deve consumi-la verde e cozida.

Olmo

O chá de olmo cobre o estômago, o que traz algum alivio para a dor que a úlcera causa. Ele pode ser consumido várias vezes ao longo do dia.

Todo alimento rico em fibras

As fibras têm um papel importante em manter as úlceras à distância, principalmente aquelas no duodeno. Vários estudos mostram que pessoas com uma dieta rica em fibras são menos propensas a desenvolver úlceras. Cientistas ainda não têm certeza sobre como as fibras ajudam, mas pode ser devido ao fato de ela diminuir a velocidade do esvaziamento do estômago, o que reduz o tempo em que estômago e duodeno ficam expostos ao ácido gástrico.

Fibras solúveis, do tipo encontrado em aveia, feijão, cevada, ervilhas e peras também formam uma gosma que atua como uma barreira entre o revestimento do estômago e os ácidos corrosivos. É sugerido consumir de 25 a 35 gramas de fibra por dia.

Especialmente indicado para você:

setaPAU-FERRO

setaBENEFÍCIOS DO BÁLSAMO

setaLEITE DE ALPISTE