A fertilidade masculina diminui em homens que guardam o celular no bolso

fertilidade masculina

Nos últimos anos, a fertilidade, tanto em homens como em mulheres, tem passado por um declínio provavelmente por causa de um estilo de vida errado e indisciplinado que muitas pessoas levam, de uma alimentação nada saudável e por outras razões ainda desconhecidas. Mas também por causa da constante presença de redes de telefonia e wireless que nos bombardeiam o tempo inteiro e em toda parte.

Um novo estudo mostrou recentemente como os espermatozóides sofrem com a presença do telefone celular quando guardado no bolso, o que faria com que perdessem, pelo menos em parte, a capacidade de fecundar.

A pesquisa realizada pela Faculdade de Biologia da Universidade de Exeter, no Reino Unido, e publicado na Environment International, reuniu e comparou os resultados de 10 estudos que analisaram a relação entre telefones celulares e a fertilidade masculina. Em particular, o foco foi dado na compreensão de como a presença de ondas eletromagnéticas podem interferir no esperma saudável.

A amostra total foi avaliada em 1.500 homens adultos dos quais se conhecia seja a qualidade do sêmen que a sua concentração e a velocidade e mobilidade dos espermatozóides. A partir desta análise, os pesquisadores foram capazes de mostrar o quão prejudicial é o hábito de guardar o celular no bolso da calça e, portanto, muito perto dos testículos e outras partes do aparelho genital masculino, proporcionando uma queda da fertilidade em 8% com relação à média. Particularmente se verificou que o espermatozóide perde a amplitude de movimento e a sua vitalidade.

Quem mais deveria se preocupar com esta possibilidade, de acordo com Fiona Mathews, principal autora do estudo, seria "o grupo de homens que já estão na fronteira entre fertilidade e infertilidade".

Será obviamente muito importante fazer novos estudos epidemiológicos, enfatiza Mathews, que possam dar um quadro mais completo e detalhado sobre a infertilidade masculina, não só para avaliar o impacto negativo dos telefones celulares e dos tablets guardados muito perto das partes íntimas, mas também sobre os estilos errados de vida: alimentação inadequada, falta de sono ou atividade física, tabagismo, etc.

Na dúvida é melhor guardar o celular em outro lugar, não é mesmo?