Toxoplasmose: saiba o que é e evite a contaminação

  • atualizado: 
Toxoplasmose

A taxoplasmose, também conhecida como a doença do gato, é provocada pelo contato das fezes de animais infectados com o homem.

Trata-se de doença silenciosa, o que gera mais perigo ao homem, se contaminado. Os sintomas como febre e fadiga são também comuns a outras doenças, sendo difícil diagnosticá-la no início. Outro sintoma é o inchaço dos gânglios.

Para a EBC, o farmacêutico José Gildo da Silva explicou sobre a toxoplasmose, que é transmitida pelo protozoário Toxoplasma gondii, cujo hospedeiro é o gato doméstico. Ele ressalta a importância de a doença ser tratada a tempo, pois ela pode levar a vários problemas fetais, em mulheres grávidas que a contraírem.

Formas de contágio

A principal forma de contágio da toxoplasmose é a ingestão de carne crua contaminada pelo toxoplasma ou folhas verdes mal lavadas.

O gato é o principal transmissor da doença, devido ao contato de suas fezes com os humanos. Mas outros animais também podem transmiti-la.

Para evitar o contágio, o especialista orienta evitar comer carne crua e lavar as verduras de forma adequada, fazendo uso de hipoclorito de sódio (água sanitária).

O mito sobre o gato

Somente 1% dos gatos transmite a toxoplasmose, logo é muito raro que o animal seja a principal fonte de transmissão. É preciso que as fezes do gato estejam em contato com a boca, pois o gato que contrai toxoplasmose elimina os oocistos (os “ovinhos” do toxoplasma) apenas uma única vez e por apenas 15 dias durante toda a sua vida.

Já as grávidas devem fazer os exames pré-natal para se assegurarem de não terem contraído a doença, sobretudo, no primeiro trimestre de gravidez, período de maior risco para o feto, embora ocorra em um percentual mais baixo de contágio nessa época.

Como evitar a contaminação

O Projeto Esperança Animal (PEA) indica alguns cuidados gerais para serem tomados:

- Lave as mãos antes de comer ou beber;
- Lave as mãos após a manipulação de carne e alimentos;
- Não tome leite sem antes fervê-lo;
- Não tome água de origem desconhecida;
- Não coma carne crua ou mal passada e nem verdura, legumes e frutas mal lavados;
- Não coma embutidos não fiscalizados, de procedência duvidosa;
- Use luvas ao limpar a caixa sanitária de gatos e/ou quando for mexer com jardinagem;
- Se você for vegetariano, já não precisa se preocupar com carnes cruas ou mal passadas, mas tenha muita atenção nas frutas, legumes e verduras bem lavadas.

Cuidados com o gato

- Não o alimente com carne crua ou mal passada;
- Limpe a caixa sanitária 2x ao dia;
- Desinfete a caixa sanitária e a pá com água fervendo por 5 minutos diariamente (se o gatinho estiver doente);
- Evite que seu gatinho tenha acesso à rua (assim evita que ele cace ratinhos, baratas, lagartixas ou então que ele coma alimentos duvidosos);
- Mantenha seu gatinho vacinado e vermifugado;
- Leve seu gatinho frequentemente ao veterinário.

Em suma, é fundamental ter bons hábitos de higiene sempre!

Especialmente indicado para você:

GATO, CACHORRO NA CAMA? VEJA MOTIVOS A FAVOR E CONTRA

COMO LIMPAR E ESTERILIZAR A CAIXA DE AREIA DO GATO DE UMA FORMA NATURAL