Polêmicas sobre a mamografia: elas são realmente necessárias e eficientes?

Polêmicas sobre a mamografia
Graças a um vídeo que tem circulado na internet, uma polêmica a respeito da mamografia voltou à tona este ano. O vídeo coloca em dúvida os verdadeiros benefícios da mamografia e radiografias odontológicas, apontando estas terapias como possíveis causadoras de câncer de tireoide. A medicina, por sua vez, nega a veracidade das informações. Exploraremos aqui um pouco além das radiografias odontológicas e polêmicas sobre a mamografia: elas são realmente necessárias e eficientes?

Segundo o vídeo, mamografia e radiografia odontológica causam câncer

Como muitas mensagens inverídicas que vemos por aí, o vídeo em questão tem viralizado na internet e atraído a atenção das pessoas para um suposto mal que a mamografia pode causar. A pessoa que aparece no vídeo não se identifica, mas atribui o valor da afirmação ao famoso médico Drauzio Varella. Segundo a pessoa que aparece no vídeo, ela teria visto uma entrevista com o dr. Drauzio onde ele afirma que a mamografia e também as radiografias odontológicas podem causar câncer de tireoide caso não haja uma proteção adequada dos pacientes.

Ao ser consultado pela BBC a respeito, o médico responde perplexo que isso “é uma dessas teorias conspiratórias horríveis!”, desmentindo as informações que aparecem no vídeo. “Estou em contato com uma advogada especialista em internet para tomar as providências”, diz o médico, demonstrando profunda insatisfação com o vídeo. “Passamos tantos anos insistindo que as mulheres façam mamografia anualmente a partir dos 40 anos e uma pessoa infeliz dessa usa meu nome para assustar as mulheres”. Especialmente agora que estamos no chamado “Outubro Rosa”, mês de conscientização para a realização da mamografia.

Mamografia causa câncer de tireoide?

Segundo uma nota publicada pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetríciaa dose de radiação para a tireoide durante uma mamografia é extremamente baixa, menor que 1% da dose recebida pela mama. Isto é equivalente a 30 minutos de exposição à radiação do sol”, ou seja, tem efeito tão inócuo como uma caminhada em pleno sol antes das 10 ou depois das 4 da tarde.

Além disso, segundo o Instituto Nacional do Câncer, a taxa de incidência de câncer de tireoide ao redor do mundo tem aumentado cerca de 1% ao ano, mas isso se deve especialmente ao fato de que o exame que detecta este tipo de doença tem sido feito com uma maior recorrência por indicação dos médicos. Há ainda a informação de que os casos de morte por câncer de tireoide têm diminuído drasticamente, dada a eficácia cada vez melhor do tratamento.

Quanto ao protetor que supostamente deveria ser usado segundo o que é mencionado no vídeo, trata-se de uma placa de chumbo que segundo a Comissão Nacional de Mamografia “pode interferir no posicionamento da mama e gerar sobreposição e reduzir a qualidade da imagem”.

O outro lado da moeda

Embora o câncer de tireoide não seja o verdadeiro risco de quem se submete à mamografia, pesquisadores do The Canadian National Breast Screening, numa pesquisa que durou 25 anos, apontam dados que podem gerar preocupações ao dizer que “106 das 44.925 mulheres do grupo de pessoas saudáveis foram diagnosticadas com câncer de mama e tratadas sem nenhuma necessidade, sendo submetidas à intervenções cirúrgicas desnecessárias, quimioterapia, radioterapia e combinações dessas terapias”, mostrando que a mamografia pode muitas vezes cometer enganos.

É necessário fazer mamografia?

A resposta para esta pergunta só poderá vir de um médico ou profissional de saúde qualificado. Somente um médico ao analisar cada caso em particular poderá diagnosticar de acordo com as peculiaridades de cada organismo. Nosso corpo é complexo e depende de uma análise direta de um profissional de saúde. Portanto, em caso de dúvidas, pergunte ao médico para obter uma orientação adequada a respeito da mamografia ou mesmo radiografias odontológicas.

Especialmente indicado para você:

setaCONHEÇA OS ALIMENTOS QUE FAZEM A DIFERENÇA NO TRATAMENTO DO CÂNCER DE OVÁRIO

setaCÂNCER DE MAMA: FATORES DE RISCO, SINTOMAS E O AUTOEXAME

setaTIREÓIDE DE HASHIMOTO: AS RESPOSTAS ÀS SUAS PERGUNTAS