Toxoplasmose na gravidez: tudo o que você precisa saber

Toxoplasmose na gravidez

A toxoplasmose sempre gera dúvidas nas pessoas, em especial as mulheres grávidas, e também muito desespero e medo. Relataremos aqui o que é a toxoplasmose, e também o que pode acontecer em caso de toxoplasmose na gravidez além de tudo o que você precisa saber neste caso.

O que é a toxoplasmose

Para fins de entendimento, a toxoplasmose pode ser explicada como uma infecção causada por um parasita chamado Toxoplasma Gondii. Este parasita é um organismo unicelular que é normalmente encontrado nas fezes do gato ou outros lugares e coisas que possam ter sido contaminados pelas fezes dos gatos. Não muito comum, encontra-se também este parasita em carnes e leite de cabra quando não pasteurizado. Como regra geral já constatada pela ciência, somente as fezes dos gatos podem estar contaminadas com este parasita, enquanto de outros animais não. Aqui é importante frisar que gatos saudáveis e que possuem acompanhamento de veterinários dificilmente serão portadores do parasita da toxoplasmose.

Como se pega toxoplasmose

A toxoplasmose pode ser adquirida ao consumir alimentos que tenham sido infectados pelo parasita. É recorrente que este parasita esteja presente em carnes mal cozidas ou cruas (com excesso de sangue), leite de cabra não pasteurizado conforme já citado e também nas fezes dos gatos.

Pela lógica, não é necessário o consumo direto ou indireto das fezes dos gatos, mas um alimento, tal qual uma fruta, que tenha tido o leve contato com o solo, água ou recipiente de fezes dos gatos pode ser também um “portador” do parasita. Portanto, o consumo indireto de qualquer alimento que possa ter tido o mínimo contato com as fezes já é o suficiente para contaminar quem o ingere.

É bom ter em mente que o simples contato com um gato não é o suficiente para se contrair o parasita da toxoplasmose, sendo somente o contato com suas fezes uma ação contagiosa. Além disso, a toxoplasmose não pode ser transmitida de pessoa a pessoa. Porém, há uma exceção nesta regra: gestantes que tenham sido contaminadas podem transmitir a toxoplasmose para os fetos durante a gestação.

Toxoplasmose na gravidez, tudo o que você precisa saber

É importante prestar atenção nesta infecção especialmente durante a gravidez, uma vez que a toxoplasmose é praticamente inócua para quem não está no grupo de gestantes. Dependendo do tempo de contaminação, assim como o grau de desenvolvimento do parasita, a toxoplasmose pode causar diversos danos ao feto cuja mãe esteja infectada com o parasita. Dentre os relatos de possíveis problemas, afirma-se o possível quadro de morte do feto, abortos espontâneos, danos ao cérebro do feto e muitos outros órgãos, principalmente os olhos. Há muitos casos de bebês que foram contaminados com a toxoplasmose durante a gestação que não apresentam nenhum destes problemas enquanto bebês, vindo a demonstrar problemas de visão, cegueira ou mesmo danos cerebrais quando adultos.

A única maneira de saber se há infecção de toxoplasmose é através de um teste sanguíneo conduzido por um médico. Portanto, para uma gravidez saudável, mesmo fora dos quadros de risco de contaminação, é necessário procurar um médico para que todos os exames sejam realizados.

Para evitar a toxoplasmose é necessário se atentar aos fatores que podem levar à contaminação de toxoplasmose e evitá-los a todo custo. Não ingerir alimentos crus ou mal passados, não ingerir leite ou lacticínios que não tenham sido pasteurizados, e mais importante, evitar ambientes que possam ter sido contaminados com fezes de gatos.

Recomendações gerais para a toxoplasmose

Somente um médico ou profissional de saúde poderá conceder orientações adicionais neste caso. Portanto, em caso de gestação é importante procurar um médico a fim de estar em dia com exames necessários e recomendações adequadas.

Especialmente indicado para você:

PRIMEIROS SINTOMAS DE GRAVIDEZ:SERÁ QUE VOCÊ ESTÁ GRÁVIDA?

10 SUPER ALIMENTOS PARA A GRAVIDEZ

RECOMENDAÇÕES PARA GRÁVIDAS VIAJAREM DE AVIÃO