Planos de saúde são obrigados a cobrir exame para identificar vírus zika

teste-zika

Você sabia que é possível denunciar o plano de saúde que se recusar a fazer o exame que detecta o zika vírus?

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) estabeleceu novas regras que obrigam os planos de saúde a cobrirem esse tipo de exame. Caso o paciente tenha o seu pedido negado, ele pode denunciar o seu plano para a ANS pelo telefone 0800 7019656 e, ainda, fazer uma denúncia no Procon, órgão de defesa do consumidor.

É comum os planos se recusarem a cobrir o exame, que chegam a custar R$ 1 mil em clínicas particulares, segundo informa o chefe de atendimento do Procon de Boa Vista(RR), Márcio Amorim.
 
As novas regras estabelecem que os planos de saúde devem cobrir os seguintes exames: PCR, que identifica o vírus zika nos primeiros dias da doença; o IGM, exame sorológico que identifica anticorpos na corrente sanguínea; e também o IgG, que verifica se houve algum contato da pessoa com o vírus em algum momento da vida.
 
Tendo em vista que os sintomas da zika, da dengue e da febre chikungunya são muito parecidos, a realização desses exames para a identificação da doença é fundamental para ministrar o tratamento correto e adequado. 

Leia também: CONHEÇA OS SINTOMAS DA DENGUE, ZIKA, CHIKUNGUNYA E GRIPE

Além disso, a infecção por zika pode ter relação com a Síndrome de Guillain-Barré, uma doença autoimune cujo aumento, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), em vários países, incluindo o Brasil, aponta indícios de estar relacionado também com o aumento do zika, transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti. Existem alguns estudos que afirmam ser o zika o fator desencadeante da Síndrome de Guillain-Barré

No início deste ano, uma jovem morreu de miosite aguda causada pelo vírus chikungunya no Brasil.  A miosite é uma inflamação muscular que funciona como uma reação autoimune do organismo a alguns tipos de bactérias e vírus. Em um caso como esse, o exame de sangue indicaria com qual vírus a jovem foi infectada e o tratamento poderia ter sido mais rápido e salvado a sua vida.

A diferença entre a miosite e a Síndrome de Guillain-Barré, segundo o infectologista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, Dalcy Albuquerque, é que a primeira atinge os músculos enquanto a segunda atinge a bainha dos nervos.

Agora que você já sabe dos seus direitos, faça-os valer, caso seja necessário: exija o exame de seu plano de saúde para detectar o zika vírus.

Especialmente indicado para você:

VACINA CONTRA DENGUE É APROVADA PELA ANVISA

DE ONDE VEIO O ZIKA VÍRUS? MOSQUITOS GENETICAMENTE MODIFICADOS SOB SUSPEITA

Fonte: ebc