Babosa: o que acontece ao corpo se beber um copo de aloe vera por dia?

suco-de-aloe-vera

Aloe vera e saúde. Será que realmente faz bem beber o seu suco? Beber suco de aloe vera é frequentemente recomendado para tratar doenças diferentes, mas também simplesmente para reforçar o sistema imunológico, desintoxicar ou melhorar as funções digestivas.

A dose geralmente recomendada para beber o suco de aloe é de 20 ml, 2 a 3 vezes por dia, o que corresponde a mais ou menos meio copo americano. Uma dose maior que esta, exceto em casos especiais e sob aconselhamento especializado, pode dar problemas como náusea e acidez.

Recomenda-se beber o suco industrializado porque não contém aloína, o princípio ativo da planta que pode irritar a mucosa intestinal, mas nada impede que se tente de fazer o suco em casa, bebendo-o com moderação e atenção aos sintomas.

Mas exatamente quais benefícios pode obter o nosso corpo quando bebemos regularmente a quantidade certa do suco de aloe? GreenMe Itália pediu à Isabella Massamba, Doutora em Ciências Naturais e especializada em botânica e etnobotânica, para explicar o que acontece com o nosso corpo se bebermos o suco da aloe vera com frequência.

Veja abaixo os principais benefícios da aloe vera, confirmados por pesquisas importantes e que destacam o potencial desta planta para a nossa saúde:

Melhora a digestão e fortalece o sistema imunológico

O gel fresco da aloe vera Gel é rico em enzimas (úteis para a digestão) e tem ações antibacteriana, antifúngica e antiviral. Contém vários grupos de compostos químicos, tais como glicoproteínas, polissacarídeos, derivados de antraquinona, vitaminas, minerais, aminoácidos e muitos outros, que têm ações terapêutica multidirecionais (boas para o nosso corpo, agindo em várias frentes). É também um poderoso anti-inflamatório, útil para acalmar vários distúrbios digestivos. A aloe contém grandes quantidades de polissacarídeos imuno-estimulantes, em particular, a manose, a qual tem a capacidade de induzir as células brancas do sangue a secretarem o interferão, capaz de inibir o crescimento de certas células cancerosas e de impedir a propagação viral à outras células. Tudo isso fora demostrado no estudo intitulado "Mechanisms of therapeutic action of aloe”.

Melhora da circulação sanguínea

Beber aloe vera pode ajudar a melhorar a circulação sanguínea do corpo. Um estudo clínico publicado na revista médica "Angiology” experimentou o uso do suco da aloe vera na redução dos níveis de gordura em pacientes com níveis elevados de colesterol, ajudando a reduzir o risco de formação de coágulos de sangue nas artérias. As pesquisas também observaram que pacientes com diabetes mostraram melhorias nos níveis de colesterol. Ainda não foram determinados os mecanismos exatos desses benefícios.

Ações anti-inflamatória e anti-idade

A aloe vera também demonstrou ótimas capacidades anti-inflamatória e anti-envelhecimento. Paradoxalmente, o oxigênio, essencial para nos manter vivos, é também a fonte mais importante na produção de radicais livres, que são compostos por oxigênio que se ligam a outros elementos presentes em nosso corpo, dando origem a moléculas particulares, as quais reagem com as diferentes estruturas do corpo. A criação de radicais livres ocorre nas mitocôndrias, estruturas em que o oxigênio é utilizado para produzir energia biodisponível. Parte daquele excesso forma moléculas nocivas, as quais podem conter um ou mais átomos. A sua reatividade natural, faz com que se liguem a muitas das estruturas bioquímicas e celulares fundamentais, tais como o DNA e as mitocôndrias, danificando-as.

O gel de aloe vera demonstrou possuir um efeito inibitório dependente da dose sobre a produção de metabólitos reativos de oxigênio, ou seja, possuindo ação anti-inflamatória e evitando a formação de radicais livres que aceleram o envelhecimento das células.

Como explicou a Dra. Massamba: "Se você quiser se desintoxicar, a aloe vera é a melhor maneira natural para fazê-lo Ela ajuda o corpo a purificar-se do contato com um ambiente poluído e os minerais, oligoelementos e vitaminas presentes em seu gel também pode nos ajudar a lidar com o estresse".

Reduz os níveis de glicose no sangue

O gel da aloe vera processado (PAG), quando administrado por via oral durante 8 semanas, reduz os níveis de glicose no sangue. Os efeitos antidiabéticos do PAG foram confirmados por testes de tolerância à glucose intraperitoneal: o PAG baixou o nível de açúcar no sangue, diminuindo a resistência à insulina.

Aloe vera contra o câncer

Muito interessante é a possibilidade de utilizar a babosa para combater tumores, mas também os efeitos secundários dos conhecidos tratamentos anticâncer, tais como para atenuar as reações cutâneas causadas pela radioterapia. O extrato de aloe pode ser útil para estimular o sistema imunológico. Um estudo publicado no Immunopharmacology (1995) demonstrou que os polissacarídeos de aloe vera potencializam a atividade dos macrófagos e desencadeiam a produção de óxido nítrico, que tem um potencial antitumoral. Outro composto da aloe vera, 2-etil-hexilo (DEHP), foi experimentado para bloquear o desenvolvimento da leucemia. Os ingredientes ativos da aloe vera também têm sido usados para inibir significativamente a reprodução de células malignas do carcinoma de Ehrlich (EACC).

Em testes in vitro de viabilidade celular, a aloemodine resultou como um ingrediente ativo contra duas linhas celulares de câncer de cólon humano, levando à morte das células tumorais e aumentando significativamente a presença de enzimas antioxidantes no corpo.

Cuidados da pele e na cicatrização de queimaduras e feridas

Mesmo topicamente, para uso externo, o gel da aloe tem muito potencial. As propriedades curativas para a pele estão relacionadas a um composto chamado glucomanano, que estimula o crescimento, a atividade e a produção de fibroblastos, melhorando a produção e a secreção de colágeno. A mucilagem da aloe vera, não só aumenta a quantidade de colágeno no local da ferida, mas também as ligações entre as células, acelerando a cura da ferida e estimulando a produção de novas células na área da derme.

Resumindo, é bastante claro que em nossa caixa de "pronto-socorro natural" nunca pode faltar o suco e o gel da aloe vera, que melhor se retirado da planta ao último momento para uso tópico. Já para o uso interno, como dissemos acima, seria melhor preferir o suco industrializado.

Como todos os remédios naturais, tampouco a aloe vera está livre de contraindicações. Peça conselho a um médico e evite a automedicação.

Leia também:

setaTUDO SOBRE A BABOSA: BENEFÍCIOS, CONTRAINDICAÇÕES E 15 USOS

seta10 ALIMENTOS E ERVAS QUE SÃO VERDADEIROS ANTIBIÓTICOS NATURAIS