Dor no ciático - veja aqui algumas boas dicas de como amenizar esse incômodo

dor-no-ciatico

Dor no ciático é aquela que, de repente te agarra e torce as costas, passa um ferro de fogo dentro das tuas pernas, chega até o calcanhar e mais. O ciático é o nervo mais longo do nosso corpo - vai desde região lombar até os dedos dos pés e, como você pode ver, é bilateral. Então, o ciático são dois, um de cada lado.

Por sorte quando esse nervo dói, e isso acontece quando a musculatura pressiona o nervo criando um foco de inflamação, em geral nas costas, ele dói unilateralmente.

Segundo o site Hernia de Disco a dor do ciático ocorre pelo rompimento dos anéis que circundam os discos, na coluna vertebral - um dano no nervo ou na coluna, ou muscular, que gera a situação inflamatória super dolorida, como você bem sabe.

E mais, “as causas mais comuns para a compressão do nervo ciático e o consequente surgimento de processos dolorosos são: tumores, estenose da coluna lombar, lesões, fraturas por pressão (provocando deslizamento de vértebras), traumas, anomalias congênitas, hérnia de disco, osteoartrite, síndrome do músculo piriforme (um espasmo muscular que comprime o nervo ciático)”. Enfim, com essas possibilidades elencadas acima por quem entende da matéria médica, sempre é aconselhável você consultar um bom médico caso a sua ciatalgia (dor no ciático) seja realmente intensa.

Mas, quando a dor no ciático é só um desconforto, ainda que doloroso, e você até sabe que não tem problemas mas graves que a originem, alguns alongamentos básicos são muito eficientes e você os pode, deve, fazer em sua própria casa. Ah, e antes que me esqueça, também é preciso alongar um dito cujo que se chama músculo piriforme, que está nas nossas assentadeiras e que nós, seres sedentários, pressionamos o tempo todo e, vem daí, na maior parte dos casos, a ciatalgia comum.

Alguns alongamentos que eu faço para dor no ciático

círculo verde 1º deite-se no chão, junte os joelhos no peito, segure com as duas mãos e balance seu corpo para frente e para trás. Assim você massageia toda a coluna e libera os músculos pressionados.

círculo verde 2º em pé, levante-se na ponta dos pés e se estique para cima o mais que puder. Repita algumas vezes.

círculo verde 3º sentada, estique suas pernas para a frente e force os dedos dos pés para trás, isso vai ajudar a alongar os músculos da barriga da perna e liberar o ciático que passa entre eles.

círculo verde 4º de frente para uma parede, ponha as duas mãos à altura do peito e gire seu corpo, para um lado, esticando bem a musculatura, sem tirar os pés do alinhamento frontal. Depois gire para o outro. E repita.

círculo verde 5º em pé, ponha uma perna à frente da outra, ligeiramente separadas. Dobre o joelho traseiro e rote a perna dianteira. Levante os dedos dos pés e estique até sentir toda a parte, na parte de trás, esticadinha. Depois, mude de perna e faça o mesmo. Você estará alongando a musculatura das pernas até as nádegas e o ciático inclusive.

Porém, faça os exercícios, de 1º a 5º, na sequência proposta. O alongamento tem que ser paulatino, quer dizer, suave e devagar. E depois, tome um bom banho quente e vá para a cama.

Outra boa dica é você usar o que já conhece de reflexologia e tratar seu ciático inflamado com suaves massagens nas plantas dos pés. Dê uma olhada no nosso artigo abaixo e relembre como se faz:

setaREFLEXOLOGIA - MASSAGEM MARAVILHOSA DA PLANTA DOS PÉS

Mas, a verdade é que quando a gente está com “aquela” dor no ciático fica muito difícil a gente, sozinha, fazer a massagem na planta dos pés. Eu te aconselho a você pedir a alguém que a faça para você - é mais efetivo pois você poderá estar deitada, relaxada, sem pressionar o ciático, que é o que acontece quando você está sentada, com um pé dobrado sobre a coxa.

Outra técnica boa é usar compressas quentes na região dolorida assim como, massagear a região do tornozelo. Compressas quentes podem ser feitas com toalhas grossas, que você encharca em água quente, a uma temperatura confortável, que não te queime a pele. Depois você cobre as toalhas com uma manta plástica, para preservar o calor, e fica deitada, repousando. Também se podem usar, claro, as bolsas de água quente. Eu prefiro as compressas úmidas, são mais efetivas do que as secas.

Mas, o mais importante é você conhecer seu corpo - busque, com seus dedos, os pontos que estão mais doloridos e os massageie com vontade: pode ser que você os encontre nas costas, na lateral das ancas, nas pernas, no tornozelo, ou na sola dos pés. Cada ponto dolorido significa um local de acúmulo de energias, e por isso dói, porque está congestionado. Massageando os pontos doloridos você consegue dissolver, pouco a pouco, esse "nó" energético e amenizar, ou mesmo tratar, a dor e sua causa.

Veja abaixo vários vídeos com exercícios muito bons também. Escolha os exercícios de que gostar mais e, de preferência, que te alonguem o corpo todo já que nós somos seres holísticos e não partes de um todo.

Leia também:

setaDOR NAS COSTAS: SAIBA COMO ALIVIAR A DOR COM MEIOS NATURAIS

setaYOGA PARA INICIANTES: POSES, SEQUÊNCIAS E DICAS

setaBANHOS DE ERVAS: UMA GOSTOSA TRADIÇÃO, UMA TERAPÊUTICA BRASILEIRA