Para quê serve o colesterol que nosso corpo produz?

colesterol

O colesterol, aquela fatídica gordura que a gente luta para baixar, é produzido por nós mesmos, pelo figado, para cobrir algumas necessidades básicas do corpo humano, você sabia disso? Entenda melhor a questão do colesterol e encontre soluções alternativas para equilibrar o seu com caminhadas, mais verduras, menos gorduras e, principalmente, menos estresse.

Sim, podemos ingerir colesterol, gorduras, lipídios, pela nossa alimentação mas, na verdade, essa ingesta não ultrapassa os 30% do total que passeia pelo nosso corpo. Isso porque o fígado produz os 70% predominantes, à razão de 20 a 25 % de colesterol por dia. 

E para quê serve, afinal, o colesterol?

círculo verde 1. Uma das suas funções mais importantes é na síntese e conservação das membranas celulares que formam todo nosso corpo. Quer dizer, sem colesterol não somos nada, literalmente nada.

círculo verde 2. O colesterol também é o precursor na síntese da vitamina D e de vários dos nossos hormônios, inclusive dos sexuais como progesterona, testosterona e afins.

círculo verde 3. Também já se sabe que o colesterol atua como antioxidante, quer dizer, ele protege as células contra os tais radicais livres, que são moléculas com elétrons desgarrados, que podem provocar inúmeros danos ao nosso organismo.

círculo verde 4. E mais, o colesterol atua na produção da bílis que é um fluido produzido pelo fígado que se armazena na vesícula biliar e é fundamental para a digestão das gorduras que ingerimos com a alimentação.

círculo verde 5. Mas também o colesterol é fundamental para o metabolismo das vitaminas lipossolúveis, dentre essas, as vitaminas A, D, E e K. E todos sabemos o quanto as vitaminas nos são necessárias para uma vida saudável.

círculo verde 6. Também é o colesterol que reduz a permeabilidade da membrana plasmática para os íons de hidrogênio e sódio, atua na transmissão dos processos celulares e condução nervosa para além de que, sem ele, não teríamos a bainha de mielina que protege nossos nervos. E também é o colesterol que faz com que as membranas das nossas células sejam mais resistentes, mais firmes.

círculo verde 7. Agora, saiba você que o colesterol é absolutamente necessário para a função correta dos receptores de serotonina no cérebro. Quer dizer, não adianta nosso intestino estar limpinho e funcional, produzindo toda a serotonina de que é capaz se nosso cérebro não consegue captar a sua existência. Teríamos uma abundância de serotonina mas não seus bons efeitos, ou seja, prazer e bem-estar.

Leia aqui sobre a serotoninasetaCONHEÇA OS ALIMENTOS QUE TE DEIXAM MAIS FELIZ

E também, sobre o intestinosetaINTESTINO E DEPRESSÃO: UMA QUESTÃO DE LIMPEZA

O corpo humano produz o colesterol de que precisa o que depende da idade, sexo e fatores genéticos. Mas sempre produziremos, mais ou menos, o colesterol que precisamos e, com a alimentação deveremos complementar, em função da idade, saúde, e outros fatores externos, a taxa normal, fundamental para o bom funcionamento bioquímico do nosso organismo. Complementar mas não sobrecarregar, ultrapassar a taxa.

Leia aqui: seta20 DICAS PARA BAIXAR O COLESTEROL RUIM

Então, aí é que está a questão: não é mal o colesterol, é necessário, fundamental. O que é mal é o desequilíbrio entre HDL e LDL, respectivamente conhecidos como colesterol bom e colesterol mau. E esse desequilíbrio pode acontecer por motivos tais como estresse, problemas hepáticos, renais, herança genética, e outros tantos. Leia aqui este artigo se quiser entender mais a fundo.

Saiba então quais são as situações consideradas como fatores de risco para ter colesterol elevado e desequilibrado: fumar demais, ingerir gorduras saturadas demais (aquelas que são duras à temperatura ambiente: manteiga, queijos, banha de porco, margarina, gorduras da carne de vaca, óleo de palma, óleo de coco. Estas não devem ultrapassar os 10% do total da nossa alimentação diária. Então, o que é preciso é alterar, de forma significativa, a base da nossa alimentação.

Leia aqui: seta14 ALIMENTOS LIMPADORES DO SISTEMA CIRCULATÓRIO

Outros fatores de risco são o sedentarismo, a obesidade, a hipertensão arterial, a diabetes e a herança genética (famílias com histórico de problemas cardíacos são problemáticas quanto ao nível de colesterol).

Leia também:

setaCASTANHA DE CAJU: UM ANTIDEPRESSIVO NATURAL

setaCOLESTEROL ALTO: UM PRATO DE CEVADA OU AVEIA PARA ABAIXÁ-LO

setaAÇAÍ REDUZ COLESTEROL MAU E AJUDA NA PREVENÇÃO DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES