Vacina contra dengue é aprovada pela ANVISA

Dengvaxia é o nome da primeira vacina contra a dengue aprovada no Brasil.

Produzida pela francesa Sanofi Pasteur, a vacina teve liberada a comercialização pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. O preço de cada dose deverá ainda ainda ser estipulado pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos e, dependendo dos custos, a vacina poderá ser disponibilizada no sistema público de imunizações do SUS.

A previsão é de que o novo medicamento esteja disponível no mercado brasileiro em meados de 2016.

O Brasil é o terceiro país a ter registrada a vacina, depois do México e das Filipinas e espera-se que a proteção contra a dengue atinja 93% dos casos graves da doença.

Dados do Ministério da Saúde contabilizam que somente neste ano, 839 pessoas, até o começo deste mês, tenham morrido em decorrência da dengue. Na dificuldade de controlar o mosquito e com o aumento dos casos mortais de dengue - 80% de aumento em relação ao ano passado - o registro da vacina pode ser visto como um alívio em um cenário muito preocupante na transmissão da dengue, com a promessa de um verão extremamente quente e ideal para o Aedes aegypti em 2016.

A vacina promete proteger contra 4 tipos de vírus da dengue e será indicada para crianças a partir dos 9 anos e para adultos até os 45. Será aplicada em 3 doses com intervalos de 6 meses entre elas e teria uma eficácia de 70% a partir da primeira dose.

A vacina foi desenvolvida depois de percorrer mais de 20 estudos clínicos envolvendo mais de 40 mil participantes em 15 países.

Leia também:

setaCONHEÇA OS SINTOMAS DA DENGUE, ZIKA, CHIKUNGUNYA E GRIPE

setaOS PERNILONGOS TE AMAM? DESCUBRA PORQUÊ

setaPERNILONGOS: POR QUE É IMPOSSÍVEL ESCAPAR DAS SUAS PICADAS?

setaVACINAS E AUTISMO: NOVO ESTUDO NEGA O LINK