Dor nas costas: saiba como aliviar a dor com meios naturais

Quando as costas doem dizemos rapidamente que é o ciático. O ciático é um nervo periférico, o mais comprido que temos e que percorre nosso corpo “pegando” desde a parte baixa das nossas costas e se ramificando, pelas pernas, até os pés. Quando dói, dói tudo, todo mundo sabe.

Mas, existem atitudes, e ervas naturais, que você pode tomar e que ajudam, muito, no alívio dessa dor que nos atinge por sermos bípedes, bastante sedentários e tensos.

Quando dói o ciático, na verdade estamos falando de um conjunto de sintomas relacionados com esse nervo longo. Normalmente a dor é causada pela compressão ou inflamação de um ponto nas costas, músculos comprimidos ou retraídos pela tensão, pela má postura ou por pinçamento ocasionado por deslocamento de vértebras – esse último fator requer, algumas vezes, até de intervenção cirúrgica, dependendo da sua gravidade.

Se a dor nas costas é persistente, não hesite em procurar um médico. Já para os males menores, experimente aliviar as dores com meios naturais, como os exemplos que seguem:

Cuida de acrescentar magnésio na dieta

Se tudo dói, pense que pode te faltar magnésio na dieta. O magnésio, na forma de cloreto, pode ser usado para esses tipos de dores, e também para a astenia, ou enfraquecimento muscular. A receita mais comum para o uso do cloreto de magnésio é assim: 30 gr de cloreto de magnésio, misturar em um litro de água, sem cloro, em um recipiente neutro, de vidro ou ágata. Não use recipiente de metal ou plástico. Recomenda-se tomar 15 ml da mistura todos os dias.

Nozes, amêndoas, cereais integrais, folhagens e outros

Alguns alimentos têm elevado conteúdo de magnésio e você poderá incorporá-los à sua dieta. São esses os frutos secos (nozes, amêndoas e semelhantes), cereais integrais e todos os vegetais de flor verde escura como o espinafre, a couve, o agrião. Também as bananas são ricas em magnésio, as maçãs, cenouras e o abacate. O magnésio é muito necessário quando temos algum tipo de inflamação pois é relaxante muscular e alivia os espasmos.

Quando os nervos se inflamam ocorre dano na bainha de mielina que recobre os nervos. A bainha de mielina é composta, principalmente, de proteínas e gorduras e necessita de vitamina B12 e ácido fólico para a sua síntese. Então, você ajudará o processo de recuperação se privilegiar a ingestão de ômega 3 que se encontra na linhaça e em outras plantas. Já a vitamina B12 se encontra em ovos, queijo, yougurte natural, leite de soja e tofu.

seta

Leia também: AS 6 SEMENTES DA SAÚDE

Evitar a cafeína é importante e também bastante difícil para nós, brasileiros, habituados ao cafezinho toda hora. Mas, se não conseguir evitar, ou não quiser, pelo menos reduza a quantidade de cafés que toma. Como os estudos apontam, 2 a 3 xícaras de café por dia são benéficas. E ficamos nisso.

Algumas ervas que ajudam a aliviar a dor nas costas

Cúrcuma e gengibre, abacaxi, que tem bromelina, e limão, mamão, que tem papaína e diferentes tipos de pimenta são muito úteis para ajudar o corpo a driblar os efeitos de inflamações e reduzir a dor nas costas.

setaLeia também: CONHEÇA ANTI-INFLAMATÓRIOS NATURAIS

E quanto aos exercícios?

Entre os exercícios temos a yoga, exercícios de alongamento e de respiração que são todos muito benéficos pois modificam sua atitude mental o que se refletirá no seu corpo. A prática de yoga, por exemplo, corrigirá o desequilíbrio entre corpo e mente e também te ajudará a alongar os músculos, tendões e ligamentos relaxando seu corpo e te ensinando a ser mais sereno, mais consciente de suas necessidades físicas e emocionais. Mas tenha cuidado com fazer exercícios para os quais não está preparado. Reconheça seus limites e vá, pouco a pouco, ampliando suas possibilidades, contorções e posturas. A yoga também ajuda, e muito, a regular a respiração e, conseqüentemente, a elevar seu nível energético, levando mais oxigênio aos órgãos internos.

Um exercício básico da yoga e que dá um efeito bom é assim: tampe uma narina com o dedo polegar da mão direita, inale com a outra narina, feche a narina com a qual inalou e exale pela outra, agora aberta. Alterne as narinas abertas e fechadas, alternando os dedos polegar e indicador. Faça esse exercício diariamente, pelo tempo que sentir necessário para atingir um equilíbrio interno que você sentirá pela normalização da sua pulsação, quietude da mente e maior concentração. Este exercício é muito relaxante também e promove a regulação da pressão arterial.

setaLeia também: BALLET: 10 BENEFÍCIOS PARA CAIR NA DANÇA

Massagear as costas é fundamental

Deite no chão, sobre um tapete ou esteira. Agarre seus joelhos com os braços, ficando em posição fetal, e balance-se para frente e para trás, massageando os músculos ao longo de toda a coluna.

E alongar as pernas, também

Alongue as pernas, uma de cada vez, puxando a ponta dos pés delicadamente. Também se pode fazer esse exercício pressionando os pés juntos, a uma coluna e, abraçando a coluna, alongando suavemente a parte de trás das pernas. Enfim, o importante é que você descubra a melhor maneira de alongar as pernas, os músculos das coxas, da barriga da perna, da sola dos pés. Mas, todo alongamento deve ser suave, sem provocar dor aguda. Pouco a pouco você verá como sua elasticidade melhora e sua dor nas costas desaparece.

setaLeia também: CONHEÇA 10 REMÉDIOS NATURAIS PARA HEMORROIDAS