Descoberta a bactéria responsável pelo mau cheiro nas axilas

pelo mau cheiro

Mau cheiro nas axilas? A causa do famoso CC ou sovaqueira, estaria ligada a alguns genes que fazem parte da flora bacteriana da pele nesta área do corpo. É o que foi revelado por um estudo sobre o microbioma da axila humana.

Especialistas da Universidade de Nova York identificaram tanto as bactérias que causam o mau cheiro quanto os genes que acionam o mecanismo molecular que o produz. A apresentação do estudo teve lugar em Birmingham, na última conferência da Sociedade de Microbiologia Geral.

Entre os principais autores da pesquisa, estão Daniel Bawdon e Gavin Thomas. As bactérias responsáveis ​​pelo odor nas axilas são a Staphylococcus hominis e outras bactérias do gênero Staphylococcus. Os pesquisadores identificaram os genes que carregam estas bactérias para produzirem substâncias que causam o mau cheiro. O fenômeno envolve a digestão do suor pelas próprias bactérias.

E os genes localizados pelos pesquisadores estão presentes nas próprias bactérias. A pesquisa foi projetada para desenvolver novos desodorantes que sejam capazes de impedir a ação desses genes na prevenção da formação do mau cheiro devido ao suor nas axilas. Durante o estudo, os pesquisadores adicionaram às bactérias, isoladas dos germes que são encontradas nas axilas, moléculas inodoras e investigaram sua ação sobre o microbioma ativo.

Os cientistas pretendem chegar à origem do problema e encontrar uma solução para o mau cheiro partindo da ação dos genes. Na opinião dos autores do estudo, não faz sentido eliminar todas as bactérias, mas agir de modo mais específico para obter um desodorante mais eficaz.

O Dr. Daniel Bawdon, especialista da Universidade de York, disse: "Este trabalho tem progredido muito a nossa compreensão sobre os processos bioquímicos específicos envolvidos na produção do odor corporal. Foi surpreendente descobrir que este caminho particular é governado apenas por uma pequena parte das muitas espécies de bactérias que residem na área da axila. Abrimos a possibilidade de inibir a formação de odores desagradáveis ​​usando compostos destinados a atrair proteínas específicas que controlam a liberação de substâncias odoríferas."

Em breve teremos uma nova geração de desodorantes? Como dizem os especialistas, eles ainda vão precisar de mais estudos para compreender os mecanismos que levam à formação dos maus cheiros e compreender as estratégias para combater o problema, comum novo tipo de desodorante. Enquanto isso não acontece, tem gente que continua não usando desodorante, até porque... funcionam?

Leia também:

seta9 MIL ESPÉCIES DE FUNGOS E BACTÉRIAS MORAM COM VOCÊ

setaÓLEO DE MELALEUCA: SUAS MIL UTILIDADES, PROPRIEDADES E COMO COMPRÁ-LO

setaBICARBONATO DE SÓDIO: O QUE É E PORQUE FUNCIONA