Design de comunicação para ajudar pessoas com Alzheimer

ajudar pessoas com Alzheimer

Rita Maldonado Branco é uma portuguesa que, há mais de uma década tem a companhia do Alzheimer em seu dia a dia, por meio da convivência com seus avós. Primeiro, o avô paterno. Depois, a avó materna.

Isso começou a gerar, além de grande tristeza, um desejo de retomar a comunicação com os avós. Esse impulso levou Rita a utilizar seu talento como designer, mais especificamente, em design de comunicação, para desenvolver canais de troca de informações com pessoas com Alzheimer.

Esse questionamento a acompanhou no Mestrado, feito em Londres e agora, no Doutorado, em Portugal, onde a doutoranda desenvolve ferramentas práticas para a comunicação com pessoas com Alzheimer.

Um dos elementos que Rita percebeu ser importante é recorrer ao lúdico, ou seja, aos jogos que favorecem algum despertar da memória e da cognição. Um dos joguinhos é o da árvore genealógica, o qual ajuda a avó a reconhecer os membros de sua família. Há uma foto, uma descrição e um apelido dado pela própria avó.

Jogo de cartas para a vovó

Já com o avô, a estratégia deveria ser outra, já que ele não gostava de cartas. Como gostava de literatura, tendo sido autor de 14 livros ao longo de sua vida, Rita teve a ideia de pedir para cada membro da família escrever uma pequena apresentação de si, para que fossem levadas ao avô. Isso formaria uma espécie de ‘retrato falado’ de cada pessoa.

Retrato-falado para o avô

Rita pensou em cada jogo, adaptando tipografia, layout e outros elementos do design, tornando-os ainda mais interessantes e chamativos.

Como a doença Alzheimer se caracteriza por deterioração progressiva – e sem reversão – de diversas funções cognitivas, entre as quais a atenção, a concentração, o pensamento ou a linguagem, além da própria memória, as habilidades e interesses do indivíduo afetado, ficam comprometidos.

A avó de Rita, por exemplo – no passado uma grande cozinheira – agora mal sabia por a mesa. Então a jovem designer criou uma toalha de mesa, a qual apresentava uma série de desenhos, que ajuda a avó a posicionar os utensílios de cada refeição. Além disso, a senhora ficou bastante feliz, ao conseguir cumprir a tarefa, o que é fundamental, para uma pessoa com Alzheimer.

Toalha com talheres desenhados

Agora, o desejo de Rita é ampliar esses resultados para ajudar famílias que passam pelas mesmas dificuldades.

Fantástico! Gostou dessa artista? Visite sua página clicando aqui.

Leia também: Os jogos de tabuleiro são bons para o cérebro

Fonte fotos: cargocollective.com