ANVISA suspende medicamentos

ANVISA suspende medicamentos

No último dia 04, a ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária – divulgou a decisão de suspender dois medicamentos do laboratório EMS S/A, em razão de descumprimento de normas sanitárias vigentes.

O primeiro produto é o composto Amoxicilina + Clavulanato de Potássio 50 Mg/ML + 12,5 Mg/ML - Pó Para Suspensão Oral. A ANVISA explica que, nesse primeiro caso, estava sendo utilizado pela EMS um excipiente diferenciado do que havia sido aprovado pela própria Agência. Por outro lado, uma matéria-prima vinha sendo sintetizada de maneira diferenciada daquela que consta no registro oficial do medicamento, que é um dos mais populares do país para tratamento de infecções diversas no trato respiratório.

A decisão se refere tanto à comercialização direta quanto à distribuição e uso de todos os lotes do produto que tenham sido fabricados a partir do mês de fevereiro de 2013. Além disso, a ANVISA definiu que os produtos devem ter sua fabricação interrompida e todo o estoque disponível no mercado, recolhido.

O segundo medicamento afetado pela decisão da Agência é medicamento Rifamicina 10 Mg/ML Solução Tópica Spray, pelo fato de o laboratório ter fabricado um lote maior, 10 vezes, do que o que havia sido aprovado oficialmente. Esse medicamento é utilizado para tratar feridas.

Outras irregularidades da EMS

A Folha de São Paulo teve acesso às instalações do laboratório da SEM, a maior farmacêutica do país, em São Paulo, e constatou uma série de irregularidades no almoxarifado da fábrica, como temperatura em elevação e outros.

A EMS faz parte de um grande conglomerado farmacêutico e conta com aporte de recursos públicos do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social –, o que reforça a atenção da ANVISA para com a qualidade da produção ofertada pelo laboratório.

Outros medicamentos recentemente suspensos:

A Anvisa também suspendeu nesta quinta-feira, 05, a distribuição e comercialização dos seguintes medicamentos:

* Yaz (drosperinona + clatrato de etinilestradiol betaciclodextrina) da Bayer S/A. Os lotes suspensos são: BS01A9H, BS01A70, BS01AA5, BS01AA6 e BS01AK9. A própria Bayer identificou erro no prazo de validade dos lotes.

* Hygipart Gel Antisséptico (Gel Alcoólico Antisséptico). Lote 1574 da empresa Kelldrin Industrial Ltda. O produto contém uma quantidade errada de álcool etílico.

A Anvisa também suspendeu qualquer publicidade sobre o Polivitamínico e Polimineral Biomega Energy – Prime Line. O produto faz publicidade de propriedades não aprovadas pela legislação vigente.

Leia também: Você precisa mesmo tomar suplementos de vitaminas?

Fonte foto: freeimages.com