Patinação: benefícios, riscos, dicas de proteção e aprendizado

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

A patinação é uma atividade física muito prazerosa e divertida, mas requer muitos cuidados. Apesar de ainda ser vista como uma brincadeira de criança, andar de patins proporciona muitos benefícios para o corpo e para a mente. Saiba quais são e também quais os riscos, dicas de proteção e como aprender.

Antes de falarmos sobre os benefícios da patinação, precisamos lembrar quais são os tipos de patins e para que servem.

Tipos de patins

Na década de 80, os patins mais utilizados eram os chamados quad, que possuem duas rodas dianteiras e duas traseiras com freios frontais nas duas botas. Acredita-se que esse tipo de patins proporcione mais segurança para quem está aprendendo, pois eles são mais lentos e passam uma ligeira sensação de equilíbrio.

Diferente dos patins inline, que possuem de 2 a 5 rodinhas enfileiradas em cada bota, fazendo com que sejam mais velozes e, aparentemente, menos seguros para quem é iniciante. Normalmente, os patins inline vêm equipados com um freio traseiro em apenas uma das botas, mas esse acessório logo é removido por quem já pratica a patinação pelo fato de mais atrapalhar do que ajudar a frear.

Importante falar que, no caso dos patins inline, o que influencia na velocidade são os tipos de rolamento, que vão dentro das rodinhas e fazem com que esse tipo de patins sejam mais ou menos velozes.

Mesmo dentro da categoria inline, existem diversos modelos que são destinados a práticas diferentes. Os 3 tipos mais conhecidos são:

  • fitness / inline, para quem não faz muitas manobras;
  • freestyle / urban, para quem participa de competições e faz manobras em rampas e plataformas;
  • e o agressive / street, mais robusto e tem uma base mais reforçada com uma curvatura para saltar em corrimões e plataformas.

Além desses, existem outros modelos, mas vamos nos ater agora aos benefícios da patinação, partindo do pressuposto que nossos leitores ainda estão no começo ou pretendem começar a patinar.

Benefícios da patinação

O simples hábito de andar de patins, seja apenas como um hobby ou esporte, pode ser considerado um exercício completo pois, além de queimar calorias, proporciona uma série de benefícios para a saúde. Dentre os principais benefícios, temos:

  • Melhora o condicionamento físico;
  • Melhora o sistema cardiorrespiratório;
  • Melhora o equilíbrio e a coordenação motora;
  • Queima aproximadamente 360 calorias por hora;
  • É tão eficiente quanto correr e andar de bicicleta;
  • Tonifica os músculos, principalmente da região lombar que precisa equilibrar o corpo;
  • Gera menos estresse nas articulações dos membros inferiores;
  • Libera hormônios que causam uma sensação indescritível de bem-estar.

Riscos da patinação e dicas gerais

Como toda e qualquer atividade ou esporte, andar de patins também tem seus riscos, pois envolve coordenação motora e equilíbrio. Manter-se de pé sobre rodinhas não é uma tarefa muito fácil, mas o nosso corpo é muito sábio e com o tempo ele se adapta aos movimentos instáveis e faz com que eles fiquem quase que automáticos. Basta treinar bastante e tomar os devidos cuidados.

Os riscos mais comuns na patinação são as quedas que podem provocar fraturas, luxações e danos no tecido muscular.  De acordo com o INSPORT (Instituto de Saúde Prevenção Ortopedia Reabilitação Treinamento), a parte mais lesionada do corpo em casos de acidentes de patins, é o antebraço com fraturas de punho, mão e cotovelo.

Isso ocorre porque, ao primeiro sinal de desequilíbrio, a primeira parte que vai ao chão é a mão ou o braço, na tentativa de se apoiar ou até mesmo evitar a queda. Por esse motivo, é imprescindível a utilização de equipamentos de segurança.

No caso das fraturas de antebraço, cotoveleiras e munhequeiras (stinguard), fazem toda a diferença e ajudam a reduzir até 87% das lesões no braço. Ainda com informações do INSPORT, estima-se que o uso de cotoveleiras diminui em 82% o risco de lesões de cotovelo e as joelheiras reduzem em 32% as lesões no joelho.

Capacete também é fundamental para evitar lesões no cérebro, embora os casos de acidentes envolvendo essa parte do corpo, na prática da patinação, chega a apenas 5%. No entanto, usar o capacete correto, com selo de certificação (CPSP, CSA, ASTM ou Snell) e bem ajustado diminui o risco de lesão cerebral em 80%, alerta o instituto.

Processo de aprendizado

Vimos o quão benéfica é a patinação para a saúde, bem como os riscos da prática e o que é necessário para evitar lesões. Contudo, antes mesmo de comprar um patins e se aventurar a aprender sozinho (a), recomendamos que procure por profissionais habilitados a treinar (bons professores de patinação), pois até mesmo a escolha do patins precisa ser pensada com cuidado e eles ajudam até nisso.

Dentre os modelos de patins (quad ou inline), acredita-se que o quad é o mais indicado para iniciantes, pois ele dá a sensação de segurança devido à posição das rodinhas. Porém, isso é muito relativo e varia de acordo com o estilo e objetivo da pessoa. Suponhamos que você compre um patins quad, pegue a prática rapidamente e logo queira trocar por um inline ou vice-versa? Será um prejuízo, pois nem todo patins é acessível em termos de custo.

Por isso convém pesquisar bastante qual o seu estilo. Faça pesquisas, consulte marcas e procure por pistas de patinação que alugam esses modelos. Lembrando sempre de buscar profissionais que poderão oferecer dicas, além do treinamento para aprender movimentos básicos como andar, parar, fazer curvas e melhorar o equilíbrio.

Claro que, quando somos crianças, a facilidade no aprendizado é maior, mas isso não significa que os adultos não possam aprender. Muito pelo contrário! Cada vez mais, vemos adultos de diversas idades interessados em ingressar na patinação, seja ela por hobby ou por esporte.

Se essa também é a sua vontade, por que não tentar? Agora que já tem as dicas e sabe quais são os benefícios da patinação, é só correr atrás do seu estilo e procurar por um bom profissional para facilitar o aprendizado e dos equipamentos para garantir mais segurança. Divirta-se!

Talvez te interesse ler também:

Aproveite a quarentena para ficar em forma com esses vídeos

Juventude parada: 80% dos adolescentes no mundo inteiro não praticam atividades físicas

Musculação: fundamental com o avanço da idade

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Formada em Administração de Empresas e apaixonada pela arte de escrever, criou o blog Metamorfose Ambulante e escreve para GreenMe desde 2018.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Instagram
Siga no Facebook