É preciso incentivar o parto normal! Veja por que

  • atualizado: 
Parto normal

Já entrou para o imaginário popular a cena da mulher gritando de dor, durante a realização de um parto normal. Filmes, novelas e relatos dão conta de envolver esse momento em uma aura de mitos e temores. No entanto, o parto normal é mais simples do que parece, e é melhor tanto para o bebê quanto para a mãe. Salvo os casos em que a cesárea é indicada – principalmente quando há risco de vida envolvido -, é importante que as futuras mães saibam que não há motivos para ter medo do parto normal.

Na realidade, ele deve ser incentivado, sempre que possível, principalmente por que a cesariana é um procedimento cirúrgico, e por isso envolve riscos. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a chance de infecção na cesárea é 3 vezes maior do que o parto normal.

Além disso, outros fatores fazem do parto normal uma escolha mais segura. Confira:

 

1. O bebê nasce mais saudável

Quando o bebê passa pelo canal vaginal ele recebe um “banho” de bactérias da mãe, o que estimula o sistema imunológico dele, desde o nascimento. Além disso, há estudos que apontam que bebês que nascem de parto normal têm menos chances de desenvolver alergias, diabetes e asma.

Leia mais: 10 DICAS PARA FORTALECER A IMUNIDADE DAS CRIANÇAS

2. A respiração do bebê fica melhor

Ao passar pelo canal vaginal, o tórax do bebê – assim como o resto do corpo – é comprimido para facilitar a saída. Com isso o líquido amniótico é expulso do organismo mais facilmente, ajudando o bebê a respirar melhor. Durante o trabalho de parto, há também maior produção de cortisol no organismo do pequeno, o que favorece o bom trabalho do pulmão.

3. Favorece a amamentação

Durante o trabalho de parto há produção de hormônios, como ocitocina e prolactina, que ajudam na “descida” do leite. Além disso, o contato imediato da mãe com o bebê, a o incentivo à sucção nas primeiras horas estimulam a liberação do leite materno. Já na cesárea pode ocorrer do leite demorar até 5 dias para descer.

Leia mais: LEITE MATERNO: UM SUPERALIMENTO. AMAMENTAR É BOM PARA A MÃE E PARA O BEBÊ

A recuperação da mãe é mais rápida

A mulher que tem o bebê por parto normal se recupera muito mais rápido, justamente por que não passou por um procedimento cirúrgico complexo como é a cesárea. Enquanto mulheres que têm bebês por cesariana precisam ficar no hospital até 3 dias,

têm uma recuperação mais longa e dolorosa, principalmente por causa dos pontos, quem têm filhos por parto normal em até 2 dias já recebe alta e se recupera mais rapidamente. O útero da mulher que passa por parto normal se contrai mais rápido, evitando problemas, como sangramentos. Até mesmo o peso adquirido durante a gestação é eliminado mais facilmente, graças a um retorno mais precoce às atividades, algo que não ocorre na cesariana.

4. O bebê nasce quando está pronto

Respeitar o tempo da natureza pode fazer toda a diferença na transição do bebê do útero para o mundo externo. A tendência é que ao nascer por parto normal o pequeno seja mais calmo e mais receptivo ao toque, pois foi “massageado” durante a passagem pelo canal vaginal. O parto normal também propicia que mãe e bebê fiquem juntos nos primeiros minutos, após o nascimento, o que acalma o pequeno, fortalecendo, ainda, o vínculo entre os dois.

O bebê que nasce de parto normal está pronto para aquele momento, o que nem sempre acontece na cesariana.

Siga as recomendações do teu médico de confiança, considere todas estas questões e opte, se possível, pelo parto natural. Não há nada para temer!

Talvez te interesse ler também:

setaPARTO NORMAL → 10 COISAS IMPORTANTES QUE VOCÊ PRECISA SABER

setaQUANDO A RELAÇÃO TERMINA E VOCÊ ESTÁ GRÁVIDA

setaRECOMENDAÇÕES PARA GRÁVIDAS VIAJAREM DE AVIÃO

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!