10 Dicas para fortalecer a imunidade das crianças

10 Dicas para fortalecer a imunidade das crianças

Pior do que ficar doente é ver um filho doente. Ninguém quer passar por isso, no entanto, parece que as crianças adoecem o tempo todo. Mas será que é isso mesmo? Em primeiro lugar, é importante lembrar que a imunidade dos pequenos está em formação, não é como a dos adultos. Por esse motivo apenas com o passar do tempo – conforme o organismo amadurece e se expõe aos micro-organismos para criar resistência – é que os episódios de doença diminuem. No entanto, existem muitas formas de turbinar a imunidade das crianças com medidas simples e eficazes. Conheça abaixo quais são elas.

Tudo começa com a amamentação

Não é à toa que a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda amamentação exclusiva até os seis meses e complementar por dois anos ou mais. O aleitamento é essencial no início da vida das crianças. O leite materno é um composto rico, contendo todos os nutrientes para a saúde do bebê, bem como uma boa dose de anticorpos, repassados do organismo da mãe para o neném. Nenhum produto consegue se equiparar ao leite materno, nem o melhor dos leites artificiais. Por isso, valorize a amamentação, insista, tendo em vista que o início do processo costuma ser bem complicado mesmo. Tenha certeza de que estará fazendo o melhor para seu filho.

E com a vacinação

As vacinas são uma das mais essenciais evoluções da medicina. Muitas vidas foram salvas graças a elas. Doenças que antes comprometiam a vida das crianças hoje já são quase erradicadas, graças ao calendário de vacinação. Elas são seguras e completas. Além de proteger os filhos, a medida ajuda ainda a proteger todos ao redor, já que evita potenciais contaminações.

Ensine a criança a comer bem

Alimentar-se de modo adequado, com itens saudáveis e nutritivos é um hábito. Por isso, eduque, desde cedo, o paladar da criança. Tenha sempre à disposição frutas, verduras e legumes e varie o cardápio, sempre que puder. Vegetais verdes escuros, como couve, espinafre e brócolis, leguminosas, como feijão, ervilha e grão-de-bico, sementes, gengibre, inhame e óleo de coco podem fazer milagres pela saúde, já que dão aquela fortalecida no sistema imunológico.

O poder da água

Ensine também seu filho a se hidratar, a gostar de tomar água. Esse componente é essencial nas funções vitais do organismo e ainda ajuda na recuperação mais rápida, quando há uma doença instalada. A dica para ter sempre por perto uma garrafinha é muito certeira. Escolha uma do personagem preferido da criança, que certamente ela vai gostar desse hábito.

Deixe a criança dormir

As crianças precisam de muito tempo de sono para crescerem bem e de modo saudável. Dormir bem é um excelente remédio para o organismo, já que o descanso auxilia no fortalecimento imunológico e na correta absorção de toda a informação e aprendizado que os pequenos recebem diariamente.

Higiene é essencial…

Lavar as mãos antes das refeições e ao usar o banheiro, bem como depois que chegar da rua são medidas simples para evitar a ação de micro-organismos oportunistas. Manter uma boa higiene é essencial para manter vírus e bactérias bem longe. Ensine a criança a adotar tais hábitos desde cedo mas sem exageros. Germes e bactérias também ajudam a fortaleces a defesa imunológica da criança. O excesso de higiene atual vem sendo muito criticado por médicos e cientistas hoje em dia.

Mas nada de neurose

Embora a higiene seja essencial, não precisa exagerar, pois o excesso pode gerar um efeito contrário, e fazer a criança ficar suscetível a quadros alérgicos, por exemplo. Isso por que ela precisa ter contato com o mundo para que o organismo aprenda a se defender. Deixe seu filho ser criança, brincar na terra, com os amigos e até mesmo ter contato com as próprias sujidades (caca de nariz, por exemplo). Já existem pesquisas que mostram que faz mais bem do que mal.

Leia também:

POR QUE DEVEMOS DEIXAR A CRIANÇA SE SUJAR?

HIGIENE DEMAIS PODE FAVORECER LEUCEMIA EM CRIANÇAS

Deixe-a ter animais de estimação

Crianças que têm contato com animais de estimação ficam menos doentes, pois estão expostas a mais micro-organismos. Além disso tendem a ter menos alergias, e também quadros de asma. Por isso avalie de modo positivo quando a criança pedir para ter um bichinho. Além do fortalecimento imunológico, com certeza ela se sentirá mais feliz.

Cuide do emocional também

Existe uma forte relação entre o estado emocional e a saúde física. Uma criança com problemas internos é alguém mais vulnerável a desenvolver doenças. Por isso, vale sempre cuidar do emocional também. Diversos autores apontam para essa relação e existem estudos comprovando que crianças que recebem carinho criam uma espécie de memória afetiva no genes e tendem a ser mais saudáveis, como aponta a pesquisa publicada na Development and Psychopathology.

Leve a criança para tomar sol

O organismo humano precisa de sol. É por meio dele que sintetizamos uma das mais importantes vitaminas, a Vitamina D. Já existem estudos que mostram que a luz do sol energiza células responsáveis pela imunidade. Por isso, leve, sempre que possível, seu filho para tomar um “arzinho”.

Leia também:

Remédios para aumentar a imunidade: receitas e dicas

Gostou das nossas dicas? Sobre crianças, talvez te interesse ler também:

CHEIRO DE SUOR EM CRIANÇAS – O QUE FAZER?

CHÁS QUE PODEMOS DAR ÀS CRIANÇAS. VEJA AQUI A LISTA!

VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA CONTRA CRIANÇAS – SAIBA COMO IDENTIFICAR E O QUE FAZER A RESPEITO

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *