Crianças podem ter danos permanentes se esmagam seus dedos na porta. O alarme britânico

  • atualizado: 
criança-dedo-na-porta

Certamente acontecerá, e provavelmente mais de uma vez na vida, de esmagar os dedos em uma porta. Bom, no caso das crianças, essa desatenção pode custar-lhe muito e até mesmo prejudicá-las permanentemente. Este é o alarme lançado por uma associação de cirurgiões plásticos britânicos.

Através do The British Association of Plastic and Reconstructive Surgeons (Bapras), eles alertam: crianças e bebês cujos dedos foram acidentalmente esmagados ao fechar uma porta, podem ter problemas ao longo de suas vidas. Os acidentes nos casos mais graves podem até levar a amputação de um dedo, à fraturas ou dores crônicas.

De acordo com os dados Royal Society for the Prevention of Accidents (sempre britânicos) cerca de 30.000 crianças esmagam seus dedos nas portas a cada ano e mais de 1.500 delas precisam ser operadas após o acidente.

A Associação Bapras enfatiza que os acidentes ocorrem principalmente em portas de segurança anti-incêndio, em portas de carro e dobradiças de portas.

Crianças menores de quatro anos são as mais suscetíveis aos acidentes. Das 630 operações feitas a causa de esmagamento de dedos realizadas em um único hospital de Londres, 40% foram realizadas em pacientes pediátricos.

Mas quais realmente podem ser as conseqüências de um forte esmagamento nos dedos? Explicou Anna De Leo, cirurgiã plástica do Royal Free Hospital em Londres:

"Se o machucado for são tão severo, o paciente pode precisar de uma consulta médica, uma radiografia, uma cirurgia hospitalar, cuidados de enfermagem e talvez uma reabilitação com fisioterapia."

Muitas vezes, subestimamos quão essenciais são as nossas mãos para a nossa vida diária:

"Ter machucados nos dedos e nas mãos significa que torna-se mais difícil amarrar os sapatos, digitar, segurar um telefone celular ou comer. E isso não é nada comparado ao impacto de uma amputação de um dedo. O machucado, sozinho, pode causar a perda de 20% da força da mão e pode impedir que as pessoas sigam a carreira escolhida".

Existem também efeitos colaterais do trauma sofrido, pode-se ter também, por exemplo, sentir dores no braço, cotovelo, enxaqueca e até depressão!

Evitar acidentes é tudo!

Então, para evitar que problemas assim graves, que podem causar danos irreversíveis aconteçam, o que podemos fazer?

Os especialistas recomendam inserir nas portas proteções como as feitas de espuma, ou de quaisquer outros materiais macios, que impeçam que a porta seja completamente fechada (no entanto, estes dispositivos não são adequados para as portas corta-fogo) aí deve-se mesmo estar atento quando tiver que passar por estas portas com as crianças.

Também existem dispositivos para serem colocados nas dobradiças de portas que impedem o seu fechamento.

Evite qualquer tipo de acidente com crianças. Somos nós os responsáveis pela segurança delas.

Leia mais sobre como evitar acidentes com crianças:

COMO GARANTIR BRINCADEIRAS COM DIVERSÃO E SEGURANÇA