Modinha do TikTok: crianças e adolescentes bebendo energético é um perigo!

Em 2019, o TikTok bateu o WhatsApp e virou o app mais baixado no Android e iOS. Esse ano, voltou a ficar na liderança dos apps mais baixados no celular.

Ainda que não seja uma regra, o público predominante tem entre 10 e 24 anos, sendo uma rede com grande apelo para essa faixa etária ofertando entretenimento fácil e imediato, de vídeos curtos e engraçados, com jovens dublando memes e músicas ou executando truques de edição, que se enfileiraram numa sequência infindável e viciante.

E todo dia surge uma modinha nova, muitas delas perigosas.

Quem não se lembra da modinha do desafio da rasteira, na qual três pessoas pulam ao mesmo tempo e o que está no meio cai e bate a cabeça no chão. Houve alguém que morreu por causa desse desafio e mesmo assim, “viralizou” por um certo tempo . Então a coisa é séria e pode trazer consequências graves e irreparáveis.

E a todo momento surge uma modinha nova. Foto estilo tumblr, desafio lançado, desafio da vez, todos esses motes são utilizados para conquistar seguidores e muitas curtidas.

A moda da vez: energéticos!

Agora a moda da vez que está influenciando as crianças e adolescentes é o consumo de energético, uma bebida com taurina e cafeína, principalmente de uma marca específica, porque tem sabor bem doce associado a frutas e sucos, com uma lata bem chamativa e colorida, ideal para atrair esse tipo de público.

Pelos vídeos abaixo, é possível ver imagens de adolescentes exibindo as latas fazendo propaganda gratuita para mostrar o quanto “é legal consumir essa bebida”, ou pelo menos é o que parece.

@blairesybear

Reply to @donthaveaat keep em’ coming😼 #monsterenergy #colorcustomizer #energydrink #alternative #attiktok #indie #indiekid #alt #softgirl #monster

♬ Pinky Pie has molly in her green tea – Karm 🙂

 

 

@fayehx23

Reply to @lolaxxxjoy #monsterenergy

♬ Brain Stew – Green Day

 

 

 

@iamamyn

They do be keeping me awake tho 👀 #monsterenergy #monster #alt #icecoffee #panicattack #drink #fyp #fy #foryoupage

♬ Drink ice cofy – Colin Sloppydunker

E de fato, os vídeos do TikTok estão influenciando essas crianças na vontade de consumir essa bebida que não é indicada para essa faixa etária.

Há relatos das mães que os filhos vieram pedir para experimentar a bebida e elas não entenderam, num primeiro momento, da onde tinha surgido tal interesse, porque ninguém tinha o hábito de consumir energético na família.

Passando mal

Ana Ferreira, enfermeira de São Paulo, conta que tem uma filha adolescente de 13 anos que chegou a ficar com febre de tanto que pediu para experimentar a tal bebida e ao buscar respostas para o desejo da filha, percebeu que muitas de suas amigas já tinham aderido a “modinha” e que esse poderia ser um problema ainda maior.

Ela contou que uma das amigas da sua filha chegou a passar mal, porque tomou a bebida energética fazendo uso de medicamento antidepressivo, provocando uma reação de mal-estar tendo que ser levada para atendimento médico.

Riscos de bebidas energéticas para crianças

As bebidas energéticas contêm cafeína, guaraná e taurina, substâncias que aceleram o ritmo cardíaco e estimulam a circulação. Além disso, essas substâncias estimulantes podem causar na criança ansiedade, agitação e dor de cabeça.

Fora que é uma bebida com alto teor de açúcar, não hidrata, tem ação diurética, e de acordo com especialistas, médicos pediatras e cientistas, em crianças podem causar ainda pressão alta e insônia.

Tudo que uma criança e adolescente não precisam.

Um estudo canadense publicado no Canadian Medical Association Journal constatou que o consumo da bebida por crianças e adolescentes levou a apresentarem sintomas que vão desde vômitos e dores no peito até convulsões, mesmo consumindo menos do que uma latinha.

O professor Steven Lipshultz, cardiologista pediátrico do Children’s Hospital of Michigan, em Detroit, nos Estados Unidos, afirmou que uma criança de 10 anos poderia acabar se envenenando com cafeína depois de consumir 80 mg do alcaloide, enquanto uma criança de 12 anos pode sofrer sintomas, incluindo alucinações e convulsões, após a ingestão de 100mg.

Pela lei, as bebidas energéticas podem conter cerca de 160 mg de cafeína, apesar de o limite diário seguro para crianças de até 11 anos ser de 105 mg.

Diante dos riscos e dos componentes presentes nos energéticos, uma coisa é certa, essa bebida não é recomendada e não deve ser consumida por crianças e adolescentes.

O papel de cada um

Essa é uma situação perigosa, o TikTok já foi multado por expor crianças que são suas usuárias a riscos, divulgação de imagens e conteúdos inadequados e falta de segurança nos dados, mas cabe a família o dever de acompanhar o que os filhos estão vendo nas redes sociais e alertar sobre os riscos de desafios divulgados na internet, principalmente aqueles que afetam à saúde deles.

Talvez te interesse lera também:

Zero refrigerante e outras bebidas açucaradas (nem suco natural) a crianças menores de 5 anos

Bebidas energéticas: 10 RECEITAS NATURAIS para preparar em casa

ÁLCOOL COM ENERGÉTICO: UMA BOMBA QUE MATA!

Sobre Juliane Isler

Juliane Isler
Juliane Isler, advogada, especialista em Gestão Ambiental, palestrante e atuante na Defesa dos Direitos da Mulher

Veja Também

Criança de maquiagem: permitir ou proibir? Quais são os riscos?

Pode parecer inofensiva a ideia de meninas pequenas se maquiarem, afinal de contas, muitas mulheres …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *